AventureBoxExplore
Create your account
Tati Pgz 05/28/2017 21:15
Chapada dos Veadeiros em Um Dia

Chapada dos Veadeiros em Um Dia

Sem pretensão alguma de achar que um dia é suficiente, mas encorajando a todos que não deixem de ir mesmo que tenham pouco tempo

Um dia! Um mísero dia foi tudo o que tivemos e tentamos aproveitar ao máximo.

Espero que meu relato sirva de incentivo para que nunca se deixe de aproveitar a natureza que está a nossa volta, mesmo quando o tempo é curto.

Eu e três colegas de trabalho teríamos que estar em Brasília a trabalho numa segunda feira e resolvemos nos aventurar num bate e volta na Chapada dos Veadeiros no final de semana anterior.

Saímos de Porto Alegre num vôo direto a Brasília no sábado pela manhã, alugamos uma Duster e pegamos 2h45m de estrada até Alto Paraíso. Estrada boa e bonita! Chegamos as 15:30 da tarde, infelizmente debaixo de chuva, muita chuva, o que inviabilizou nossa perspectiva de aproveitar a primeira tarde. Tudo que pudemos fazer foi ir até São Jorge para jantar - a estrada a noite entre as duas cidades está maravilhosa. Asfalto novo, muitos olhos de gato e quase nada de movimento tornam a viagem uma bela experiência! Longas retas seguidas de elevadas, somadas a fama dos avistamentos de OVNIs, fazem a imaginação rolar solta! Nos divertimos, mas tínhamos altos planejamentos para essa tarde que a chuva levou embora. Se tivessemos conseguido passear, o plano era ir a Santa Bárbara, em Cavalcante, no dia seguinte. Fomos desaconselhadas pelo volume de chuvas e pela distância, então restou torcer para a chuva ir embora.

No domingo fomos premiadas com sol e começamos nosso dia as 8 da manhã com um roteiro improvisado e puxado, mas que nos permitiu muita diversão e a sensação de ter experimentado um pouco da Chapada.

Saímos de Alto Paraíso em direção a São Jorge, onde visitamos as cachoeiras Almécegas I, Almécegas II e São Bento (entrada 30 reais). Nessa ordem, nem ficamos muito tempo na última cachoeira, mas conseguimos ficar praticamente sozinhas nas duas primeiras, por termos chegado cedo. Almécegas I é maravilhosa e tem pontos de acesso muito estratégicos. Uma trilha curta, mas íngreme e sobre pedras parte do estacionamento. Começamos pelo mirante.

Depois contornamos a trilha e as mais corajosas aproveitaram um banho nas piscinas.

Almécegas II é menor, mas caudalosa e permite ficar muito próxima, além de ser ótima para andar nas pedras com os pés na água. A trilha chega pela parte de cima e podemos ficar muito perto das bordas sem problemas.

Também dá para descer a trilha pela direita e ver a queda por baixo.

A cachoeira São Bento, depois das outras, não tinha nem graça. Tinha muita gente, achamos o acesso não muito bom e não queríamos banho, então ficamos 5 minutos ali e fomos embora.

De lá, voltamos a Alto Paraíso para visitar a Cachoeira dos Cristais e a trilha das sete quedas. Lá almoçamos na lancheria e comemos pastéis maravilhosos. A entrada custou 20 reais e a trilha, curtíssima, desce acompanhando pequenas quedas até chegar na Véu de Noiva, que fica muito cheia por ser boa para banho. A subida de volta é íngreme, mas fácil. Não são quedas de grande beleza, mas a vista é muito bonita, há espécies vegetais identificadas e as quedas permitem se divertir nos ângulos das fotografias. Excelente para crianças.

Saímos as 15h de volta a São Jorge, parando na estrada no Jardim de Maytrea. Não há recuo ou sinalização, mas a vista é realmente bonita e vale uma foto. Acho que aqui caberia mais investimento da cidade.

Depois seguimos até o Vale da Lua. Chegamos no limite da hora, pois fechava as 17h (este horário limite não é para entrada, é para saída do vale). A entrada custou 20 reais também. Há uma trilha curta até o vale, aberta e com mirantes.

O cenário é estupendo, a visão da Chapada até o fim do horizonte é maravilhosa. Há piscinas para banho, apenas a terceira estava aberta - e lotada. Infelizmente muita gente fumando tirou a beleza do momento, mas a caminhada sobre as crateras é impressionante e achamos o Vale indispensável.

(Acho que essa foto é a mais linda da minha vida. Obrigada, Aline querida!!!)

Seguimos em direção a São Jorge, passamos a entrada da cidade e pegamos um longo trecho de estrada de chão até as Termas do Morro Vermelho. O por do sol nos acompanhou e pediu a parada para foto.

Novamente 20 reais a entrada. Já estava escuro é foi preciso descer um caminho (pouco) iluminado até as piscinas. Apesar de ter movimento, o ambiente estava muito agradável e apenas uma das piscinas, a mais quente, estava ocupada. Optamos por começar nas outras e achamos fantástico para um fim de dia. Todo cansaço foi embora, relaxamos e comemoramos como o dia rendeu!

Voltamos então a São Jorge, onde jantamos, e então, a Alto Paraíso para seguir a Brasília no dia seguinte.

Um dia cheio e 160km dirigidos entre as atrações pra deixar vontade de voltar e curtir todo o chão que há para trilhar nessa Chapada, mas que valeu nossa viagem curtinha. Há muita muita coisa mais a ver, mas saímos felizes com o que conseguimos em tão pouco tempo. Não deixe de dar um pulo até lá se tiver tempo sobrando e estiver por perto. Com disposição e bom humor, muito é possível!

(Termino com uma selfie com a Duster alugada e guerrerinha que foi mais importante que as botas, desta vez: não teria outro jeito de conseguir encaixar tanto em um só dia, hehehe! Essa estrada é a chegada na Almécegas I - olhem como o chão está seco e ótimo, super compactado, mesmo com o dilúvio do dia anterior!)

Tati Pgz
Tati Pgz

Published on 05/28/2017 21:15

Performed from 05/20/2017 to 05/21/2017

Views

1562