AventureBoxExplore
Create your account
Bate Volta No Pico Ciririca (PR)

Bate Volta No Pico Ciririca (PR)

12hr de caminhada, de volta as trilhas com cuidado e segurança. 20km conhecendo o K2 paranaense. (Com vídeo)

Hiking Mountaineering

Já de um tempo sem trilhas e uma vontade antiga, o Pico Ciririca saiu do papel e se tornou uma trilha concluída da minha lista.

Com todos os cuidados e protocolos de segurança do covid, saímos de São Paulo no sábado fim do dia, eu , Letícia e Célio chegando bem de noitinha em Campina Grande de Sul, a princípio iríamos para a fazenda Bolinha, mas pernoitamos no Mahle Hotel ( na beira da estrada).

Iníciamos a trilha por volta das 7:30 da manhã, encontramos com várias pessoas que também estavam fazendo o mesmo percurso que o nosso, boa parte seguiu pro Camapuã e outra parte pro Ciririca também para nossa surpresa. Porém de mochila de ataque somente nós e um grupo de meninos, grande maioria estavam subindo pra acampar.

A trilha é o tempo todo fechada e com raízes e umidade comum da região da Serra do Mar paranaense, passamos por rios, pedras e quedas d'água, subindo e descendo, nada tão constante , sempre alternando o que as vezes dificultava o caminho. Chegamos ao trecho chamado "Última chance" fizemos nosso lanche e abastecemos de água antes de subir para o ataque ao cume; nem mencionei mas o caminho todo tem água.

Na subida ao cume tem um paredão com dois lances de corda, a primeira tem uma corda fixa com uma chapeleta até que nova, já o segundo está amarrado a uma árvore, a pedra por estar molhada exige mais atenção. O sol já estava castigando e chegamos ao cume do Ciririca às 12:30.

Eu fiquei impressionada ao ver as placas uma de frente a outra e o vasto campo de Caratuvas. Mas é um cume que você precisa circundar para ver a paisagem, ao subir você vê o PP, Camelos e Tupipia uma visão linda.

Descansamos embaixo da segunda placa, único lugar com sombra e plano para sentar. Lá há poucos lugares para barraca, mas mesmo assim já estava cheio, nossa descida não poderia demorar já que estávamos no bate volta.

Ao descer encontramos com pessoal vindo de circuito e que iriam acampar por lá, impressionante o número de pessoas subindo o K2, que comumente chamada de a trilha mais difícil do Paraná, eu não subestimo, eu estava sem um bom preparo físico, sem fazer trilhas por conta da Pandemia e voltei para um bate volta que levou 12horas; mas a trilha estava bem "cheia".

Conversamos com algumas pessoas e partimos de volta, nosso retorno teve que ser cuidadoso como a ida, já que meu joelho não tá tão bom rsrs.

Não mencionei mas era um dos picos que tinha muita vontade de conhecer, surgiu essa oportunidade e eu abracei. Em 2017 eu fiz uma foto do Pico Ciririca (que do nome original Siri) a partir da trilha do Paraná e fiquei com muita vontade de conhecer um dia. Vendo algumas outras lindas imagens do Célio Vong só aumentou rsrs. Então sonho realizado!

Gratidão pelo rolê!

É uma trilha desafiadora e com visual apenas na sua subida ao cume, agora voltar um dia para fazer o circuito.

Dri @Drilify
Dri @Drilify

Published on 09/09/2020 16:32

Performed on 09/06/2020

Views

638

3
Jefferson
Jefferson 09/09/2020 16:34

Eiii eu trombei vcs na subida! Kkkkk... aliás, eu estava subindo, e vcs descendo! Parabéns pela conquista!

Dri @Drilify
Dri @Drilify 09/09/2020 16:37

Ahhh que legal acho q lembro também rsrs !🍁 Essa trilha foi demais !

Thiago Irwing Jucá de Sou
Thiago Irwing Jucá de Sou 11/06/2020 22:28

Eu tbm encontrei com vcs, quase nos perdemos juntos logo no início hahaha 🙆🏽‍♂️ ... Feliz em ter tido a oportunidade de conhecê-los.