AventureBoxExplore
Create your account
Ausangate e o Circuito de Trekking Acima dos 4.000 Metros

Ausangate e o Circuito de Trekking Acima dos 4.000 Metros

Travessia de 80km, dividida em 6 dias e 5 noites, circundando o Nevado Ausangate, caminhando por passos de montanha de 5.200 metros.

High Mountaineering Trekking Mountaineering
Edver Carraro
Edver Carraro

Published on 09/03/2015 16:16

Performed from 05/30/2015 to 06/05/2015

Views

3410

17
Edver Carraro
Edver Carraro 09/04/2015 08:49

Valeu Mariana! Renan, Peru é um parque de diversões para os trekkers! Tem lugar muito fera!

Keila Beckman
Keila Beckman 05/04/2016 20:30

Muito bom o relato. Em junho estarei lá. Vou ver se encontro Vinicunca também =D

Edver Carraro
Edver Carraro 05/18/2016 20:25

Obrigado Keila! Vinicunca fica perto do circuito, porém são necessários dois ou três dias a mais no roteiro. De Upis você segue à direita, por trás do nevado Sorimana e retorna para Ausangatecocha. Bons ventos!

Keila Beckman
Keila Beckman 05/24/2016 23:24

Estou pensando em ir à Vinicunca num bate e volta (no meio do circuito) a partir da lagoa Jatum Pucacocha retornando para acampar em Anantapata , que fica 5 km antes de Ausangate Quocha e 4 km de Vinicunca. Será que é viável isso? Vi que antes de chegar em Vinicunca tem um puta pico (quase 5 mil)

Edver Carraro
Edver Carraro 07/01/2016 23:26

Keila, entrei em contato com Cirilo e ele recomendou uma pernoite em Vinicunca. Você pode fazer o roteiro de 5D em Ausangate e utilizar um dia a mais para Vinicunca, acho mais prudente, visto que a altitude castiga demais!

Keila Beckman
Keila Beckman 07/03/2016 10:56

Obrigada pelas dicas.;)

César Zamparo
César Zamparo 11/08/2017 22:11

Eder, muito legal as fotos! pretendo fazer este circuito solo em janeiro. sobre o que você disse para a Keila, esses 5 dias em ausangate e 1 em vinicunca é supondo que a pessoa vai com auxilio de mulas ou carregando a própria cargueira??

Edver Carraro
Edver Carraro 12/16/2017 16:21

César, obrigado! Se você estiver em boa forma física (boa mesmo), acredito que consiga fazer todo o circuito sem o auxílio de mulas. Acho válido incluir um dia a mais no roteiro para aproveitar melhor. Janeiro não é época boa, chove muito e há muita neblina; tempestades e raios são comuns por lá nesse período. Penso que seria prudente aguardar pelos meses mais frios.