AventureBoxExplore
Create your account
Focinho de Porco via Guapiaçu

Focinho de Porco via Guapiaçu

Focinho de Porco da Campestre, ou Pico de Santo Amaro, a partir de Guapiaçu.

Hiking Mountaineering

Serra do Mar vista desde Guapiaçu.

O Focinho de Porco da Campestre, também conhecido como Pico de Santo Amaro, é uma das 'pontas' da Serra do Mar fluminense que se projetam sobre a baixada, em direção ao litoral. Esse padrão se repete em várias montanhas, como o Faraó e o Boa Vista.

Adriana e o Focinho de Porco, no começo da trilha.

Quando tentamos conhecer esse cume, há pouco mais de um ano, nossa passagem foi barrada na porteira da fazenda Campestre (embora o pico se encontre dentro da área do Parque Estadual dos Três Picos, seu acesso mais fácil é pela fazenda Campestre). Mas como montanhista é um bicho tinhoso, decidimos subir a montanha do jeito mais difícil, a partir de Guapiaçu, na localidade que fica a seus pés conhecida como Santo Amaro, seguindo pela pouco conhecida travessia Campestre x Guapiaçu.

Muita água pelo caminho.

Adriana na trilha.

Visual do Focinho de Porco desde a travessia Campestre x Guapiaçu

É uma trilha muito bonita, mas não é para principiantes. Não há marcações, as árvores caídas podem confundir a quem não tem o hábito de caminhar na mata. E o desnível (+1800m) não é dos mais fáceis.

Túnel de bambus.

Riachos cristalianos.


O último km foi o mais difícil, visto que a trilha de acesso pela crista do Focinho estava fechada. Mesmo com um facão, os bambuzinhos deram trabalho pra chegar e pra sair do cume.

Visual do cume do Focinho de Porco.

Caledônia desde o cume do Focinho.

Panorâmica do cume. Três Picos à direita, encobertos pelas nuvens. À esquerda e ao fundo a Serra dos Órgãos.

No total foram aproximadamente 24km e 3600m de desnível acumulado, em 8 horas de atividade. Tracklog e dados em https://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=18391657

Marcelo Vieira
Marcelo Vieira

Published on 07/02/2017 10:36

Performed on 06/25/2017

Views

2062

4
Fabio Fliess
Fabio Fliess 07/02/2017 14:28

Sensacional Marcelo! Visual incrível...

Marcelo Vieira
Marcelo Vieira 07/03/2017 20:55

Obrigado Fabio!

Tallu Fernandes
Tallu Fernandes 06/17/2021 07:43

Minha avó, toda vez que saímos de carro pra qualquer lugar, a certa altura da viagem, geralmente faltando ainda muitos e muitos quilômetros pela frente perguntava, "oh, minha filha, faltam quantas léguas?". A gente achava graça, porque a medida era incompatível com a distância a ser percorrida. A questão é que minha avó cresceu viajando a pé. Hoje entendendo de onde vem meu desejo de me jogar no mundo do Trekking... eu sempre amei demais aquela velha Trekkeira... Obrigada pela linda lembrança afetiva!

Marcelo Vieira
Marcelo Vieira 06/19/2021 09:16

Tallu, uma vez li que toda jornada de valor deve ser feita a pé. Os antigos é que sabiam viajar! Grande abraço!