AventureBoxExplore
Create your account
Arequipa e o Cânion Del Colca

Arequipa e o Cânion Del Colca

Conhecendo a cidade feita com rocha vulcânea e um dos cânions mais profundos do mundo.

Hiking Off-Roading

Dia 20/05/2019 – Arequipa, a cidade branca

Chegamos em virados em Arequipa, a cidade branca, doidos para tomar um banho. Tínhamos feito o passeio das montanhas coloridas no dia anterior e de lá fomos direto pegar o ônibus para Arequipa.

Chegando na rodoviária Cruz del Sur, pegamos um taxi para o hostel. Fizemos o check-in por volta das 6 da manhã. O quarto era feito com rocha de vulcão. Boa parte da cidade tem essa rocha de vulcão.

De banho tomado, nos arrumamos e fomos para a rua. Fomos para a Plaza das Armas, trocamos dinheiro e comemos alguma coisa.

Arequipa não tem tanta coisa assim para fazer, mas a ideia neste dia era conhecer a cidade e descansar um pouco da viagem. Pegamos um taxi e partimos para o mirante Carmen Alto.

Neste mirante é possível ver os 3 vulcões mais próximos de Arequipa: Pichu Pichu, Misty e Chachani.

De lá fomos para o segundo mirante da cidade. O mirador Yanahuara.

Voltamos para o centro da cidade. Pensamos em ir no convento de Santa Catalina, mas achamos o valor bem caro para ver um monte de parede. Tinha um monte de velho também... não parecia ser algo legal. Desistimos de ir e fomos para o museu de santuário Andinos. Esse foi MUITO maneiro.

Infelizmente não é possível filmar e nem tirar foto, mas vale muito a pena o passeio. De início te colocam numa sala para ver um vídeo que é praticamente uma aula da história do montanhismo e das religiões locais. Lá foi onde se achou a Juanita, a múmia congelada. Depois a guia vai mostrando as peças do local e no final você entra numa sala bem fria onde está a Juanita congelada. Ela ainda tem cabelo! Ótimo estado de conservação. Foi muito legal e recomendo d+.

Ps: Foto da internet

Saindo do museu vimos um pôr do sol absurdamente de lindo exatamente na rua entre o museu e a praça das armas. Muito lindo. O ceu vermelho/rosa, a praça das armas iluminada e os vulcões ao fundo fazendo todo o charme. Muito lindo!

Voltamos para o hostel e fechamos o passeio para o Canyon Del Colca no dia seguinte.

Dia 21/05/2019 – Canyon Del Colca. o 2º maior canyon do mundo

Acordamos por volta das duas da manhã para ir para o passeio. Pegamos uma boa estrada para o Canyon Del Colca.

Chegamos em Chivay e lá fizemos o nosso “desayuno”. Ali comecei a gravar no wikiloc. O caminho feito pode ser visto aqui clicando aqui.

Mais um pouco de estrada e chegamos em Maca. Ali da para tirar fotos com um gavião e com lhamas. Além, claro, de fazer compras. Não sou muito a favor dessa exploração de animais então nem tirei foto com lhamas e nem gavião. Enfim... A guia turistica falou que Maca é a cidade mais vulnerável do Canyon Del Colca porque é a mais afetadas pelos terremotos e isso também porque o seu terreno tem muita água subterrânea. Além disso, é a mais próxima dos vulcões e acaba sofrendo com as cinzas que eles soltam. Disse também que é um povoado guerreiro. Não aceitaram muito o domínio dos Incas e nem dos Espanhóis. Maca-Maca significaria algo como luta-luta, se não me engano.

Mais alguns minutos depois e chegamos no primeiro mirante do canyon. Perto de um túnel. Muito bonito.

Ali teve um pequeno deslizamento de pedras que me deu um susto. Cheguei a achar que seria início de um terremoto, mas não foi nada, hehe. Entramos mais uma vez na van e fomos até o mirante Del Condor para ver os Condores sobrevoando.

Os condores nada mais são que os urubus dos andes. A mesma merda coisa, hahaha. Comem coisas podres igualzinho. Aparência igualzinha... são urubus dos Andes. Nada D+.

Conhecido o lugar, entramos na van mais uma vez e voltamos para uma tenda próxima ao mirante onde tinha o túnel. Ali provamos uma fruta endêmica que parece kiwi, mas com aparência de uma laranja. San Caio o nome. Neste mesmo local é possível ver a nascente do rio que vai até o rio Amazonas.

Mais uma vez na van, voltamos até o local onde tínhamos feito o café da manhã, mas dessa vez para almoçar. Parei de gravar no wikiloc ali porque achei que o passeio já tinha acabado. Me enganei. Teve mais três paradas e foram MUITO legais.

A primeira parada depois do almoço foi num lugar/mirante onde era possível ver todos os vulcões num 360 bem legal. Vários vulcões, porém o lugar ali é BEM frio. Venta bastante também. A segunda parada foi num lugar cheio de lhamas, alpacas e vicunia. A terceira e última parada depois do almoço foi num lugar que tinha a bandeira do Peru e o vulcão Misty atrás. Ali é possível fazer algumas compras também, para quem quiser.

Depois disso, entramos na van e pegamos a estrada de volta para o centro de Arequipa. Lembrando que todo o passeio é no território de Arequipa. A cidade é gigante! No caminho, se passa perto de uma indústria.

De volta à cidade, fomos para o hostel. Tomamos banho, descansamos um pouco e fomos comer na rua.

Compramos também um doce, tipo amanteigados, que tinha diversas lojas em Arequipa. A gente pensou:

- Poxa, tem umas 5 lojas dessas aqui em Arequipa. O negócio deve ser bom. Vende bastante, é lucrativo e consegue manter as 5 lojas pelo menos. Vamos provar que deve ser bom.

Nos enganamos. Muito sem graça. Se fosse baratinho tudo bem, mas o doce era uns 9 soles e não valia nem 2. Hahaha. Muito sem graça.

Marcelo A Ferreira
Marcelo A Ferreira

Published on 09/06/2019 18:32

Performed from 05/20/2019 to 05/21/2019

Views

683

2
Jose Antonio Seng
Jose Antonio Seng 12/07/2020 12:18

Boa narrativa, Marcelo. Eu vou depois colocar aqui meu 2 day hikking no Cânion de Colca. Foi um dos mais engraçados no Peru. Vale a pena fazer !

Marcelo A Ferreira
Marcelo A Ferreira 12/25/2020 10:38

ah legal. Vou dar uma olhada. Lugar inesquecível.

Marcelo A Ferreira

Marcelo A Ferreira

Arraial do Cabo - RJ - Brasil

Rox
789

Economista, aventureiro, funcionário público. @mar_celoferreira

Adventures Map
linktr.ee/mar_celoferreira

951 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Bruna Fávaro, Fabio Fliess and 395 others support the Minimum Impact Manifest