AventureBoxExplore
Sign Up

Pedra da Bacia - Serra da Bocaina

Trilha até a Pedra da Bacia na Serra da Bocaina, também conhecida como Pedra Alta.

Hiking Mountaineering

Pedra da Bacia – 09.09.2018

Depois de mais uma ótima noite de sono na pousada, repetimos aquele ritual de sempre. Acordamos cedo, tomamos banho, nos arrumamos e deixamos as mochilas prontas antes do café da manhã. Infelizmente, o check-out da pousada teria que ser feito até as 12h, pois os proprietários precisam levar as funcionárias para a cidade. Então, mesmo com a proximidade da entrada da trilha iríamos de carro, para no retorno voltarmos direto para Petrópolis. O objetivo do domingo era chegar ao cume da Pedra da Bacia, também conhecida como Pedra Alta pelos locais.
Após o excelente café, nos despedimos do André, agradecemos aos funcionários da pousada, carregamos o carro e subimos cerca de 300m até um largo gramado onde deixamos a viatura, na sombra. Ali pertinho fica a Pousada Recanto da Floresta, que é base da operadora MW Trekking, bastante conhecida na região.
Começamos a caminhar as 09h em ponto. A trilha começa logo acima desse ponto, numa subida discreta. Em poucos minutos começa um trecho de subida mais forte dentro da mata. Essa sombra não dura muito tempo, mas a subida forte continua a céu aberto. Ventava o suficiente para não ficarmos incomodados com o calor, que já estava presente.

Em determinado ponto da subida, encontramos uma bifurcação, com os dois caminhos bem marcados. Optamos por seguir para a esquerda, que oferecia um caminho mais plano. Cerca de 10 minutos depois as trilhas se encontram novamente.  O caminho segue sempre bem marcado por entre o capim dourado.
O dia estava com poucas nuvens, mas havia sinais de fumaça nas redondezas, deixando o céu “embaçado”. Seguimos apreciando o caminho e pouco depois, chegamos em uma cerca, com um grande aceiro. A trilha segue ao lado dessa cerca, morro acima.
Pelo que vi algum tempo depois, existe uma outra trilha vinda do bairro do Formoso em São José do Barreiro e as trilhas se juntam exatamente nesse trecho. Embora fácil por ser percorrida em um bom trecho de estrada de terra, essa trilha é bem mais longa (tem quase 20kms) e uma altimetria pesada (quase 1500m).

O altímetro do GPS marcava pouco mais de 1800m, e fomos ganhando altitude subindo nesse trecho mais fácil de caminhar, mesmo que em alguns pontos fosse bastante inclinado. Cerca de 20 minutos depois, a cerca vira abruptamente para a direita e perde inclinação. Seguimos ainda quase 10 minutos ao lado da cerca até um ponto em que ela segue dentro da mata. Um pouco antes tomamos um caminho a esquerda e entramos nesse bonito trecho de mata fechada, com uma bem-vinda sombra.
Uns 15 minutos depois, chegamos a uma clareira com uma grande pedra que oferece um visual bacana das cercanias. O cume já estava bem próximo, e foi alcançado em mais 5 minutos de caminhada. Ao todo, levamos 1h45 para chegar ao cume, sem nenhuma correria.
O ponto mais alto da trilha fica dentro da mata e é uma pequena crista, que não oferece nenhum visual. Seguindo em frente, a trilha desce um pouco e logo começa a subir até alguns blocos de pedra, que são os mirantes da montanha. Ficamos um tempo lá descansando e curtindo o visual. Fizemos um lanche, nos hidratamos e tiramos algumas fotos do local.

Depois de 40 minutos no mirante, começamos nossa volta, que mesmo com sol forte, foi feita sem maiores problemas. As 12h50 estávamos de volta no carro, onde trocamos as roupas de trilha por algo mais confortável e seco.
Encaramos todos os 27kms de estrada até São José do Barreiro, parando em alguns mirantes para fotografar. Chegando na cidade, demos uma circulada para encontrar algum lugar para almoçar. Próximo da praça da Matriz da cidade, encontramos o restaurante Rancho de comida a quilo. Comida gostosa por preço justo.
Agora alimentados, pegamos a estrada para casa, onde chegamos no começo da noite. E mais uma vez, a Bocaina me trouxe boas trilhas e visuais incríveis.
Até a próxima!

Fabio Fliess
Fabio Fliess

Published on 08/09/2020 15:22

Performed on 09/09/2018

2 Participants

Letícia Fliess Casal Outdoor

Views

316

2
Dri @Drilify
Dri @Drilify 08/11/2020 21:56

Quero muito conhecer esse lugar !

Fabio Fliess
Fabio Fliess 08/11/2020 22:32

Vale muito a pena Adriane... Planejando bem, dá pra conhecer bastante coisa.

Fabio Fliess

Fabio Fliess

Petrópolis - RJ

Rox
2593

Take it easy e bora pras montanhas! Instagram: @fliess

Adventures Map

1 Posts

Fabio Fliess Dica de livro: História de Savanas e Glaciares Africanos

5888 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Peter Tofte, Bruna Fávaro and 332 others support the Minimum Impact Manifest


Together
Inclusive Adventures
Rox

Bruna Fávaro, Bruno Negreiros and 96 others support the Together page.