AventureBoxExplore
Create your account
Salto Ángel • 979m • Parque Nacional Canaima  • Venezuela

Salto Ángel • 979m • Parque Nacional Canaima • Venezuela

Por Juliana Trevisanuto para Elas Outdoor SP • Maior Cachoeira Do Mundo • Parque Nacional Canaima • Setor Ocidental • Bolívar • Venezuela

Waterfall Hiking Trekking

Por @julianatrevisanuto para @elasoutdoorsp #ElasOutdoorSP


Salto Ángel / Kerepakupai Merú • 979m • Parque Nacional Canaima • Setor Ocidental • Bolívar • Venezuela


Siiiiim é aquela cachoeira que inspirou o Paraísos das Cachoeiras em Up - Altas Aventuras ;)


É indescritível de tão linda, majestosa e imponente! Fiquei sem fôlego ao admirá-la. É uma das paisagens mais impressionantes que os meus olhos puderam ver até hoje.


O lugar é muito mágico e de uma energia muito boa! Gratidão imensa por ter realizado este momento tão sonhado por mim e presenciando toda a imponência da natureza, tanto no percurso da viagem, quanto no objetivo final que era ficar admirando o Ángel / Kerepakupai


Localizado no Parque Nacional Canaima, sudeste da Venezuela, o Salto Ángel ou como é chamado em Pemón pelos nativos Kerepakupai Meru que no idioma Pemon significa “queda de água até o lugar mais profundo” ou Parakupá Vená que significa “a queda do ponto mais alto” é a considerada mais alta cachoeira do mundo com 979 metros (807 metros de queda sem interrupção), gerada pela queda do rio Churún que cai da montanha Auyán Tepui que no dialeto Pemon significa “Montanha do Diabo”.


Auyantepuy é um dos maiores tepuis da Venezuela e abriga muitas cachoeiras. E por isso, ele é um dos motivos do apelido “Paraíso das Cachoeiras”. Lembra do filme Up – Altas Aventuras?


Anteriormente à queda principal, a cachoeira apresenta cascatas inclinadas e são seguidas com queda inferior de 30 metros; é a maior sem interrupção. Do salto nasce o rio Churún, afluente do rio Carrao que, por sua vez, desemboca no rio Caroní e finalmente no rio Orinoco (maior rio da Venezuela). O rio Caroní alimenta a hidrelétrica de Guri, que fornece cerca de 70% da eletricidade do país e abastece a maior parte do Estado de Roraima, no Brasil.


Sua queda é tão alta que, apesar do grande volume de água que sai de seu topo, ela é vaporizada antes de chegar ao solo e atinge a base da montanha como uma névoa fina.


O status de maior do mundo é de acordo com a National Geographic Society. A altura total do Ángel inclui tanto o mergulho em queda livre quanto um trecho de corredeiras íngremes em sua base. Porém, mesmo descontando essas corredeiras, a longa queda ininterrupta de 807 metros ainda quebra recordes e ganha de longe da nossa considerada atualmente a maior cachoeira do Brasil • Cachoeira da Neblina de 450m que fica na Serra dos Órgãos.


Definir qual a maior cachoeira do mundo é bem questionável já que não existe um padrão universal para designar o que conta como uma cachoeira.


Algumas cachoeiras consistem de uma única queda; outras incluem uma cascata suave sobre corredeiras; outras envolvem ainda uma combinação das duas coisas como o Salto Ángel.


Encravada em um platô rochoso na floresta amazônica, o Ángel foi batizado em homenagem ao seu descobridor, o aventureiro estadunidense James Angel que a bordo de um pequeno monomotor, avistou a cachoeira em setembro de 1937, durante uma expedição em busca de ouro. Ele tentou aterrissar perto do topo, mas acabou atolado em um pântano e ficou perdido na selva por 11 dias. Contudo, os indígenas já conheciam este salto como Kerepakupai.


Insatisfeito com a origem estrangeira da denominação, o presidente Hugo Chávez decidiu renomeá-la, em 2009, e agora a catarata também recebe o nome indígena de Kerepakupai Merú.


Desde criança sempre fui vidrada nesses lances de “maiores do mundo” e quando tomei conhecimento sobro o Ángel, imediatamente entrou na minha lista de desejos.


A aventura foi mágica do início ao fim e eu plena e muito feliz com cada detalhe do percurso.


No dia seguinte (03.01.18) que chegamos no Parque Nacional Canaima, eu estava ansiosa e feliz junto dos meus amigos Tiago e Santana). E assim, partimos rumo ao majestoso em sua plenitude Salto Angel, numa embarcação de madeira motorizada (canoa rústica) comandada por nativos (indígenas).


Subimos a correnteza com vários desvios das rochas que encontramos no caminho. A viagem durou cerca de 3 a 4 horas navegando pelos rios Carrao e depois o Churún.


Para a nossa sorte fomos em uma época boa, com o rio cheio. Foi lindo subir o rio no meio de grandes tepuis em meio a neblina. Os tepuis são grandes formações montanhosas, com paredes verticais e cimo geralmente plano


Teve um momento do percurso que tivemos que descer e fazer uma trilha de aproximadamente uns 30 minutos, devido aos obstáculos que o barco teria que enfrentar.

Também fizemos uma parada para o lanche.

Em meio à névoa que vai e vem entre os tepuis, o tão esperado Ángel aparece... este momento foi...sem palavras.


Quando descemos da canoa subimos uma trilha íngreme em mata fechada de aproximadamente 1 a 2 horas com alguns obstáculos escorregadios, mas nada mto complicado ahhaha


Enfim, chegou o momento mais esperado e a queda estava linda e caudalosa. Dia abençoado.


O mirante é um dos melhores pontos para apreciar aquela maravilha natural.


Após muita contemplação seguimos pela trilha para mergulhar na piscina natural para energizar o corpo e a alma.

Iniciamos a descida para o acampamento. Esta parte também merece um destaque, pois foi tão marcante, quanto admirar o Ángel.


Dormimos na rede em um acampamento rústico montado no meio da selva próximo ao rio com energia elétrica de um pequeno gerador. Tive o presente de conseguir um lugar bem de frente para o Ángel.

São muitos momentos marcantes sobre a aventura e dormir na rede olhando e acordando olhando para a cachoeira foi literalmente um sonho se realizando.


E assim dormi.. e acordei admirando aquele sonho que estava difícil de acreditar que era real. Era um sonho mesmo...um sonho se concretizando.


No dia seguinte pegamos o barco e começamos a descer o rio que foi mais rápida que a ida.


Em seguida, pegamos o nosso vôo no teco-teco e com muita dor no coração tive que dar tchau para aquele paraíso que espero um dia retornar.


Antes de planejar a viagem levar em consideração o período de chuva, pois 2 amigos foram 20 dias depois que estive lá e não conseguiram conhecer porque o rio não estava cheio.


O guia falou que tem a opção de conhecê-la por cima. Parece que para descer são dois dias de descida, dorme no paredão e continua a descida.


Sou extremamente apaixonada pelo lugar e quero muito voltar lá outras vezes.

Fiz um vídeo para tentar resumir os dias que fiquei por lá. Anexei aqui no relato ou você pode conferir no link abaixo:

https://youtu.be/aRBu_0GgHeg

#SaltoAngel #angelfalls #AngelFall #kerepacupaimeru #kerepakupai #KerepakupaiVena #ParakupaVena #Churunmeru #venezuela #canaima #parquenacionalcanaima #lagunadecanaima #tepuy #pemon
#puertoordaz #bolivar #UPaltasaventuras #TurismoVenezuela #naturaleza #salto #nature #explore #trilhandotrilhas #trilhando #trilhas #trekking #cachoeiras
.

Elas Outdoor Sp
Elas Outdoor Sp

Published on 07/06/2020 02:10

Performed on 07/06/2020

1 Participant

Juliana Trevisanuto

Views

660

2
Jose Antonio Seng
Jose Antonio Seng 12/20/2020 16:25

Legal, Juliana. Parabéns pela trip. Queria conhecer Salto Angel junto com Monte Roraima. Esperando a pandemia melhorar para tentar achar uma data. Vc foi num janeiro, né ?

Fernando Santos dos Anjos
Fernando Santos dos Anjos 04/30/2021 08:33

Meu sonho de consumo, parabéns pela conquista 👏🏿👏🏿👏🏿👏🏿

Elas Outdoor Sp

Elas Outdoor Sp

São Paulo

Rox
1072

Relatos e dicas de mulheres apaixonadas pelo esporte outdoor ♀️⛰🏕🏄🏽‍♀🧗🏻‍♀🚴🏾‍♀🚣🏿‍♀ Instagram: @elasoutdoorsp 🔰 Desde 03/2020

Adventures Map
linktr.ee/elasoutdoosp

43 Posts

See More

111 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Bruna Fávaro, Bruno Negreiros and 405 others support the Minimum Impact Manifest


Together
Inclusive Adventures
Rox

Renan Cavichi, Bruno Negreiros and 156 others support the Together page.