AventureBoxExplore
Create your account
Pedra do Sino - PARNASO

Pedra do Sino - PARNASO

Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Trekking Mountaineering

A trilha da Pedra do Sino é uma das mais tradicionais do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, sede Teresópolis - RJ. Junto a mais três amigos, iniciei empreitada rumo ao cume, na portaria de Terê.

Foi um dia bastante atípico. Era véspera de dia dos pais, eu estava virada por conta do trabalho, o cansaço se acumulou. Sobre a trilha, posso dizer que não tem nada demais. Chegamos bem cedo, era por volta de 06h da manhã. Demos baixa na portaria, entregamos os comprovantes de pagamento, pois tudo foi reservados com bastante antecedência no site do Parnaso, e fomos de carro até a 'Pousada'. De lá, seguimos a pé até o início da trilha.

A primeira meia hora é chata, mas só. O resto é bem de boa, sem dificuldade. Porém, é um zigue zague infernal! Sobe, sobe, sobe... 12km subindo pra sempre, sem praticamente nenhuma vista, apenas em um mirante com vista pra Terê.

Vista do Mirante no Abrigo 3

Devido ao meu cansaço, paramos no abrigo 3, uma área descampada, onde abri meu isolante e dormi por quase 1h, só então levantei, tirei pique sabe-se lá de onde, e cheguei bem rápido no abrigo 4. Nossa subida levou, ao todo, 4h24min.

Já no acampamento, montamos as barracas. Depois, um banhozinho quente e preparativos do almoço. Descansamos um cadinho, e aí preparamos os casacos pra subir até o Sino e ver o por do Sol. A subida do acampamento até o cume levou cerca de 20 minutos, bem tranquilo também.

Lá de cima, só alegria! Fizemos um breve reconhecimento do lugar, tiramos algumas fotos... E então, nos acomodamos pra contemplar a paisagem e ver o Sol se por.

Perto de nós, duas meninas estavam tirando umas fotos. O fato nos chamou atenção pois já estava bem frio e elas seguiam apenas de leggin e top (sim, top!) fazendo algumas poses diferentes, correndo pra lá e pra cá. Eu já estava me divertindo tanto vendo a agonia delas com o frio que pedi emprestado um dos itens que elas usavam nas fotos, o filtro dos sonhos. Super simpáticas, e tremendo, me emprestaram de boa.

Depois disso, quando praticamente todo mundo já havia retornado ao abrigo 4, nós continuamos lá no alto, deitados, apreciando a noite que chegava, o céu estrelado e as luzes da cidade.

Depois de descermos, nos preparamos para deitar e dormir. Despertadores para as 04h da manhã. Levantamos rápido, arrumamos as mochilas com os itens do café da manhã e já partimos pra topo de novo, íamos ver o Sol nascer.

Lá em cima, o vento cortante. Nos engalfinhamos como pudemos e aguardamos (impacientes!) o Sol dar as caras. Aparentemente, o dia estava começando meio fechado. Por diversas vezes fomos encobertos por nuvens.

Porém, a sorte andava um pouco ao nosso lado, e quando o Sol apareceu por inteiro, a nuvens deram uma trégua e pudemos assistir ao espetáculo de boa.

Eu fiquei tão mas tão feliz que não consegui me conter e pulei sem parar. Contrariando previsão do tempo, um princípio de dia nublado, o Sol estava ali, sorrindo pra nós!

Depois, nos aquietamos pra continuar a contemplação, conseguirmos nos aquecer um pouco mais e tomar o café da manhã. (:

Obviamente, eu, que adoro subir subir subir, tive que fazer a foto clássica no totem do cume da Pedra do Sino!

Aí, como era domingo dia dos Pais, nos apressamos pra voltar ao abrigo, recolher nossas coisas, desarmar nosso acampamento... Fizemos tudo bem rápido e iniciamos a descida. Correu tudo bem; apenas quando quase chegávamos ao final da trilha, começou a chuviscar.

Início da trilha de descida

Concluímos o caminho de volta em 2h25min.

E o Sino foi mais uma experiência incrível pra minha lista de experiências incríveis! (:

Danielle Hepner
Danielle Hepner

Published on 11/20/2015 21:23

Performed from 08/08/2015 to 08/09/2015

Views

2120