AventureBoxExplore
Sign Up

SISTEMA DE ENERGIA para eletrônicos em trilhas na Patagônia

Review de nosso sistema para gerar, armazenar e transferir energia na trilha durante 3 meses na Patagônia.

No verão de 2020 nós, Paula e Ramon, tivemos mais uma temporada na Patagônia, nosso lugar preferido do planeta. Foram 3 meses percorrendo diversas trilhas desde El Calafate, na Argentina, até a Villa Cerro Castillo, no Chile.

Vou compartilhar neste post como recarregamos nossos eletrônicos durante as trilhas nesta viagem.

___________________________________________

 

NOSSOS ELETRÔNICOS

 

Abaixo segue a lista de equipamentos eletrônicos que levamos para Patagônia:

  • 2 lanternas de cabeça Sanyi (link produto)
  • 1 câmera Sony, Alpha a6000 Mirrorless (link produto
  • 2 celulares Asus Zenfone
  • 1 GPS Garmim etrex 30x (link produto
  • 1 localizador GPS satelital Spot Gen 3  com 4 baterias de lítio AAA (link produto)

De todos os itens acima, somente o Spot Gen 3 não precisou de energia, pois ele ficou desligado 99% do tempo. Só liguei ele para fazer check-in de vez em nuncaOs demais equipamentos tiveram a necessidade de serem recarregados.

Vale comentar que não levamos baterias reservas para a câmera ou celulares.

___________________________________________

 

NOSSO SISTEMA DE ENERGIA

 

Usamos os equipamentos abaixo para gerar, armazenar e transferir energia durante a trilha para nós dois:

  • 2 placas solares 10W
  • 1 Power Bank 4000 mAH 
  • 10 baterias recarregáveis íon lítio 1.5V AA
  • 1 carregador de bateria íon lítio AA

A capacidade total de armazenamento é de 21866 mAh. Vale adiantar que o carregador de bateria também é usado como Power Bank.

Todos os equipamentos acima pesam juntos 560 gramas, sem contar os cabos USB, que nem lembro mais quais levamos.

Vou detalhar um pouco de cada equipamento a seguir.

 

😀 PLACA SOLAR LIXADA 10W

Levamos duas placas solares Lixada 10W. Cada placa pesa cerca de 100 gramas e cada um carrega a sua.

A energia que usamos durante a trilha vem de duas fontes: a primeira é das baterias que carregamos (seja Power Bank, baterias íon lítio ou bateria dos próprios eletrônicos) e a segunda é gerada pelas placas solares.

Durante a caminhada deixamos as placas solares em cima de nossas mochilas e cada um vai carregando seu Power Bank. Eu carrego o fraquinho Xiaomi e o Ramon carrega o conjunto Kentli, que foi o nosso principal armazenamento de energia.

Compramos essas placas quando estávamos caminhando na Pacific Crest Trail, nos Estados Unidos, pela Amazon. Mas também é vendida pelo AliExpress, por R$ 99 (preço de nov/2020 com taxa de entrega).

Não carregamos nossos celulares direto na placa solar, pois eles requerem uma potência maior que a placa consegue entregar, e acaba não carregando nada.

Até o momento usamos este equipamento em 151 dias na trilha. Ambas as placas estão gerando energia normalmente, mas a placa do Ramon está com mau contato.

O mau contato foi solucionado com o uso de um pequeno volume e fitas adesivas na saída USB. Uma pequena gambiarra.

 

😐 POWER BANK XIAOMI

Eu, Paula, carrego o Power Bank Xiaomi 4000 mAh de 120 gramas. Ele é bem fraquinho, e consegue carregar somente 30% do meu celular no modo Avião. Às vezes meu celular precisa ser socorrido pelas baterias íon lítion.

Não compramos esse Power Bank. Achamos ele largado em um hiker box durante a Pacific Crest Trail. Desde então está trabalhando na família há 208 dias (considerando somente os dias na trilha).

O Power Bank mais próximo que encontrei na web foi o Xiaomi de 5000 mAh no AliExpress por R$ 97 (preço de nov/20 com taxa de entrega).

 

😀 BATERIAS ÍON LÍTIO AA

Levamos 10 baterias recarregáveis íon lítio AA de 1,5V, todas compradas no AliExpress. Cada uma pesa 19 gramas, totalizando 190 gramas. As baterias foram compradas em ocasiões diferentes, assim temos 3 tipos:

  4 baterias 3000 mWh ou 2000 mAh
  2 baterias 2600 mWh ou 1733 mAh
  4 baterias 2400 mWh ou 1600 mAh

A melhor opção é a bateria 3000mWh, que foram as últimas que adquirimos. Somando todas as baterias temos o equivalente a 17866 mAh.

Obs.: para transformar mWh para mAh usei o site convert-formula.com

Duas pilhas são usadas diretamente nas lanternas, outras duas pilhas no GPS e quatro pilhas ficam no carregador Kentli. O carregador Kentli também é utilizado como Power Bank, transferindo a energia das baterias para celulares e câmera fotográfica.

As últimas baterias que compramos foram adquiridas junto com o carregador/power bank Kentli. Elas trilharam até hoje 61 dias. As demais pilhas, pelo que lembramos, estão conosco desde 2017 e devem estar com uns 500 dias de trilha. 

Pela nossa percepção, todas as pilhas estão funcionando normalmente. Mas não temos como medir precisamente a performance das mesmas.

 

💀 CARREGADOR E POWER BANK KENTLI

Há duas funções para o Kentli: carregador de baterias e Power Bank.

Durante a caminhada o Kentli é conectado em uma placa solar por um cabo USB, e vai carregando quatro baterias por vez. Nas paradas para descanso, o conjunto de baterias é trocado, assim tentamos deixar o máximo de baterias carregadas.

O carregador foi comprado no AliExpress em conjunto com 4 baterias de 3000 mWh. Em novembro de 2020 o preço do carregador com 4 baterias era de R$ 218.

Ele funcionou muito bem durante nossa viagem à Patagônia. Mas ao testarmos ele recentemente, já em casa no Brasil, descobrimos que ele não funciona mais. Com 61 dias de uso o carregador morreu. Snif, snif...  

 

😀 CABO USB

Não lembro mais qual cabo usamos na última viagem, mas compramos um recentemente que achamos bem bom.

É o cabo USB 3A da Suntaiho de 24 gramas no comprimento de 1 metro. Testamos em nossos celulares e o carregamento foi mais rápido que os outros cabos que temos em casa.

Em nossa próxima viagem iremos levar dois cabos da Suntaiho e mais algum que ainda estamos avaliando.

___________________________________________

 

COMO FOI NOSSA EXPERIÊNCIA

 

Durante a viagem de 2020 para Patagônia tivemos vários dias nublados na região de El Chaltén e na Ruta de Los Pioneros. Você pode checar nossas fotos desta viagem pela #mochilaosabaticotrip7 no Instagram.

O maior tempo que ficamos sem contato com uma tomada foi na Ruta de Los Pioneros, quando nos isolamos 9 dias na trilha.

Em nenhum momento, durante os 3 meses na Patagônia, faltou energia para nossos aparelhos, e nunca chegamos nas cidades com a energia zerada. Mas quando ficamos sem ver o Sol por mais de dois dias, seja pelas nuvens ou pela trilha fechada, economizamos o celular, ou seja, não assistimos Netflix na barraca à noite.

Com Sol ou sem Sol, todos os dias eu gravei vídeos no celular e o Ramon ouviu algum Podcast, sempre no modo Avião. Além disso à noite escrevo um diário, e quando eu não capoto dentro do saco de dormir, leio um livro ou assisto um seriado. A camera fotográfica foi usada somente para fotos (sem vídeos ou timelapse). E o GPS, além de nos orientar, também gravou nosso percurso. O rastreador Spot Gen 3, já comentei acima, foi usado de vez em nunca.

Quando havia muito Sol, a energia que geramos e armazenamos com o sistema foi mais que suficiente para nós dois. Meu celular chegava a ser carregado entre 80% e 100%. Vale observar que para uma boa vida da bateria do celular, não é recomendável que a mesma ultrapasse 80%.

Concluindo, este sistema atendeu perfeitamente nossas necessidades e ficamos satisfeitos com sua performance. 

___________________________________________

 

VAMOS CONTINUAR?

 

Sim, a princípio iremos continuar com as duas placas solares Lixada 10W.

Não, não iremos continuar com o carregador/power bank Kentli, pois ele pifou. Infelizmente, em novembro/20, ao visitarmos o AliExpress, vimos que a entrega de um novo carregador poderá demorar até fevereiro/21. Este prazo não atende nossas necessidades.

O que faremos na próxima viagem? Estamos estudando novas possibilidades. Muito provavelmente também não iremos mais usar o Power Bank Xiaomi de 4000 mAh. Assim que der, compartilhamos nossa decisão por aqui.

___________________________________________

 

OBSERVAÇÕES SOBRE ALIEXPRESS

 

Não sabemos direito como funciona a taxação de impostos de produtos vindo da China, mas nossos equipamentos de camping comprados até hoje não foram taxados para nós. Mas tenha em mente que  qualquer compra pode ser taxada.

Com os itens citados neste post não tivemos nenhum problema na entrega ou com o produto. Mas em outras ocasiões, já tivemos os seguintes problemas com o AliExpress:

  •  Atraso na entrega ou produto não entregue: quando isso ocorreu, pedimos reembolso integral do produto. Já aconteceu de sermos reembolsados por um saco de dormir e recebê-lo depois de um mês. Ou seja, o saco de dormir saiu de graça.
  • Produto não funciona: ao percebemos que o produto não estava funcionando, pedimos reembolso integral do produto. Isso tem que ser feito logo que for recebido. Tivemos essa experiência com a compra de um fone de ouvido.
  • Produto não atende 100% da especificação: pedimos reembolso parcial. Isso aconteceu quando compramos nosso piso para barraca. O piso entregue estava com dimensões menores que a especificada pelo vendedor. Pedimos um reembolso parcial e fomos atendidos.

___________________________________________

 

QUER MAIS?

Tem muito mais em:

8
Igor Da Silveira
Igor Da Silveira 11/12/2020 12:10

Muito boa essa sua experiência, tenho pretensões de fazer um trekking na patagonia e tinha dúvidas sobre como conseguir energia para os equipamentos....valeu pelas dicas ...

Paula @mochilaosabatico
Paula @mochilaosabatico 11/12/2020 15:10

Obrigada Igor!

Jose Antonio Seng
Jose Antonio Seng 11/13/2020 08:52

Boa, casal ! Eu uso aquele carregador solar bushnell que tb é powerbank e um ou dois powerbank de 10000 (energy2u) que ja vem com cabos embutidos microusb e iphone, alem de levar 2 cabos extras triplos (tb com usbC pra gopro). Faço isso pq uma vez o cabo estava ruim e não carregou nada. É preciso sempre de um backup. Isso funcionou pra mim em uma trilha de 10 dias.

Jose Antonio Seng
Jose Antonio Seng 11/13/2020 08:54

Eu fujo das pilhas pq elas oferecem menos energia que as baterias, e é mais um item a se preocupar. Minha lanterna é recarregavel via usb e meu gps tb.

Igor Da Silveira
Igor Da Silveira 11/13/2020 10:00

Paula nas trilhas na Patagonia a energia para os equipamentos é uma dificuldade a ser considerada?

Paula @mochilaosabatico
Paula @mochilaosabatico 11/14/2020 09:46

Oi Antonio! Obrigada por compartilhar sua experiência.

Paula @mochilaosabatico
Paula @mochilaosabatico 11/14/2020 09:57

Oi Igor! Se vc estiver bem equipado, a energia não será um problema. A gente nunca ficou com nossos equipamentos zerados em trilhas. Mas dependendo do clima, a energia solar pode ser um problema. Nessa última viagem que fizemos tivemos alguns dias nublados (região de El Chaltén e final da Carretera Austral). Inclusive quando ficamos 9 dias diretos na trilha, na Ruta de Los Pioneros, o Sol apareceu pouco. Neste cenário, economizamos o celular, mas nada que prejudicasse nossas atividades. Ficamos satisfeitos com nosso sistema que detalhei acima. Por outro lado, já ficamos 4 meses na região de Bariloche, com céu azul praticamente TODOS OS DIAS. Naquela viagem, a energia sobrou todos os dias. Aliás super recomendo Bariloche no verão! Melhor lugar da Patagônia para mim.

Igor Da Silveira
Igor Da Silveira 11/20/2020 21:24

Top... essa dica são muito boas pra eu planejar a minha aventura.... Caso eu tiver mais duvidas vou perguntar... Obrigado!!

Unfollow Cancel
Paula @mochilaosabatico

Paula @mochilaosabatico

São Paulo

Publications
44
Rox
1205

Blog: mochilaosabatico.com | Instagram: @mochilaosabatico | YouTube: MochilãoSabático

Adventures Map
mochilaosabatico.com/

4 Posts

Paula @mochilaosabatico SISTEMA DE ENERGIA para eletrônicos em trilhas na Patagônia
Paula @mochilaosabatico MOCHILA OSPREY - modelo Aura/Atmos AG
Paula @mochilaosabatico ISOLANTE INFLÁVEL DECATHLON – modelo Trek700 Forclaz
Paula @mochilaosabatico BARRACA 3F UL GEAR – modelo Lanshan 2
See More

584 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Renan Cavichi, Peter Tofte and 339 others support the Minimum Impact Manifest