AventureBoxExplore
Create your account
Parque Nacional do Caparaó

Parque Nacional do Caparaó

Trekking para o Pico do Cristal e travessia do PN, com cumes no Pico do Calcado e Pico do Bandeira

Trekking Mountaineering Camping

Dia 01: Trilha para Pico do Cristal a partir da Casa Queimada

Em primeiro lugar, chegar à portaria do PN Caparaó pelo lado do ES sem transporte próprio não consegue ser rápida e barata ao mesmo tempo. A maior cidade próxima é Cachoeiro do Itapemirim. De SP, RJ, BH ou VIX também pode-se chegar diretamente em Espera Feliz-MG. A partir desta cidade existem ônibus que levam até o distrito de Pedra Menina-ES (outra opção é ir até a cidade de Dores do Rio Preto-ES ou Guaçuí-ES, e delas ir até Pedra Menina). A partir de Pedra Menina ou se caminha ou se contrata um transporte na cidade até a portaria (cerca de 9km de estrada pavimentada). O transporte vai custar algo em torno de R$120 (até a área de camping da Casa Queimada). Alternativamente, para quem prefere começar por MG, deve-se chegar até a cidade de Alto Caparaó-MG (ônibus saindo de Manhumirim-MG) e também caminhar ou conseguir transporte até a portaria. O custo é de cerca de R$ 70 (até a área de estacionamento do Tronqueira).

A partir da portaria do ES, o transporte consegue chegar até Casa Queimada, passando por outro área de camping, próxima de cachoeiras, o Macieiras. Para quem vai de carro também é possível chegar diretamente até Casa Queimada e estacionar por lá (do lado mineiro o estacionamento fica em Tronqueiras e deve-se fazer uma trilha de 3,7km até o Terreirão, onde fica a área de camping). Não é possível passar de moto depois da portaria.

A partir da Casa Queimada, a trilha é super bem marcada (tanto pelos totens oficiais do PN, quanto pelo excessivo desgaste da trilha que é bastante frequentada). As trilhas tanto para o Cristal, quanto para o Bandeira começam no mesmo lugar (há placas indicativas). Como pode-se ver na altimetria (fotos), é uma grande subida inicial, que vai em direção à base do Pico do Calçado. A entrada para a trilha que vai até o Cristal é pouco marcada. Poucas pessoas entram nela. Por isso mesmo, não é uma trilha indicada para pessoas com pouca experiência. Após poucos metros depois do início da trilha, existem diversos totens de pedra que ajudam a navegação, mas algum bom senso e senso de orientação são fundamentais. A parte final da trilha consiste em três trechos de subidas fortes, com bastante escalaminhada. Lajes de pedra longas, principalmente. Do cume se tem um visual muito bonito de toda a região e dos demais picos do Parque.

Existe uma trilha que vai do Terreirão (lado mineiro) diretamente até o Cristal, sem passar pelo Calçado. Ouvi dizer que é bem pesada. O tracklog que usei quando estava no parque também indicava uma opção de saída bem antes de chegar à base do Calçado. Não encontrei esta trilha e, visualmente falando, não me pareceu ser uma boa opção (teria muito vara mato e trechos muito inclinados).

Existe água na região do Pico do Calçado. De toda forma, vale a pena levar suficiente para toda a caminhada.

Dia 02: Travessia do PN (ES-MG)

A travessia começa na mesma trilha do Pico do Cristal e vai diretamente para o Pico do Calçado, contornando o Pico do Calçado Mirim (ou Calçadinho), que é o "salto" do calçado formado pelas pedras. Após o cume do Calçado, a trilha segue para o Pico do Cruzeiro, onde é possível deixar a mochila e fazer o último trecho para se chegar ao Pico da Bandeira.

Após o Pico, o trecho final para se chegar até o Terreirão (área de acampamento do lado mineiro) é uma descida bem técnica, com muita pedra solta. Trecho bem cansativo. Para quem tem fôlego, o percurso entre o Terreirão e o Tronqueira (estacionamento, onde pode-se combinar o resgate) tem menos de 4km e é facilmente percorrido em menos de 2 horas (perto de 01 hora, sem muito esforço).

Todo o trecho é muito marcado por totens e pelo desgaste da trilha. Muito difícil se perder em um dia claro, sem neblina. Em dia de neblina é importante ter cuidado em alguns trechos, onde já existem diversas trilhas marcadas.

A água disponível na trilha se encontra antes do Pico do Calçado, principalmente.

As áreas de camping do parque contam com banheiros (bons), banho (gelado) e água potável.

A entrada para o PN custa R$ 12,50 mais R$ 6,00 por pernoite. Existe alguma cobertura de celular, principalmente nos picos. Eu não consegui sinal nas áreas de camping.

Edgar Perlotti
Edgar Perlotti

Published on 08/07/2015 12:18

Performed from 08/02/2015 to 08/04/2015

Views

4028

Edgar Perlotti

Edgar Perlotti

Monte Santo de Minas - MG

Rox
154

Mineiro de nascimento, paulistano por bastante tempo, mergulhador e entusiasta do montanhismo, cicloturismo, kayaking e tudo que tenha a ver com o mundo outdoor

Adventures Map
www.tripline.net/trip/RTW_Trip-35625237772010108EF7C520830FE432

88 Following