AventureBoxExplore
Create your account
Pedra da Macela

Pedra da Macela

Belíssimo mirante localizado no coração da Serra do Mar, entre as cidades de Cunha - SP e Paraty - RJ

Hiking Mountaineering

Durante as minhas férias, depois de ficar três semanas em casa apenas fazendo algumas trilhas isoladas aos finais de semana, eu e Bruno pensamos em tentar ir em algum lugar mais isolado mantendo algum distanciamento e seguindo as medidas de segurança. Desta forma, escolhemos Cunha, uma charmosa cidadezinha no leste do estado de São Paulo, bem próxima à divisa com o estado do Rio de Janeiro na altura da cidade de Paraty. Seria inclusive o destino perfeito pra nossa primeira viagem de fato! Pensamos em ir no meio da semana para garantir mais ainda que não encontraríamos muitas pessoas ou locais aglomerados.

Além disso, optamos por Cunha para beneficiar a logística de ir encontrar a Let e o Adhemar, pois em breve seria aniversário da Let e a comemoração escolhida seria passar uns dias no Saco do Mamanguá, cujo relato pode ser acessado aqui.

Logística:

Em Cunha, eu e Bruno aproveitamos a Cachoeira do Pimenta na tarde que chegamos. Talvez pelo horário e por ser meio de semana, o lugar estava totalmente vazio. Dormimos e, no dia seguinte fizemos uma rápida visita ao Lavandário. (Por sinal, recomendo demais a visita!) Após o Lavandário fomos para a Pedra da Macela.

O Lavandário de Cunha

Relato:

Decidimos que a Pedra da Macela seria feita quando estivéssemos já a caminho de Paraty para otimizar gastos e o tempo, uma vez que o acesso da trilha é feito no km 65 da antiga Estrada Real que liga Cunha a Paraty, hoje SP-171. A partir deste acesso, mais 5km de estrada de terra em condições bem ruins até a porteira que dá início à trilha; carros baixos sofrem (e muito).

Deixamos o nosso carro estacionado em frente à porteira mesmo, numa sombrinha. Dali, nos arrumamos para iniciar a subida. Era por volta de 12h.

Logo após a porteira

Início da trilha, Pedra da Macela ao fundo

Da porteira, são 2,4km de subida razoavelmente inclinada em uma estradinha antiga de concreto, porém sem dificuldades técnicas. Literalmente só andar. Começamos em aproximadamente 1480m de altitude e vamos até 1840m no cume. Acredito que levamos em torno de 1h.

Aliás, cabe dizer que, apesar da trilha ter seu início em Cunha - SP, cruzamos a divisa com o estado do Rio de Janeiro, chegando ao cume que fica em Paraty - RJ.

Mirante na Pedra da Macela

No alto da Pedra da Macela há uma área fechada com instalações de antenas de Furnas, porém o cume contempla muitos pontos indicados para camping. Além disso o local conta com vários mirantes que abrangem diferentes vistas.

Por ser fora da temporada de montanha, já esperávamos que a belíssima paisagem estaria encoberta pelas nuvens... Em dias mais limpos é possível ver bastante do litoral da Costa Verde, inclusive o setor onde fica a usina nuclear de Angra dos Reis. Olhando para o interior a vista contempla a belíssima Serra da Mantiqueira.

Nós vimos alguns resquícios de litoral e montanhas por entre nuvens. Ainda assim, a paisagem era linda demais!

Um dos mirantes do cume, ao fundo a Mantiqueira

Talvez pelo horário, conseguimos ficar sozinhos no cume; apenas alguns trabalhadores estavam na propriedade de Furnas.

Depois de fotos, conversas, lanchinhos... (ALIÁS, lanchinho não! O Bruno levou duas fatias de PIZZA pra comer!!!!! Rs) resolvemos descer para chegar em Paraty ainda com luz do dia.

Refizemos o mesmo caminho da ida, apenas paramos rapidamente em uma pequena nascente já na porteira da trilha para pegar água e, daí, retornamos ao carro.

Considerações:

Ainda que seja uma trilha com acesso ruim, a Pedra da Macela é bastante frequentada por ser considerada leve e proporcionar belíssimas imagens. Em algumas épocas, principalmente na temporada de montanha, grupos e mais grupos vão até o local para contemplar a beleza do nascer do Sol e a paisagem tão diferenciada, formando verdadeiras multidões. Sendo assim, escolha bem a data pra conhecer esse lugar.

Apesar de ser acessada por muitas pessoas e com bastante frequência, o cume não tem nenhuma infraestrutura turística. Apenas conta com algumas áreas demarcadas para camping e outras com mirante.

Leve todo o seu lixo com você! E, se possível, recolha o que encontrar pelo caminho. Mantenha a natureza limpa! Além disso, jamais faça fogueiras!

Apenas aproveite os diferentes cantinhos da Pedra da Macela, com seus visuais incríveis e traga de volta muitas boas lembranças! É um lugar que vale muito a pena conhecer!

Fotos: todas as fotos são minhas ou do Bruno!

Danielle Hepner
Danielle Hepner

Published on 02/09/2021 19:08

Performed on 01/21/2021

1 Participant

Bruno Negreiros

Views

195

8
Bruno Negreiros
Bruno Negreiros 02/09/2021 19:12

NA PRÓXIMA a gente pega o tempo aberto! Hahaahahahaha uhuuuul

Danielle Hepner
Danielle Hepner 02/09/2021 19:13

Já podia ter pedido música no fantástico!

David Sousa
David Sousa 02/10/2021 04:17

As fotos parece lindas

João do Carmo
João do Carmo 02/10/2021 09:12

Lindas fotos. O lugar parece ser bem bonito.

Danielle Hepner
Danielle Hepner 02/11/2021 14:29

É bonito demais! A trilha em si tem uma vegetação muito linda... A vista, nem se fala! Mesmo com nuvens tava um espetáculo!

Clube Outdoor
Clube Outdoor 02/11/2021 23:37

Trilha com pizza é outro nível

João do Carmo
João do Carmo 02/12/2021 09:23

Que bacana Danielle

João do Carmo
João do Carmo 02/12/2021 09:24

Eita, com pizza?! Fale mais sobre essa culinária na montanha Clube Outdoor

Danielle Hepner

Danielle Hepner

Caxambu - MG

Rox
1690

típica nerd! professora de matemática apaixonada por montanhas, viagens e ukulele.

Adventures Map

6 Posts

See More

1116 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Bruno Negreiros, Bruna Fávaro and 375 others support the Minimum Impact Manifest


Together
Inclusive Adventures
Rox

Fabio Fliess, Bruna Fávaro and 132 others support the Together page.