AventureBoxExplore
Create your account
Circuito Asa de Hermes x Pedra do Sino

Circuito Asa de Hermes x Pedra do Sino

A Asa de Hermes e a Pedra do Sino ficam localizadas no Parque Nacional de Itatiaia.

Um amigo, estava convidando umas pessoas para conhecer o Circuito Asa de Hermes x Pedra do Sino, e uns 2 ou 3 semanas antes, decidi participar. Sou principiante no montanhismo, e como tinha feito o Tira Chapeu, pela altitude pensei que fosse um trajeto bem tranquilo.

É um dos atrativos do parque, mais por algum motivo não é muito visado pelas pessoas. Apesar de na entrada do parque indicar onde fica ambos, não existe uma trilha oficial, é por nao ser visitada, o circuito em si, é bastante dificil, tanto terreno e como navegação, as pedras são bem grandes, para quem nao tem experiencia com escalada, pelo menos um pouco, é bem complicado, existe muitas fendas escondidas tambem, que complica ainda mais o percusso. Leva um dia todo para fazer o percusso, como sou principiante, não imaginava as diculdades encontradas, pois as fendas são grandes, pedras, muita mata fechada e dificil visibilidade do caminho a frente, no dia que fiz esse percuso, estava com uma bota com numeração justa, mochila muito pesada, então o que deveria levar uns 10 horas de caminhada, se tornou 22 hrs kkk. É um trekking que não gostaria de enfrentar por um bom tempo novamente.

Começando

Saindodo Abrigo Rebouças, terá que seguir o caminho de acesso ao Pico das Agulhas Negras até uma placa que marca a bifurcação entre as trilhas para o Pico das Agulhas Negras, à direita, ou Pedra do Altar e Cachoeira do Aiuroca, à esquerda.

Então seguindo pela esquerda na bifurcação marcada pela placa, terá uma nova bifurcação onde existe uma placa pequena.Segue o caminho a direita que é em direção para a Asa de Hermes terá um riachinho nesse caminho, é o unico ponto de água.

Quando tiver chegando próximo ao final desse caminho , depois de percorrer aproximadamente 2,2 km, a trilha começa a ficar complicada e assim a visuabilidade de ver o caminho mais a frente tambem, existe um capim que é bem alto, um dos motivos que fica complicado. Mais existe uns totem, indicando uma melhor rota, pois voce ira contornar essa vegetação.

Assim que voce passar por esse caminho, será possivel avistar um vale estreito que existe entre o Agualhas Negras e a Asa ( a vista do lugar é a coisa mais linda que existe, no dia, o seu estava muito limpo, então aproveitamos ao máximo a paisagem do local).

O caminho ate o cume da Asa, é repleto de grandes blocos de rocha, com algumas cavernas pequenas. É bom ir com um guia bem experiente, a escalaminhada é bem tecnica, e deve tomar muito cuidado. Esse foi o começo do meus medos rsrs, tinha que pular as pedras, subir, e se pisasse errado, era um acidente bem feio.Fiquei bastante receosa nesse percurso, pois sou principiante, nunca tinha feito uma escalaminhada, e pego um nivel que existe tecnicas ainda, dai ferrou tudo rs.

A escalaminhada se torna mais difícil quando o final do vale se aproxima e já é possível avistar a vegetação que existe no final da subida pelo vale, leve uma corda, nesse dia, não levamos corda, e passamos sufoco. Essa vegetação cobre um trecho curto, mais a vegetação é bem fechada, se nao fosse pelo meu amigo e guia, nunca que iriamos conseguir ver o caminho correto.

Quando voce passar pela vegetação voce já irá ficando margem com a forma do pico da Asa de Hermes, que ficará na sua esquerda, e não tem erro, é só ir subindo. Nesse trecho tem alguns totens que vai te ajudar bastante.

Para a chegada do cume, é necessario escalar a parede de rocha, não tem um caminho demarcado, não tambem não é complicado, mais é um trecho como todo o percurso tem que ficar bem atenta, porque se voce se machucar é um local muito complico de um resgate.

O cume do Asa de Hermes é alcançado após aproximadamente 2,9 km, quando chegamos no cume era 11 hrs da manha, consiguimos fazer em um tempo bom, apesar que dificultei bastante o Gerson e a Illa, por nunca ter feito algo parecido, então eu ficava com muito medo, e analizava muito o que ia fazer, para poder sair de tal bloco.

Saindo da Asa em direção a Pedra do Sino, gente eu pesava que ate a chegada da Asa era complicado, voce paga todos os pecados a partir desse ponto, pra quem ta começando, morre de medo de varias coisas, a pessoa tem que estar com o psicologico muito bom. Eu msm teve varios momentos que queria chorar, que queria sair gritando rsrs, nossa mais fui indo, porque nao queria seguir pelo menos caminho da Asa hahahaha.

O percurso é bem curto, 1,3 km, não há trilha alguma aberta e nao existe totens orientando, o Gerson teve que sair varias vezes, na frente para poder, ver alguma coisa e se localizar, enquanto eu brigava, pra sair de um bloco e avançar pra outro, enfiei o pé diversar vezes em fendas, que tinha mato, e pensava que era caminho.

E dai, dai que fomos perdendo muito tempo,a vegetação é bem alta, a gente se machuca muito, porque muitos bambuns eram cortantes, me machuquei nas pedras tambem, pois utilizava muito o joelho pra me apoiar.

Quando chegamos na costa da Pedra do Sino, já era por volta de umas 4 hrs da tarde :/, e foi ai que completamente amarelei, tive uma crise de panico, pois fiquei com muito pavor, na hora de escalar um paredão pra poder seguir na Pedra do Sino, acho que fiquei uns 10 min ate mais, na parede me escorrando, pra criar coragem pra prosseguir, o Gerson teve que ter muito paciencia comigo rs.

Depois que consegui sair desse paredão, subimos o Pedra do Sino, foi terrivel subir, por que ja estava abalada psicologicamente, e por mais que o Gerson me acalmava falando, que não iamos mais enfrentar o que passamos, cada vez que olhava pra cima e via pedra, a unica coisa que pensava, se alguem poderia aparecer de forma milagrosa e me levar pra casa hahahaha. Quando cheguei no cume da Pedra do Sino, estavamos no final do por do sol, a vista é realmente incrivel, quando percebi que consegui enfrentar tudo aquilo, me enchi de felicidade, nessa altura, ja estava bem machucada, joelhos, pé principalmente, que estava me dificuldando muito a cada passo.

Bom, ja era uns 5:30, quase 6 hrs, quando descemos a Pedra, já ficou noite, e a temperatura abaixando a cada minuto. Por conta da noite, logo depois que saimos da pedra, a gente nao conseguia ver muito o caminhos, nos perdemos, caimos em um pantano, e já estava ficando bem frio.

A partir desse ponto, já mal conseguia andar, meu pé estava muito machucado, não sabia como que estava nem queria tirar a bota de medo, mais cada passo era uma agonia, a temperatura, ja estava chegando na faixa de 8 grau, e cada respirada era uma fumaçada só, mais o céu estrelado, compensava todo o sofrimento. Conseguimos chegar no abrigo Rebouças por volta da 1 hr da manha, já nao conseguia andar mais, minha calça rasgou nas escalaminhas, estava com muito frio, e tive problema tambem de esgotamento fisico extremo.

Bom, esse é meu relado, desse trekking, acho que qq outro trekking, será bem mais facil, depois desse, com isso, aprendi, a não usar uma bota no tamanho justo, pois quase perdi a unha do dedão do pé. Ficou inteiro preto, e fora as multiplas bolhas que estava ja na carne viva. O joelho hahaha nem te falo, ficou inteirinho cheio de hematomas, fiquei quase 1 semana de molho em casa rs. Mais valeu a pena, cada paisagem bonita, cada dificuldade, acho que temos que enfrentar nossos medos, e eu enfrentei o pior deles, que é altura, e olha que nem era tao alto assim.

A proxima aventura, será mais de boa, ate enfrentar essas mais chatinhas ;)

PS: Não liguem pelos erros de portugues.

5
Renan Cavichi
Renan Cavichi 06/24/2016 14:24

Nossssaaaa Jéssie que perrengue! :O rsrs vai ficar mais fácil acredite! PNI é lindo demais! Ainda não conheço essa trilha! :)

Jéssie S. Almeida
Jéssie S. Almeida 06/26/2016 22:08

Hahaha acredito q sim Renan. Dia 9, vou pro Couto enfrentar um pouco as pedras rs

Renan Cavichi
Renan Cavichi 06/27/2016 11:52

:) Massa, fizemos a travessia Couto x Prateleira ano passado, foi a primeira vez que fui pro PNI, muito lindo! Tem um relato no meu perfil com algumas dicas se precisar!

Carlos Araújo
Carlos Araújo 06/29/2016 22:07

Parabéns! Logo começa a se viciar nessas coisas rsssss ;)

Jéssie S. Almeida
Jéssie S. Almeida 07/04/2016 21:44

rsrs concerteza Carlos :D

Jéssie S. Almeida

Jéssie S. Almeida

Lorena

Rox
231

Apaixonada por natureza. Buscando muita montanha e bons amigos para compartilhar os melhores momentos.

Adventures Map

181 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Peter Tofte, Fabio Fliess and 385 others support the Minimum Impact Manifest