AventureBoxExplore
Create your account

CAMINHADAS NA NATUREZA CONECTAM CADA VEZ MAIS NA PANDEMIA

A prática reúne exercício físico com terapia e até turismo local. Caminhadas na natureza conectam cada vez mais.

Respirar ar puro, descansar o olhar, mexer o corpo e ainda se conectar à natureza virou ostentação em tempos de Covid-19. Não à toa, tem somado novos praticantes ou mesmo a fidelização de pequenos grupos que somam histórias, amizades, proteção e principalmente saúde mental.

É um bom momento para conectarmos com as pessoas, compartilhar e curtir. E isso tem sido impulsionado em caminhadas, pedaladas, conversas, acampamentos e passeios que podem durar algumas horas ou dias.

Curtir a natureza e longe de aglomerações, combinação perfeita em tempos de pandemia.

Turismo de Aventura

Segundo a The North Face – uma das líderes no mercado de roupas, acessórios e equipamentos para atividades outdoor –, estudos mostram uma tendência de crescimento no turismo de aventura. “Principalmente porque a pandemia motiva as pessoas a valorizarem o tempo ao ar livre e também porque muitas viagens agora devem acontecer dentro do próprio país, de carro”, explica Thais Teisen, relações-públicas da marca no Brasil.

No Brasil, muita gente aproveitou o home office para curtir e buscar destinos “hiperlocais” (perto de casa) e a até 300 km de distância dos grandes centros urbanos, em relação períodos antes da pandemia. Além disso, lugares com menor fluxo de pessoas, longe de multidões ou alta rotatividade são a preferência, ser consciente e prudente principalmente. Caminhadas na natureza conectam cada vez mais.

Esforço com cuidado tem recompensa

Para evitar acidentes, aliás, vale pensar bem no que vestir e calçar. Segundo a Salomon, as vendas de botas específicos para trilhas vêm crescendo nos últimos anos, afinal há toda uma tecnologia pensada para tornar as botas impermeáveis e antiderrapantes. “Costumo proteger a canela de picadas de animais inesperados com meias mais altas e usar boné para barrar um pouco o sol”, divide Gustavo Alberti, empresário e autor no blog trilhasconectam.com.br que participou recentemente de uma Travessia no Cânion Josafaz e Pedra Branca, que faz um encontro de divisas entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. “Desde pequeno, frequento os Aparados da Serra, região de Cambará do Sul, mas essa foi a primeira vez que explorei esse percurso fantástico”, explica ele, que recorreu a agência Sol de Indiada para desbravar a região. Na mochila, “leve bastante água e protetor solar”, lista Gustavo. “De resto, é só curtir as paisagens!”

Aventura perto de casa

— O turismo de aventura e natureza tem ganho um destaque e potencial de crescimento que já chama atenção, é um baita nicho que está se abrindo dentro do setor. Num primeiro momento, não vai haver outra forma de retomada que não seja em ambientes como esses, em espaços mais abertos, para passar o dia — afirma Ronaldo Santini, secretário de Turismo do RS.

Em um cenário de confinamento e de altos índices de estresse, é recomendado resguardar momentos para atividades que trazem alguma satisfação. De acordo com o infectologista Cezar Riche, o exercício físico é um escape saudável e que deveria ser feito por todos. Mas o especialista reforça que, ao ar livre, praticando atividade física vigorosa, o uso da máscara não é indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e outros cuidados devem ser observados.

— A OMS não recomenda o uso da máscara em atividades físicas intensas. Isso porque são situações em que a pessoa vai suar e aumentar muito a sua respiração, fazendo a máscara ficar molhada e perder sua validade. Então, em momentos de esforço físico intenso, o ideal é fazer sem máscara, mas em espaços abertos e se mantendo a distância de pessoas que não fazem parte do núcleo de convivência — afirma o infectologista.

Dicas de segurança

Confira algumas recomendações de segurança contra a transmissão da covid-19 a quem deseja praticar atividades na natureza:

  • Faça atividades desse tipo com pessoas que já pertencem ao seu núcleo de convivência.
  • Use máscara em áreas comuns, como recepções, banheiros etc.
  • No momento de reunião com outras pessoas/guias para explicações sobre as atividades, use máscara.
  • Mantenha-se à distância de pelo menos dois metros de outras pessoas.
  • Durante atividades físicas vigorosas, a OMS não recomenda o uso da máscara, que perde sua função quando molhada/suada.
  • Leve álcool gel para higiene de mãos.
  • Leve sua própria comida e bebida e evite compartilhar.
  • Na hora das refeições, não fique próximo de pessoas que não pertencem ao seu grupo de convivência.

Caminhadas na natureza conectam cada vez mais!

1
Ana Retore
Ana Retore 06/29/2021 19:43

Muito bacana! Pra nós, a pandemia possibilitou vivenciar com mais apreço esses momentos na natureza. Tem muita coisa linda pra conhecer nesse país, pertinho da nossa casa.

Gustavo Alberti

Gustavo Alberti

Caxias do Sul

Rox
57

🌎 Turista 🌐 Consciente ⛺ Aventureiro 🏔 Caminhante 💪 Parceiro 🚵 Já pedalei muito 📸 Fotógrafo 🇧🇷 Caxias do Sul - RS

Adventures Map
trilhasconectam.com.br

2 Posts


437 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Fabio Fliess, Renan Cavichi and 405 others support the Minimum Impact Manifest