AventureBoxExplore
Create your account
Guia - Taquaril

Guia - Taquaril

Linda montanha afastada do centro de Petrópolis, com vista espetacular do cume.

Hiking Mountaineering

Taquaril

Classificação (*)
Duração: 2h a 3h (ida)
Percurso: 1,9km (ida)
Altitude Inicial: 1220m (portão da Fazenda Girassol da Laje)
Altitude Final: 1860m
Desnível: 640m
Esforço: Moderado
Exposição ao Risco: Pequeno
Orientação: Moderada
Insolação: Média

Descrição
O Taquaril é uma montanha que se destaca de longe na paisagem. Quem trafega pela BR-040 consegue ver essa majestosa montanha de vários pontos da estrada, inclusive próximo a Juiz de Fora. Esse cume está localizado no Brejal, região do quinto e mais afastado distrito de Petrópolis. O Brejal é uma região rural, com acesso por estrada de terra batida e repleta de fazendas e sítios. Seu acesso atual é através da Fazenda Girassol da Laje.
Embora com quilometragem baixa, essa trilha é de exigência média, sobretudo por conta do desnível acentuado. Antigamente a orientação era mais complicada, pois era uma montanha pouco visitada. Em tempos de Wikiloc, as coisas mudaram bastante. Não existem trechos com passagens técnicas e boa parte da trilha é sob a mata, o que permite que seja feita durante todo o ano. É necessário levar água porque não existe nenhum ponto de coleta ao longo do percurso.
Quem vai de carro deve seguir em direção ao bairro da Posse, quase na divisa com o município de Areal. Chegando no centrinho, pegar a direita entrando na Estrada do Brejal (tem placa indicativa) e dirigir até o seu final, quando acaba o asfalto. Nesse ponto, devemos pegar a direita (Estrada Arnaldo Dyckerhoff) e seguir até uma localidade conhecida como Jurity. Nesse ponto, seguir pela estrada do meio, em direção à fazenda. Para facilitar a orientação, existem várias placas com desenhos de girassol indicando o caminho. Existe pouco espaço para estacionar os carros na entrada da fazenda.
Quem optar pelo transporte público vai ter que encarar uma longa viagem. No terminal rodoviário de Itaipava, pegar o ônibus 711 - Posse, descer no ponto final e pegar o ônibus 728 - Jurity, descendo no pequeno comércio do local. Só esse deslocamento de ônibus pode levar até 2 horas, pois os horários desse último ônibus são escassos. A caminhada do Jurity até a entrada da fazenda vai aumentar o percurso em mais de 4 km.
Uma vez na fazenda, deve-se pedir permissão para entrar na propriedade. Continue subindo até chegar no calçamento de pedra e começar a visualizar uma cerca de arame farpado a direita, com uma porteira. Ao transpor essa porteira, você entrará num pasto que dá acesso a trilha do Taquaril. Se tiver dúvidas, pergunte ao pessoal da fazenda.
Uma vez no pasto, vire à esquerda e comece a subir tendo sempre como referência a cerca. Fique atento se houver gado pastando, pois lá é bastante comum montanhista levar corrida de boi (rsrs). Suba até o ponto mais alto já avistando o paredão do Taquaril a frente, com um curioso afloramento rochoso que lembra o mapa do Brasil. Em um determinado ponto, a cerca fica com sinais de passagem das pessoas e tem uma pequena clareira do outro lado. Atravesse a cerca e entre na mata.

"Mapa do Brasil"

A partir desse ponto, se houver um montanhista mais experiente, ele deve ir na frente, pois o caminho pode ficar mais confuso. Aos poucos a trilha começa a subir e vai ficando cada vez mais íngreme. O objetivo é chegar no “colo” da montanha, que na verdade é o final de uma longa crista que vem da Travessia Cuiabá X Brejal, e que era o antigo acesso para a montanha.
Nesse ponto, vale a pena dar uma descansada e beber uma água para repor as energias para o trecho final de apenas 500 metros de extensão, mas com quase 300 metros de desnível. A trilha segue para direita, bastante inclinada e aos poucos vai ficando a céu aberto. Depois de passar por um trecho com rochas, em poucos minutos você estará no cume de uma das maiores montanhas da cidade.
Do amplo cume temos uma vista dos grandes vales que cercam a região e de algumas montanhas da cidade, como a Maria Comprida e os picos da Serra dos Órgãos.

CURIOSIDADE: O nome Taquaril hoje é bastante conhecido pela comunidade do montanhismo, mas nas cartas topográficas do IBGE (procure pela carta de Itaipava na biblioteca do órgão), o nome registrado é Maria Antônia.

* Dados de acordo com a metodologia de classificação de trilhas desenvolvida pela Femerj (Federação de Esportes de Montanha do Rio de Janeiro).

Casal Outdoor
Casal Outdoor

Published on 09/16/2020 19:05

Performed on 09/16/2020

2 Participants

Letícia Fliess Fabio Fliess

Views

297

4
Danielle Hepner
Danielle Hepner 09/16/2020 20:51

Que relato bacana! A vista é linda, parece ser uma trilha bem legal de fazer! O formato do Brasilzão dá ainda mais charme pro lugar né?! E, se eu for, só espero não brincar de pique com a boiada rs

Bruno Negreiros
Bruno Negreiros 09/16/2020 21:44

O mais legal é ver a amazônia bem vegetada lá na imagem da rocha...hahahahaa

Casal Outdoor
Casal Outdoor 09/17/2020 13:43

Oi Danielle. Que bom que curtiu!!!! Sim, a trilha é bem bacana, exigente em alguns pontos e com uma vista linda. Dependendo dos boizinhos, também pode começar ou terminar de forma bem emocionante! kkkkk

Casal Outdoor
Casal Outdoor 09/17/2020 13:44

Realmente Bruno! Essa é mais difícil de desmatar! rsrsrs

Casal Outdoor

Casal Outdoor

Petrópolis - RJ

Rox
458

Casal apaixonado por trilhas, montanhas e viagens! Perfil criado para divulgar as montanhas da região sudeste e apresentar novidades do mundo outdoor.

Adventures Map

2 Posts


2118 Following