AventureBoxExplore
Create your account
Trilhas das Praias Desertas | Divisa de Caraguá e Ubatuba

Trilhas das Praias Desertas | Divisa de Caraguá e Ubatuba

Trekking saindo da Praia da Tabatinga em Caraguatatuba, passando pelas praias da Figueira, Ponta Aguda, Praia Mansa e Lagoa.

Hiking

Sexta-feira, +/- 19:00, nosso amigo Américo liga dizendo que vai acompanhar um grupo de pessoas guiados por sua esposa Mariane pela “Trilha das Praias Desertas” em Ubatuba e pediu de uma forma bastante formal (”… bora?”) se também queríamos ir. Prontamente dei minha resposta igualmente formal (”… bora!”), como o Renan estava indo para SP em um congresso e não pode ir conosco.

Na manhã de sábado, após desmarcar a trilha (pois o grupo de SP quebrou o carro e não pode vir) e remarcar (pois o dia estava muito lindo para ficar em casa) partimos até a praia da Tabatinga (a última de Caraguatatuba), local de partida da trilha.

Logo nos primeiros passos, ainda dentro do bairro, visualizamos diversos pássaros coloridos (saíras, tiês, etc.) indicando que tinha tudo para ser um ótimo dia de caminhada.

Seguimos pela estrada (que vai até a praia da Ponta Aguda) e entramos na primeira trilha aberta indo em direção à Praia da Figueira onde não perdemos tempo e caimos na água que estava totalmente transparente.

Partindo da praia da figueira voltamos até a trilha e começamos a subir o morro onde pudemos ter a linda vista desta praia bem como da Ilha do Tamanduá.

Mais alguns minutos de caminhada e chegamos a uma costeira entre as praias da Figueira e da Ponta Aguda. Novamente a fantástica vista me impressionou.

Retornando um pouco pela trilha, entramos em um novo caminho e seguimos em direção à praia da Ponta Aguda (a mais movimentada de todas o que não quer dizer que havia muita gente na praia). A Ponta Aguda possui uma boa estrutura para quem deseja ir de carro para passar o dia ou vários dias pois possui também uma grande área de camping.

Um tanto quanto contra os princípios da caminhada, mas vencidos pelo calor, sentamos em um barzinho e tomamos uma gelada (cerveja, para os leigos), compramos água e partimos em direção à Praia Mansa.

A Praia Mansa possui uma pequena faixa de areia e é praticamente deserta porém haviam muitas lanchas (de todos tamanhos) apoitadas em suas águas. Como estava muito quente, aproveitamos para descansar por um bom tempo e fazer amizade com alguns siris que, de tão isolados que estão, nem tem idéia do que é ter medo de humanos.

Mais ou menos 1,5 horas depois, partimos em direção à Ponta Aguda (não a praia, a costeira que leva esse nome). Após alguns minutos (talvez uns 30) e muito calor (pois estávamos andando sobre uma imensa lage) chegamos à famosa “ponta”. O tamanho da lage impressiona, é muuuito grande mesmo, mas a vista também impressiona, pode-se visualizar as praias da Ponta Aguda e Mansa e a Ilha do Tamanduá em um lado e a praia da Lagoa no Outro.

Ah, esqueci de comentar, mas a vista de IlhaBela e da Ilha Vitória nos acompanhou durante todo o percurso.

Voltando um pouco pela trilha, e sendo guiados por uma simpática borboleta, pegamos o entroncamento que leva à Praia da Lagoa, uma praia extensa e linda, normalmente com enormes ondas (nesse dia estava calminha e com as águas totalmente transparentes) e que ao Norte possui uma linda lagoa de água doce. Ficamos um bom tempo aproveitando essa maravilha, o prazer de usufruir daquelas águas era tanto que em dado momento, boiando de braços abertos nas águas da praia, dei uma cochilada a ponto de sonhar que uma onda estava estourando em cima de mim, acordei de susto e vi que tudo estava tranquilo e os amigos Américo e Mari estavam também boiando de olhos fechados ao meu lado.

Partindo da Praia da Lagoa passamos por uma área onde existiam muitas bromelias ao redor da trilha, uma vista muito linda da flora do local. Logo em seguida existem umas ruínas do tempo da escravatura e a casa de uma família que reside no local.

Retornamos pela estrada (fechada pela mata) que liga a Praia da Lagoa à Tabatinga onde ouvimos vários pássaros (que não conseguimos ver) sempre acompanhados pelo mar ou pelas montanhas (ou ainda, por ambos).

Até então o dia havia sido perfeito, porém fomos convidados a participar de um churrasco de aniversário no caminho da volta para Caraguatatuba, imagina a fome em que estávamos! E a vontade de tomar uma cerveja (gelada para os leigos) em meio aos amigos. Até cantamos em uma roda de violão!

Realmente o dia foi muito perfeito, mas não terminou aí, ao chegar em casa, minha esposa disse “comprei um teste de farmácia” (de gravidez, para os leigos) e resolveu usá-lo no momento em que cheguei. Para meu maior espanto, apesar de que o dia não tinha como ser mais perfeito (mas foi), descobri que seria pai! A maior de todas aventuras começa agora!

Esse dia serviu como lição indo totalmente na direção contrária ao pessimismo pois, por melhor que algo possa parecer, sempre tem como ficar ainda melhor!

Agradecimentos especiais aos amigos Américo e Mari pelo convite e mais ainda pela prazerosa compania durante a trilha.

Até a próxima aventura!

8
Claudio Luiz Dias
Claudio Luiz Dias 09/07/2015 18:19

parabéns pelo relato e pela paternidade. Em quanto tempo vcs fizeram ida e volta?

Ederson Rafael Wagner
Ederson Rafael Wagner 09/07/2015 22:33

Olá Claudio, obrigado. Levamos umas 4 horas no total, mas sem muita pressa. Acho que já fiz essa trilha umas 4-5 vezes e é sempre impressionante ! []s

Cristina Brazil
Cristina Brazil 09/08/2015 19:41

aeeee, sr. moço !! irado eim !! kkk :P

Claudio Luiz Dias
Claudio Luiz Dias 09/09/2015 21:12

obrigado Ederson

Ana Paula
Ana Paula 02/28/2017 19:50

Olá, sei que o post é bem antigo mas pelo que li você é bem experiente nesse trajeto e gostaria de algumas dicas e confirmações rsrs é minha primeira vez na praia e pretendo ir pra Ubatuba, e não gosto de muvuca aí to escolhendo essas praias selvagens, aí quero fazer mais ou menos esse trecho aí que você fez, pulando a tabatinga, queria fazer figueira, ponta aguda, mansa e lagoa. Vamos as perguntas rs se puder me responder ficaria muitíssimoo grata mesmo. Vou de carro pra Ubatuba, carro popular (up! da Wv), consigo andar com ele na estrada de terra que vai pra ponta da aguda?(li que é tensa), caso eu não consiga, de onde eu iniciaria a trilha, da rodovia?? Caso eu consiga ir de carro pela estrada de terra, tem algum local pra estacionar pra pegar a trilha pra praia da figueira? A trilha da praia da figueira é uma porteira do lado direito? (vi no google maps), depois que fui na praia da figueira eu tenho que voltar pra estrada pra chegar na praia ponta aguda?

Ana Paula
Ana Paula 02/28/2017 19:53

Continuando..rs Qual o máximo que vou com o carro? É na ponta da aguda? Ou dá pra ir de carro até as outras? Existe um trajeto somente por trilha que eu faria da figueira até a lagoa sem ter que ficar pvoltando pra estrada pra pegar o carro, tipo deixava ele próximo a entrada da figueira e fazia todo o resto a pé, seria possível ou muito cansativo? Desde já agradeço e desculpa tantas perguntas rsrsrs

Renan Cavichi
Renan Cavichi 10/15/2017 17:32

Olá Ana, fiz com o Ederson essa trilha! Você pode deixar o carro na Tabatinga e começar a caminhada de lá! Só seguir a rua da praia sentido Ubatuba!, A estrada até a Ponta Aguda não é muito boa para carros populares. Sim descendo a porteira do lado direito você desce até a Praia e de lá segue pela trilha, sempre sentido Ubatuba, a estrada para Ponta Agua segue em Paralelo, um pouco mais pra cima da trilha! A trilha no final da praia é meio fechada, tem que procurar bem a entrada!

Ana Paula
Ana Paula 12/13/2017 21:29

Obrigada Renan! :)