AventureBoxExplore
Create your account
Trilha do Ouro (São José do Barreiro/SP X Mambucaba/RJ)

Trilha do Ouro (São José do Barreiro/SP X Mambucaba/RJ)

De São José do Barreiro-SP até Mambucaba - RJ (Angra dos reis) Total: +- 50Km nos três dias, uns andando mais, outros menos

Nomes enviados ao parque , 1 van apenas alugada para levar a entrada do parque e buscar no fim da trilha na última ponte antes de um vilarejo. A estrada que a van pega para chegar a entrada do parque e para resgatar na volta é ruimzinha, mas nada impossível, bom avisar o motorista da van.

Saímos quinta a noite e chegamos por volta das 6h/7h pelo que me lembro, na entrada do parque...Após um breve café e assinar a lista de nomes já com os guardas iniciamos a trilha. (detalhe: os guardas não pediram documento pra comprovar se era a pessoa mesmo que assinava a lista, então se alguém tivesse ido no lugar das duas meninas que não foram e assinado no nome delas não creio que haveria problema... fora isso é proibido levar vinho e cerveja diz no regulamento, porém ninguém foi revistado também e mais... no final da travessia não tem guardas pra ver se quem entrou, saiu... logo, esse controle não é para nossa segurança com certeza.)

Entrada do parque,pessoal preparado para começar a trilha


Dia 1:
Andamos por estrada aberta, passavam alguns carros dos guardas ainda, pegamos um atalho e logo chegamos a primeira cachoeira, Santo isidro que tem uma boa área pra nadar e uma prainha... um frio, dia nublado, mas entramos do mesmo jeito...afinal, estávamos lá pra isso rsrs.
Após uma meia hora a chuva começou a cair, subimos e apertamos o passo pela estrada agora mais barrenta em direção a cachu das posses, essa tem uma casa abandona antes, onde pode-se optar por deixar as mochilas "escondidas" (de quem? rs) e descer em ataque para ver a cachu, essa eu tava com baita fome e não tinha poço no lado de cá do rio, só comtemplei mesmo... e subi correndo pra comer rsrsrs.

Cachoeira Santo Isidro


Dela seguimos pela subidinha e ainda um bucado de caminhada até chegar a pousada do Barreinha, onde acampamos num belo gramado junto das galinhas rs e pudemos tomar banho na cascata, o banho quente é 15,00... muito luxo se existe uma cascata de graça... tbm pudemos jantar quem quisesse, tomar cerveja o/ extremamente sensacional!!! E de quebra dividir uma dose de pinga pra esquentar!

Caminho antes de chegar a pousada Barreirinha

Camping na pousada Barreirinha



Alguns dos meninos ainda tinham energia para subir o pico do gavião, onde se consegue avistar ilha grande se o tempo estiver limpo


Dia 2:
Saímos do barreirinha e fomos para a cachoeira dos veados, um dia de caminhada, com algumas subidas, após belas paisagens, muita lama, encontrar motos fazendo trilha, algumas vacas pelo caminho, pontos de água, uma pinguela pra atravessar chegamos na área de camping dos veados já era 16h mais o menos... a área é boa e cabem bastante barracas, fizemos ataque até a exuberante cachu dos veados e discutimos sobre o caminho do dia seguinte.

COmeço do 2º dia de caminhada

Cachoeira dos Veados

Pinguela para chegar na área de camping perto da cachoeira dos Veados

Dia 3:
Acordamos cedo, não chovia e prometia ser um dia com até sol, nosso plano era sair as 7h, pois havia chão até o fim da trilha... Assim nos arrumamos o mais rápido possível e saímos para atravessar lá na frente o rio mambucaba (se não me engano) - há uma gaiolinha que cobram 10 reais por pessoa, confesso que queria ter acampado ali ao lado do rio e com 3 senhores legais que ofereceram cafézinho.

Gaiola para atravesar esse trecho do rio



Dali em diante o sol raiou, apertamos o passo, entramos em mata mais fechada e esse dia foi o dia do festival de tombos de tal escorregadia que eram as partes de pedra, após umas 2h de caminhada ou menos já começa a descida da serra pelo antigo calçamento cheio de lodo e lama, foi cansativo mas no meio tinha uma queda de cachu então tá tudo certo. E quando menos esperamos, ual, chegou!!! Teve gente que passou da linha de chegada até de tão bom que era pra ser verdade.

Muita lama antes e durante o calçamento



E pensam que ao entrar na van, roupa limpa e musiquinha acabou a aventura??? Que nada!! Após a primeira subida violenta e ruim do resgate, ficamos sem freio traseiros e assim viemos até SP, sorte que era subida de serra, que o motorista tinha mãnhas e parecia ter tudo sob controle, adrenalina é pouco!!

RESUMO
Natureza abundante, águas geladas, cachoeiras muito bonitas, seria tudo mais lindo com o sol que fez no último dia, existe muita lama, muito estrume rs e se anda bem, pode ser desgastante, porém, não senti nenhuma dor muscular além do cansaço normal, é uma trilha tranquila para quem tem condicionamento físico e foram conosco iniciantes que se saíram muito bem, dá pra fazer com passo bom, aproveitando as cachoeiras...
Na descida pelas pedras na reta final, não tem como não escorregar pelo menos 1 vez, e vim todo caminho pensando, ainda bem que era ouro que carregavam aqui né?! Pq se fosse qualquer ou carga, subindo ou descendo essa estrada acidentada e escorregadia não valia a pena não rs...
O mais importante é ter bom humor como o nosso grupo tinha de sobra, até numa van se freio se ria a valer!


2
John Banks
John Banks 03/06/2016 17:41

Oi, Lilian! Boa tarde! Desculpe-me por sair adicionando vc sem mais nem menos. Mas eu gostaria, primeiramente, de pegar umas dicas com vc sobre oq fazer no parque. Digo, estou pensando em visita-lo nas férias de Julho. Dá pra visitar legal esses locais que vc foi?? Um abraço!!

Lilian Oliveira da Silva
Lilian Oliveira da Silva 03/07/2016 17:39

Olá John Sim tem muita coisa legal para fazer, mas você tem que fazer reserva no parque antes

Lilian Oliveira da Silva

Lilian Oliveira da Silva

São Paulo

Rox
119

Formada em Engenharia Civil, apaixonada pela vida e pela natureza e tento levar quem amo para conhecer esses lugares incríveis pelo mundão!

Adventures Map
www.facebook.com/lilian.oliveira.965

144 Following