AventureBoxExplore
Create your account
Trekking Parque Nacional Huerquehue

Trekking Parque Nacional Huerquehue

Caminhada de 1 dia no Parque Nacional Huerquehue, percorrendo o caminho Los Lagos e Nirrico.

Trekking

Entre Fevereiro e Março deste ano de 2018, tive a oportunidade de passar as férias no Chile, e procurei escolher para visitar cidades proximas aos Parques Nacionais Chilenos. Consegui visitar 4 Parques Nacionais e fazer algumas caminhadas, todas de forma independente, sem a contratação de agências de turismo. Nesta e nas proximas 3 postagens, vou procurar detalhar um pouco mais o "Como chegar" e o " O que fazer", caso haja mais pessoas interessadas.

Sobre o Parque Nacional Huerquehue:

Está localizado na Região de Araucania, sendo Pucon a cidade turistisca mais proxima do Parque. Pucon está localizado aproximadamente 790km de Santiago, havendo serviços de ônibus regulares.

O Parque Huerquehue foi criado em 9 de junho de 1967, e dos 4 parques que eu tive a oportunidade de visitar, foi o que apresentou maior exuberância, realmente lindo, e também com uma infra-estrutura bastante surpreendente, tanto de camping como demarcação dos caminhos.

Neste parque é posível fazer os seguintes Trekkings:

Los Lagos - este é o recomendado para fazer em 1 dia, o mais visitado, mas MUITO bonito.
Quinchol - Não recordo a distância e tempo
Los Huerquenes - Não recordo a distância e tempo
San Sebastián - Estilo travessia, com 22km, recomendado para fazer em 2 dias.
Ñirrico - Autoguiado, com 800m, logo após a entrada do parque.

Como Chegar

Em Pucon, há uma terminal de onibus local " Buses Caburgua", que fica muito proximo da avenida central, e também de outro terminal, o da JAC Buses. Neste terminal "Caburgua" há saídas para vários locais como o Parque VillaRica, onde é possível subir o Vulcão de mesmo nome (já tem relato na plataforma), ir para a cidade de VillaRica e o que interessa, ir para o Parque Nacional Huerquehue. O primeiro ônibus sai do terminal as 8:30h, mas é bom chegar uns 15min antes para pegar assento, a passagem custa Pesos 3.600 (ida e volta). A entrada do parque para estrangeiros custa Pesos 5.000. O tempo de deslocamento até o parque é de aproximadamente 1h, sendo que o parque abre as 9:00h.

Trilhas

Chegando no parque, é preciso passar no escritório dos guarda-parques para comprar a entrada e também para registrar a entrada no parque, feito isso, os oficiais explicam as regras (lixo*, fogo, horários) e as trilhas.

Como fomos (eu e minha namorada) para passar apenas 1 dia, optamos segundo a sugestão dos guardas por fazer o Caminho Los Lagos.

A caminhada começa pelo "sendero Nirrico", um caminho de aproximadamente 800m, opcional, pois se pode caminhar pela estrada de chão até a entrada da proxima trilha. Esta trilha percorre ao lado do Lago Tinquilco, e já da uma mostra do que estar por vir.

Lago Tinquilco - visão a partir do Sendero Nirrico.

Após percorrrer esta trilha de 0,8km, saímos de volta na estrada de chão e caminhamos por mais alguns minutos, passando pela área de camping (com banheiros), uma loja de que vende lanches, salgadinhos, água e etc.

Passando isso, começamos a percorrer a Trilha do Caminho dos Lagos, um caminho segundo as placas de 7km ida e 7km volta. O caminho, por ser o mais turistico é bem batido, demarcado, com sinalização das principais espécies arbóreas. A trilha completa passa por 5 ou 6 lagos, agora tenho minhas dúvidas. Sendo eles: Lago Tinquilco, Lago Chico, Lago Verde(principal atrativo), Laguna de Los Patos, Laguna Huerquehue (não visitada), Lago Toro(o maior de todos). Ainda, durante a trilha, a desvios em que é possível observar 2 cachoeiras.

Lago Tinquilco - Visto de um mirante da trilha.

Uma das cachoeiras.

Vegetação sempre abundante.

Travessia de um pequena ponte

Ponta do Lago Chico - tempo ainda nublado.

Outra travessia de uma pequena ponte - se aproximando do Lago Verde

Lago verde - Tempo fechado, mas da pra ter uma ideia de como é lindo.

Lago Toro - Visão de uma das entradas.

CONSIDERAÇÕES E IMPRESSÕES


Neste dia, tomando todos os desvios permitidos e indo somente até a Laguna Los Patos (não fizemos o looping pela Laguna Toro), percorremos um total de 18,2km em 6:23h (4:21h tempo em movimento), acumulando 1.083m D+.

É uma trilha, considero eu, de nivel médio, pela distância percorrida e pelo desnível acumulado. Minha namorada que não é acostuma a fazer muitas trilhas, sofreu um pouco com as subidas, e como queriamos pegar o onibus de volta para Pucon as 17:30h, não fizemos o looping pelo Lago Toro. Visualizamos apenas uma ponta por um desvido do caminho principal.

A infra-estrutura do Parque chama a atenção, assim como todos os outros, com áreas de camping, banheiros, lanchonete etc. Talvez seja um dos parques mais visitados do Chile, devido a sua localização proxima de Pucon, perdendo obviamente para Torres Del Paine.

Há vários onibus de volta para Pucon, descendo no mesmo terminal, sendo os ultimos horarios as 17:30h e depois somente as 19:30h.

PONTOS NEGATIVOS

Lixo* - Sendo este parque muito visitado, por chilenos que vão em peso acampar, e também por muitos estrangeiros, fiquei imensamente desapontado, triste e ao mesmo tempo revoltado com a quantidade de lixo encontrado durante a trilha. Desde papel toalha, passando por embalagens de balas e garrafas pet, até pratos de plastico. Durante todo o caminho juntei 2 sacolas de lixo, mas infelizmente hávia muito mais.

É revoltante o desrespeito do homem para com uma natureza tão linda. E infelizmente isso se repetiu em todos os outros parques e lugares mais remotos onde estive.

Cheguei a conclusão de que, aonde quer que o Homo sapiens vá, seja o lugar mais remoto do universo, lá vai estar sua pegada, e não é a pegada do descobrimento, do novo, e sim, a pegada da destruição, lenta e inevitável que o lixo ocasiona.

Alberto Farber
Alberto Farber

Published on 03/30/2018 19:36

Performed on 02/18/2018

Views

1896

1
Renan Cavichi
Renan Cavichi 04/02/2018 11:52

Demais o registro Alberto! Já namorei bastante essa região de Pucón, está na listinha infinita de desejos!

Alberto Farber

Alberto Farber

Videira - State of Santa Catarina,

Rox
276

Engenheiro Agrônomo, apaixonado por esportes e por qualquer tipo de atividade ao ar livre.

Adventures Map

182 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Renan Cavichi, Bruna Fávaro and 405 others support the Minimum Impact Manifest