AventureBoxExplore
Create your account
VOLTA DAS TRANSIÇÕES DE BIKE

VOLTA DAS TRANSIÇÕES DE BIKE

Cicloviagem de 380 km em 7 dias nas serras da Zona da Mata e Sul de MG, com trekking no Parque Estadual do Ibitipoca

Bike Trip

Perrengues... prá que te quero?

Fui convidada por duas amigas, que não via há um tempo, para fazer a Volta das Transições em MG, um lindo circuito de cicloturismo criado no fim de 2016, totalmente sinalizado e com boa infraestrutura para os cicloviajantes. O nome Volta das Transições é devido a mudança de relevo, vegetação, clima, história e cultura que compõe o trajeto. Foram 7 dias no total, sendo 6 dias de pedal e 1 dia de trekking.

Já de saída, no 1º dia, na empolgação e com o olho maior do que a barriga, exagerei no almoço e logo em seguida tinha que encarar a Serra do Funil, um dos trechos mais duros do circuito. Tive uma indisposição, a digestão brigou com o esforço físico e mal conseguia ficar em pé, precisei pegar carona faltando 10 km para finalizar a etapa.

O 2º dia foi mais tranquilo com o sobe-e-desce gostoso pelas montanhas, até chegar no 3º dia...

Depois de subir um paredão saindo da cidade de Pedro Teixeira, estava iniciando uma forte descida, quando a corrente da bike escapou para dentro do aro, travando tudo! Não sei como não caí! A minha sorte foi ter passado um caminhão logo em seguida, que me deu carona até a próxima cidade, porque não conseguimos destravar a roda. A chegada de carona em um caminhão na cidadezinha de Bias Fortes, não podia ter chamado mais a atenção dos moradores! Toda hora chegava alguém para ver a bike, virei celebridade! kkk Muitos se mobilizaram para ajudar e no início da noite, a bike já estava pronta para prosseguir.

O 4° dia foi sem imprevistos, mas com uma altimetria bem puxada. No 5º dia fizemos 20 km de trekking no Parque Estadual do Ibitipoca incluindo a Cachoeira Janela do Céu. O 6º dia foi tranquilo, até chegar o 7º dia...

Após a single track de 10 km num terreno pedregoso, os parafusos do bagageiro da minha bike cairam com a trepidação, fazendo-o arriar sobre o pneu. Fiquei impossibilitada de prosseguir e esperei, no vilarejo do Cruzeiro, as meninas terminarem os 12 km restantes do circuito, para então voltarem com a caminhonete e me resgatar!

Será que elas se arrependeram de terem me convidado?? kkk

Brincadeiras e zoação a parte, essas experiências serviram para temperar, divertir e confirmar que somos capazes de superar qualquer situação com humildade, serenidade e otimismo!

Mais detalhes no blog: http://www.maratrilha.com.br/2018/10/11/volta-das-transicoes-de-bike/

Andrea Hirtsch
Andrea Hirtsch

Published on 10/23/2018 01:12

Performed from 08/20/2017 to 08/27/2017

Views

1731

5
Daniel Maffioletti
Daniel Maffioletti 10/23/2018 17:03

Legal demais, parabéns!!!

Osvaldo Silva
Osvaldo Silva 10/23/2018 19:47

Amigo, não tô conseguindo relatar compartilhando minhas aventuras, por favor me ajuda o como devo fazer para tal, obg.

Andrea Hirtsch
Andrea Hirtsch 10/25/2018 12:28

Valeu, Daniel! :)

Andrea Hirtsch
Andrea Hirtsch 10/25/2018 12:30

Osvaldo, você tem que clicar em + Nova Aventura (fica abaixo da sua foto) para abrir a tela

Tiago Oliveira
Tiago Oliveira 01/27/2021 13:24

Bela cicloviagem. Os pernoites foram em hotéis/pousadas ou em esquema de acampamento/camping ?

Andrea Hirtsch

Andrea Hirtsch

Planeta Terra

Rox
140

Blog: www.maratrilha.com.br MTB, TREKKING, SUP (em desenvolvimento), MERGULHO (nos meus planos)

Adventures Map

623 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Bruna Fávaro, Fabio Fliess and 405 others support the Minimum Impact Manifest