AventureBoxExplore
Create your account

Por Mais Crianças ao Ar Livre.

Por Mais Crianças ao Ar Livre. Talvez o Futuro do Nosso Planeta Dependa Disso.

Alma Outdoor
Alma Outdoor 10/12/2020 09:39

Por: Sandro Gavião

Será que sou só eu que fico indignado quando uma criança faz birra por causa de um celular? Quando elas preferem ficar sentadas no sofá olhando para uma telinha minúscula enquanto está um lindo dia lá fora? Costumo brincar dizendo que toda vez que uma criança ganha um celular de seus pais um beija-flor morre em algum lugar do mundo.
O que está acontecendo? Por que elas brincam menos ao ar livre?

É claro que é difícil hoje em dia para um pai dizer não para uma criança quando ela pede um celular de presente, não há como argumentar contra um produto que todos os coleguinhas da escola possuem. Uma pesquisa do Centro de Estudos Sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (CETIC), de 2015 revela que 24% das crianças com 9 anos já possuem celular, 16% já tem o aparelho com 6 anos e 7% aos 5 anos. Acredito que hoje esses números devem ser bem maiores.

Não vou nem me concentrar nos malefícios comprovados que se desenvolvem em uma criança com menos de 12 anos que passa boa parte do tempo com o celular na mão, como obesidade, agressividade, ansiedade, alterações no sono, défit de atenção, etc. Vamos ficar apenas no fato de que elas não conhecem a vida de verdade.

O celular é extremamente amigável, ele dificilmente diz não para uma criança. Ela pode acessar seu jogo ou vídeo favorito quando ela quiser. É um universo onde ela tem total controle.

Mas infelizmente a vida não é assim e nossas crianças vão ouvir muito mais não do que sim dela. Não das professoras, das paqueras, do vestibular, das vagas de emprego, dos chefes... Como prepara-las para esse mundo com um aparelho tão fofo que só diz sim?

Na minha infância, quando alcancei idade suficiente comecei a ir para a escola a pé, a mais ou menos 2 quilômetros de casa. Ainda moleque já conhecia todas as ruas do bairro. É claro que coisas aconteciam. De vez em quando algum garoto queria me bater, como sempre fui magrelo eu era péssimo de briga, mas corria que era uma beleza! O fato é que tudo se resolvia no lado de fora de casa. Sem ajuda dos adultos, eu me virava.

​Sim, eu sei que o mundo mudou, há mais violência, carros mais rápidos e motoristas mais imprudentes nas ruas. Provavelmente eu não deixaria o meu filho (a) ir à padaria da esquina sem a supervisão de um adulto. Mas como já dizia a peixinha Dory de Procurando Nemo: “Se você não deixar nada acontecer com ele, nada vai acontecer com ele”. Sabias palavras Dory!

​Mas a coisa fica ainda pior. Existe algo que me preocupa ainda mais, e tem a ver com o futuro do nosso planeta.


Certa vez, o meu professor de história da arte na faculdade nos disse que se você nunca viu um leão de verdade na sua frente, nem que seja no zoológico, então você não sabe o que é um leão, o que você conhece é apenas a representação de um leão. Imagine quantas crianças não sabem o que é um boi, uma galinha, o mar, (temo que haja adultos que não saibam) ou imaginam que os porcos são cor de rosa como no desenho da Peppa Pig.


Não criamos empatia por algo que não conhecemos. Se as crianças não conhecem o que é a natureza não vamos conseguir conscientiza-las a proteger. O que teremos serão adultos doidos por asfaltar, cimentar, cortar, matar e poluir.

A vida está agitada para todo mundo, sei que é difícil, mas precisamos desligar os celulares, sim, nós adultos também, temos que dar o exemplo, né? Temos que levar essa molecada pra pedalar nos parques, entrar no mar, se sujar de terra, correr, ficar suadas, fazer trilhas...

Talvez o futuro do nosso planeta dependa disso.

Alma Outdoor

Alma Outdoor

Rox
371

Conteúdo informativo de qualidade para incentivar e inspirar as pessoas à prática de atividades ao ar livre, a interação com a natureza e a uma vida mais saudável.


19 Posts

See More

29 Following