AventureBoxExplore
Create your account
Bikepacking pela Rota das Capelas

Bikepacking pela Rota das Capelas

Roteiro de bikepacking realizado em um dia saindo de Vargem Grande do Sul - SP com o destino a Santa Rita de Caldas -MG

Bikepacking Mountain Bike Bike Trip

A Rota das Capelas é um roteiro que une as cidades de Aguaí - SP e Santa Rita de Caldas - MG, passando por Santo Antônio do Pinhal - SP, Santo Antônio do Jardim - SP, Andradas - MG e Ibitíura de Minas - MG. Possui esse nome por existirem várias capelas ao longo do caminho. O trajeto, cerca de 90 km, é quase todo realizado por estradas de terra entre fazendas e bairros rurais. Irei detalhar o percurso em trajetos menores para quem quiser realizar a aventura se sinta mais seguro e informado

Vargem Grande do Sul - SP / Aguaí - SP (35 km)

Saindo de Vargem Grande do Sul - SP em torno de 06:30 da manhã, lugar onde resido, fui para Aguaí através de estradas rurais. Com um trecho praticamente plano, com cerca de 35 km, cheguei por volta das 08:00 horas da manhã. Abaixo tem uma foto da Josefina, minha bicicleta, com as bagagens.


Aguai / Bairro das 3 Fazendas (20 km)

Chegando em Aguaí segui sentido ao bairro das 3 Fazendas distante 20 km (cerca de 1 hora pedalando). Um trajeto praticamente plano e com um trecho de cerca de 10 km de asfalto. Estrada bem calma e sem transito cercada por laranjais, manguezais e plantações de eucalipto.

Bairro das 3 Fazendas (Santo Antonio do Pinhal - SP) / Santo Antonio do Jardim - SP (12 km)

Em um primeiro momento encontrei uma estrada bem plana e pouco movimentada até chegar ao Santuário de Santa Luzia (foto abaixo retirada do Google Imagens).

Porém depois que deixei o Santuário de Santa Luzia começaram as subidas, pedalando entre cafezais sempre encontrei aclives e descidas bem técnicas, com um total de aproximadamente 12 quilômetros de percurso.

Santo Antonio do Jardim - SP /Andradas - MG (20 km)

Nessa parte do trajeto, estava sempre pedalando observando a famosa Serra do Caracol (imagem abaixo), a partir desse ponto encontra-se grande parte do aclive de todo o pedal.

Em Andradas parei para um lanche rápido e abasteci minhas garrafas com água, pois sabia que teria muitas montanhas para subir com um sol do meio-dia, literalmente era 12:00 hr

Andradas - MG / Ibiitura de Minas - MG (17 km)

Aqui o filho chora e a mãe nao vê.

Saindo de Andradas encontrei uma subida, com uma espécie de cascalho branco que chegou a doer os olhos devido ao reflexo da luz solar, entre os cafezais com cerca de 3 km com alguns trechos de 22% de inclinação, depois dessa parte o percurso seguiu tranquilo. Todo o trajeto vale a pena pelas paisagens, na imagem abaixo fica um pouco evidente o relevo e a beleza da região.


Ibitiura de Minas - MG / Santa Rita de Caldas - MG (24 km)

Essa é sem dúvida a parte mais difícil, tinha pedalado aproximadamente 120 km e teria uma subida bem dura pela frente. Saindo de Ibitíura de Minas encontrei-me logo de cara com a temida subida, foram 4 km com uma média de 13% de inclinação, alguns trechos com 37%.

Vencida a montanha, desci até Santa Rita de Caldas em um dowhill alucinante que foi seguido por um trecho plano, cheguei por volta das 15:00 hr.

Considerações Finais

Esse é um percurso para quem tem certa experiência em pedalar longas distâncias em um dia (claro que pode ser feito em mais dias), deve-se ter em mente também que o trajeto peca um pouco por ser mal sinalizado por isso é essencial o uso de gps para não se perder (segue o link do pedal salvo no Strava: https://www.strava.com/activities/1812611925).
No mais recomendo esse percurso pelas paisagens e pelos momentos de paz que encontra-se pelo caminho.