AventureBoxExplore
Create your account
Pedra Da Macela - Cunha

Pedra Da Macela - Cunha

O passeio improviso que deu muito certo.

Camping Hiking Trekking

Há 3 anos venho tentanto subir o Marins e nunca deu certo... não foi diferente desta vez. Passei a semana inteira planejando com os outros três que iriam subir, comprandos as coisas, a comida e tal. Combinamos de sair 2h da manhã de sábado. Eis que, na sexta á noite explodiu uma subestação de energia na cidade vizinha e o nosso amigo Alisson do grupo teve que ir até o serviço de madrugada por causa desse contratempo. Acordadas prontas pra ir, eu e a Tamiris estavamos esperando ele ou nosso outro amigo dar noticias. Ele foi pro serviço e voltou por volta das 3h da manhã. Discutimos se ainda iriamos ou não, e dada a previsão que indicava um pouco de chuva e o horário, decidimos por deixar o Marins para uma outra vez. Daí então os meninos nos chamaram pra acampar na Macela. Fiquei chateada pela frustação de mais uma vez dar errado a ida ao Marins, mas logo aceitamos o convite. Fomos dormir pois só sairíamos lá pelo horario do almoço.

E ai sim deu certo. Saímos meio dia, paramos em um restaurante na beira da estrada já em Cunha e almoçamos. Logo depois já estávamos deixando o carro em um recuo a direira antes do portão onde começamos a subir a pé.

Começamos a subir e eu comecei a sentir um leve mal estar, um refluxo, e tenho quase certeza que foi por causa que eu almocei uma bela parmegiana e não descansei antes de começar a subir. E pra quem já foi sabe o quão íngreme é, fora meu despreparo fisíco com a mochila pesada. Fomos parando um pouco no caminho, Tamiris também não estava tão bem fisicamente. Entretanto, é uma trilha rápida. Levamos uma hora pra subir. A medida que íamos subindo as nuvens vinham atrás e já quase no pico dava pra avistar um mar de nuvens.

Assim que chegamos fomos jogar nossas mochilas no chão e montar nossa barraca na área de camping. Não chegamos ir na pedra o que talvez tenha sido um pequeno vacilo já que durante a montagem da barraca o tempo fechou e não dava pra ver mais nada. Não tinha nenhuma barraca aonde montamos a nossa, achamos até que ia ter só a gente acampando lá, porém depois chegou algumas pessoas, mas que acamparam em outro lugar.

Enquanto ajeitávamos as coisas o céu abriu um pouquinho e nos concedeu com o sol, mas não durou muito. Passamos um tempo ali de bobeira e depois fomos dar uma volta até a pedra e depois para outro lado do pico. Já tinha escurecido e estava garoando quando entramos pra barraca e o Igarashi começou a fazer nossa janta.

Bem alimentados, jogamos um pouco de "Quem sou eu?", nos divertimos e logo o cansaço bateu. Arrisco dizer que choveu a noite toda. E em algum momento soou um barulho que parecia de um gerador ou algo tipo vindo da torre de antena que tem lá em cima, mas nada que interferisse o sono. Tivemos uma noite de sono tranquila, ninguém passou frio.

Acordados pela manhã saímos da barraca pra ver como o tempo estava e demos de cara com ele totalmente fechado. Mesmo chuviscando fomos ver como estava na pedra e quem sabe fazer um café por lá. No meio do caminho conseguimos avistar uma galera lá já, numa esperança raza de que o tempo iria abrir, mas não demorou muito e aos poucos eles iam embora. Nós também já convicentes que o tempo não ia mudar desistimos e fomos tomar café dentro da barraca quentinhos e secos.

Logo após o café nos aprontamos para ir embora. Arrumamos as coisas, desmontamos a barraca, pegamos todos nossos lixos e fizemos uma ultima refeição. Prontos para partir descemos com o tempo do mesmo jeito. Levamos uns quarenta minutos para chegar no portão onde se inicia a caminhada assim sendo estando rapidamente no carro para pegar estrada.

Camila Moura
Camila Moura

Published on 11/04/2020 21:25

Performed from 10/03/2020 to 10/04/2020

Views

265

3
Francisco Assis
Francisco Assis 11/06/2020 07:22

Top.... Camila, me tire uma dúvida. Quantas barraca do porte de 2 pessoas cabem na area de camping?

Camila Moura
Camila Moura 11/06/2020 13:13

Acho que ali naquela área umas 3/4, acho. E tem outros lugares que eles armam as barracas também.

Wemerson dos Santos
Wemerson dos Santos 11/10/2020 11:06

Legal, Camila! Gostei do relato. Estou começando a me preparar para iniciar no mundo instigante das aventuras outdoor. Se tiver Instagram, me segue lá: @wemerson_guga

Camila Moura

Camila Moura

São Paulo

Rox
579

Sonhadora, apaixonada pela natureza e montanhas. 24y @caamilamouraa

Adventures Map
www.instagram.com/caamilamouraa/

1 Posts


95 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Bruno Negreiros, Bruna Fávaro and 405 others support the Minimum Impact Manifest


Together
Inclusive Adventures
Rox

Bruna Fávaro, Renan Cavichi and 156 others support the Together page.