AventureBoxExplore
Sign Up
Camping Três Pedras, Só a mulherada!

Camping Três Pedras, Só a mulherada!

Camping na Serra Cuestas de Botucatu, subida a Três Pedras, caminhada ao poço e mirante da Pedra do Índio.

Hiking Mountaineering Camping

Roteiro para Final de semana acampados na Fazenda Três Pedras Botucatu,um rolê de amigos, 7 mulheres e uma criança de 12 anos. Sim é um local par você acampar, relaxar e curtir a natureza, é para todos os gostos.

Sábado - 03/10

Saímos as 9h de São Paulo, chegando as 13h na fazenda da Dona Cida, nosso trajeto incluia chegar pro almoço, acampar e fazer camminhada pelo lugar aconchegante. A estrada que leva até a fazenda dá uma distância de 24km da rodovia, é uma estradinha de terra e muita pedra, mas muito bonita, a direção é um pouco mais lenta, no decorrer do caminho tem uma bifurcação para Pedra do Indio (2km de desvio), nossa atração para o dia seguinte.

Chegando na base da Três Pedras, logo escolhemos um canto embaixo das árvores por conta do sol forte, já havia alguns carros e barracas tabém no lugar, por ser amplo é bem diverso a escolha do lugar para ficar, então os dois carros estacionaram a beira das árvores ao lado tinha um banquinho de madeira e uma "mesa" natural, onde ao chegar, uns montavam as barracas e outros ficaram preparando o almoço, á estávamos com muita fome e sede.

Levar um cooler foi essencial nesse calor, uma coca gelada e uma cervejinha tava ótimo para refrescar, a também uma bolsa térmica ajudou com os alimentos que a Thais, nossa chef de cozinha trouxe com frango desfiado para nosso fricassê.

Eu levei duas barracas, e a Tati mais duas, pronto logo eu ela, Rozy e Dai estava montando a nossa casa ao lado dos carros, um colchão inflável trás todo conforto possível para dormir, já que você tem a opção de um camping estruturado, é legal levar no porta-malas do carro. Mas ficamos com os isolantes casca de ovo mesmo, a Tati era a única com o inflável.

Almoço pronto, macarronada com calabresa fatiada e acebolada, com direito a sobremesa e paçoca clássica. Levei dois kits fogareiros e foi o suficiente, com três cartuchos de gás que sobrou em casa. Lá tinha lugar bacana pra levar uma grelha e fazer churrasco, mas não contamos com isso, até porque o certo era levar uma churrasqueira se quisesse mesmo fazer churras no rolê.

O lugar é agradavel, você via crianças e suas familias curtindo a natureza e cada um no seu cantinho, a vista maravilhosa das Três Pedras estava na nossa frente, após o almoço, caminhamos ao redor da área de camping e então decidimos ir conhecer a trilha do poço que por sinal o local está bem sinalizado com placas que foram feitas artesanalmente inicando aonde pode montar barraca, aonde inicia a trilha, achei bem bacana esse cuidado.

A trilha do poço começa bem ao lado da trilha principal das Três Pedras, saindo ali nos banheiros, é bem curtinha e esconde um poço de água refrescante, foi necessário se molhar com aquele calor.

Voltamos pra nossas barracas, já estava findando o dia e podemos contemplar o pôr do sol no vasto campo da serra Cuesta.

Voltamos e já ligamos as lanternas maiores para o camping, e fomos pra fila do banho (frio), ao voltar ficamos sentados no lençol que a Dai levou, a noite estava ótima deu uma refrescada e então depois que todos estavam lá começamos, aliás a Thais começou a preparar nosso fricassê com pão.

Domingo - 04/10

Acordamos e antes de tomar aquele café reforçado, só pegamos algumas frutas e decidimos ver quem ia subir/fazer a trilha das Três Pedras. Foi então que Eu, Rozy, Tati, Valéria e Gustavos preparamos a mochila de ataque com snacks e água, fazemos aquela pausa no banheiro e seguimos pelo início da trilha.

Eu já tinha acampado e feito essa trilha em 2018, dessa vez como disse está tudo bem mais cuidado, conversando com o senhor que cuida da propriedade também , ele disse estar construindo mais um banheiro na outra área de camping, ele sempre atencioso na área comum (banheiro e área de pia para lavagem de utensílios) levando lixos e repondo papel, o lugar apesar de estar com uma demanda alta de pessoas, permanecia sempre limpo.

Começamos a trilha contemplando a vista, as meninas tirando fotos, até que fomos guiados pelas placas que nos levava até essa placa.

Legal que a trilha está mais cuidada e contemplativa. Chegamos ao temível lance de corda, as cordas estavam com aspecto de novo, só a segunda está um pouco desgastada (quase rompendo), essa lance é bem exposto e como só tinha nós passando, fomos na maior tranquilidade, o Gu tem só 12 anos e essa era a primeira trilha dele com escalaminhada, a Valéria (mãe) também ainda não havia subido topos de montanha, mas já possuia experiência em trilha como as outras meninas.

Em trilhas como essa onde tem sinal de internet e rede telefônica não tanto quem se preocupe com um localizador satelital, mas como eu os liderei até o topo eu achei necessário levar meu Spot Gen 3, aproveitei na pausa da tilha pra explicar e conscientizar elas e o Gu sobre a importância de prevenir acidentes e também como manejar caso eles ocorram.

Eu levei fita e mosquetão para ajudar na transposição e segurança caso a corda não tivesse dando conta, como eu disse da última vez não tava tão boa. Chegamos ao cume e uuhuh era felicidade misturado com medo. Fizemos um café no topo como recopensa, fizemosa alguns cliques e contemplamos toda a vista 360 graus da serra, já estava começando a esquentar.

A descida foi cuidadosa também, o uso do bastão de caminhada foi muito útil para o barranco de terra seca ; voltando pro camping fizemos "café almoço" com tapioca, pão e vários recheios tanto salgado como doce, e começamos a desmontar as coisas. Por volta das 14h estavamos indo embora da fazenda, recolhemos todo nosso lixo gerado e numa caixa com saco deixamos na fazenda Três Pedras com os demais como foi nos orientado fazer.

Voltando pela estrada de terra entramos na bifurcação da Pedra do Indio, estacionamos, lá já é bem mais estruturado, nos refrescamos com bebibas geladas e pagamos a entrada ao mirante que caminhando dá uns 450metros, no mirante também possui um deck com uma vista linda das Três Pedras de onde viemos.

Sempre tem a hora de dizer tchau, e foi lindo e comtemplativo também nossa volta.

Gostaria de agradecer a todos que fizeram esse rolê acontecer, estamos nos habituando com o mundo em transição para o pós pandemia, todas as medidas e protocolos tentamos fazer ao máximo sempre respeitando a todos. Os lugares visitados também possuiram conduta anti-covid.

Nosso gasto ficou resumido aqui, foi um relato meio que técnico ou descritivo para deixar mais claro para quem quiser visitar, a fazenda está cuidando bem das Três Pedras e do espaço para os campistas, não houve aglomeração devivo ao seu amplo espaço, e como retomada de atividades ao ar livre eu super indico o lugar, para todas as idades e atividades.

Gastos:

Camping - R$30,00 *dinheiro somente (incluso campinge e ducha fria), valor por pessoa, não tem valor cobrado por estacionamento // aliás estaciona o carro ao lado da barraca =D

Contato da Dona Cida (14) 98114-9370

Fazenda Três Pedras Botucatu

Pedra do Indio - R$10,00 (tem lanchonete e souvernirs)

Pedágios: R$ 36,60 ida / 53,20 volta

Distância de SP: +200km

*No Item Checklist eu listei algumas coisas que levamos.

Veja as fotos!! =D

Obrigadaaa

Dri @Drilify
Dri @Drilify

Published on 10/06/2020 22:33

Performed from 10/03/2020 to 10/04/2020

1 Participant

Elas Outdoor Sp

Views

467

3
Carolina Cimó Fortuna
Carolina Cimó Fortuna 12/22/2020 14:18

Lindo demais!! Valeu pelo relato (: Dri, qual é o modelo da sua papete, por favor?

Dri @Drilify
Dri @Drilify 12/22/2020 15:08

Oieee prazer Carol. Então é da loja Decathlon... Modelo quechua... Não sei se tem outro nome mas é essa marca

Carolina Cimó Fortuna
Carolina Cimó Fortuna 12/28/2020 21:39

Ahh, vou dar uma olhada, obrigada!! :)