AventureBoxExplore
Create your account

CACHOEIRA DO SACO BRAVO - PARATY

Conheça uma das cachoeiras mais lindas de Paraty

Alma Outdoor
Alma Outdoor 12/07/2020 10:17

Por: Juliana Gavião

O dia amanheceu nublado e já era domingo, o último dia do feriado, tínhamos que voltar pra casa e ainda não tínhamos chegado ao nosso destino. Depois de 3 horas de trilha pesada ouvimos um trovão. Era só o que faltava, depois de todo esforço chegar ao nosso destino com chuva... só que dessa vez não era chuva. O forte estrondo que ouvimos era das ondas quebrando nas pedras, havíamos chegado na Cachoeira do Saco Bravo, uma das vistas mais lindas do litoral brasileiro.

A Cachoeira do Saco Bravo fica em Ponta Negra, Paraty / RJ. No meio da Travessia da Juatinga, entre as praias mais bonitas que você precisa conhecer. A Travessia da Juatinga inteira leva uns 7 dias para ser feita e passa por mais de 15 praias diferentes, mas como só tínhamos um feriado de 3 dias, escolhemos conhecer a Cachoeira do Saco Bravo e para chegar lá passamos por Praia do Sono, Antigo, Antiguinhos, Galhetas e Ponta Negra. Num total de 12 km de trilhas íngremes com grandes mochilas nas costas.

Nosso primeiro objetivo foi chegar a Praia do Sono que, como em qualquer travessia que se preze, não tem acesso de carro. Por isso paramos o carro em Laranjeiras e lá fomos para os primeiros 3 km. (Devemos lembrar aqui, que viajamos durante toda a noite, não dormimos, nos perdemos um pouco e chegamos lá exaustos às 9h).

A trilha até o sono é muito bem marcada e tem apoios e escadas, porém nos primeiros 15 minutos a subida é de matar. Por isso levem mochilas leves em suas viagens isso vai ajudar muito!

Mas vale a pena a trilha viu, depois de muitas reclamações e orações para chegar logo, ainda lá do alto conseguimos essa visão aqui:

Praia linda, areia branca, água azulzinha, uma visão magnífica mesmo, de agradecer!
Como era a primeira vez que íamos para essa região, achamos importante reservar um camping antes de chegar. Não foi uma tarefa fácil, não conseguimos muitas indicações na internet, ligamos para uns três campings diferentes até conseguir reservar. Descobrimos depois que lá o telefone não funciona, por isso é tão difícil entrar em contato, tentem o facebook é o melhor jeito.

Ficamos no camping Amora, que não recomendamos, mas percebemos que não tem muitas opções por lá, tudo mais ou menos a mesma coisa, talvez outros mais limpinhos.


Com nossa base na Praia do Sono montada, e muito cansados, tomamos um banho de mar para espantar o mal olhado e voltamos a nossa barraca para dormir a tarde toda. Imagina o quão cansado estávamos, porque dormir no calor dentro de uma barraca de plástico é, praticamente, tentativa de suicídio.

A noite na Praia do Sono é bem gostosa, tem quiosques que funcionam até tarde e até música ao vivo! Mas fomos dormir cedo, nosso segundo dia prometia mais trilhas. Acordar cedo não é nosso forte, e o relógio despertou às 6h, acordamos as 7h30, tomamos café tranquilamente e acabamos saindo às 9h. Ou seja, saímos tarde para uma trilha que tinha objetivo inicial de 9 km. rsrsrs Ou seja, queríamos chegar no Saco Bravo logo no primeiro dia, mas o caminho até Ponta Negra nos convenceu do contrário.

Não tinha como não aproveitar as praias dos Antigos e Antiguinhos e mais do que isso não podíamos não parar na cachoeira e praia de Galhetas que tem um visual idílico com sua praia de pedras e águas azuis.

Não deu para correr, então chegamos já mais de 13h em Ponta Negra, que é uma praia bem pequena, com aproximadamente 400 m de areia branca e casas de pescadores. Uma comunidade bem simples mesmo. Acabamos ficando por lá, onde almoçamos um peixe delicioso com salada arroz e feijão por 35reais, bem honesto.

Depois aproveitamos o dia na praia como bons turistas, mas tivemos que voltar antes das 15h, para fazer a trilha de volta para o acampamento. Demoramos na trilha de volta e chegamos à noite, o que foi bem legal, pois pudemos ver a praia tomada de caranguejos gigantes!

No último dia da viagem estávamos quase desistindo chegar ao nosso objetivo. Então, resolvemos mudar de estratégia e invés de tentar mais uma vez a trilha, fomos procurar um barco que pudesse nos levar ao Saco Bravo. Descobrimos que não havia essa possibilidade, que no máximo iríamos até Ponta Negra para fazer a trilha direto de lá. Aceitamos o desafio.


Fato curioso é que um dos barqueiros disse que não poderia nos levar até o Saco Bravo, mas que nos pegaria lá se quiséssemos. Não entendemos bem isso, mas lá fomos nós. A trilha é bem pesada, cheia de subidas muito íngremes e meio fechada, mas é auto-guiada e não existe perigo de se perder. Fizemos a trilha no total de 2h, e quando chegamos foi de tirar o fôlego, uma cachoeira que cai nas pedras formando uma piscina de água doce antes de cair no mar. O lugar mais lindo que já vi até hoje.

O tempo estava ótimo e a água estava uma delícia, e o melhor é que não estava cheio, já que era domingo, então pudemos aproveitar bastante!

ATUALIZAÇÃO - 12/2020 - REGRAS DE VISITAÇÃO DA CACHOEIRA DO SACO BRAVO

Visitamos a Cachoeira do Saco Bravo no meio de 2018. Mas em dezembro de 2019 novas regras de visitação foram implantadas para diminuir os impactos ambientais, melhorar a segurança dos visitantes e gerar mais renda a comunidade local.

· Acesso limitado a 140 pessoas por dia.

· A trilha deve ser acessada até às 12hrs no inverno e 13hrs no verão.

· Entrada na piscina natural restrita a 20 pessoas por vez.

· É obrigatório contratar um guia de turismo (CADASTUR) ou condutor local de visitante credenciado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea).


Conseguimos chegar no sono as 16h00, para descobrir que os barcos para Laranjeiras só saiam até as 17h, caso contrário ficaríamos presos, ou teríamos que fazer a trilha de volta... e isso nem a pau!!!
Corremos para desfazer as barracas e nos arrumar e chegamos à praia para pegar uma fila enorme para os barcos, quase ficamos pra trás.

​Mas conseguimos pegamos o barco e nos despedimos dessa aventura, que é só o começo, porque vamos terminar toda a travessia qualquer dia. Mas por enquanto dá uma olhadinha no vídeo que fizemos pra vocês.

Siga o Alma outdoor no Instagram:

3
David Sousa
David Sousa 01/08/2021 04:01

um sonho esta cachoeira caindo no mar

Alma Outdoor
Alma Outdoor 01/08/2021 11:41

Já foi lá David? É lindo demais!

David Sousa
David Sousa 01/08/2021 11:50

nunca fui mas gostaria de ir um dia

Alma Outdoor

Alma Outdoor

Rox
371

Conteúdo informativo de qualidade para incentivar e inspirar as pessoas à prática de atividades ao ar livre, a interação com a natureza e a uma vida mais saudável.


19 Posts

See More

29 Following