AventureBoxExplore
Create your account
Ferreiro - Serra do Ibitiraquire

Ferreiro - Serra do Ibitiraquire

Ataque ao Ferreiro via Picada do Cristóvão

Alguns finais de semana atrás, havia feito ataque até o Guaricana. A ideia era ter feito o Ferreiro também, mas como nos perdemos para encontrar a Picada do Cristóvão, acabamos indo só até a entrada do Ferreiro e retornando.

Nesse final de semana, eu e o Caius decidimos atacar o Ferreiro. Dessa vez já conhecíamos melhor a trilha e sabíamos que não nos perderíamos como da outra vez. Estava muito quente, era meio dia, e o medo de encontrar cobras estava bem grande e nos deixando bem "transtornados". Aquela região é perigosíssima, e é muito comum encontrar algumas "amigas" jararacas por lá.

Conseguimos encontrar o caminho com tranquilidade e sem perdidos dessa vez. Percorremos o caminh até a picada muito mais rápido que da outra vez, mesmo cuidando bastante para andar por conta das cobras. Nosso primeiro susto foi com os carrapatos que peguei atravessando uma propriedade particupar, onde haviam cavalos. Estava lotada de aracníceos caminhando pelas minhas pernas, braços e até barriga. Tive que parar e retirar todos que consegui, pois a sensação de ter aqueles bichinhos caminhando na pele é perturbadora. No caminho para a entrada das montanhas um novo susto: pegadas enormes de algum bicho com quatro patas. Depois, pesquisando em casa, descobri que as mesmas eram de Anta! Ver aquelas pegadas na trilha, super frescas, com o tamanho da minha mão e afundadas uns 5cm na lama foi assustador. Quase desistimos da trilha por conta disso, ficamos com muito medo de encontrar um animal tão grande em um local remoto daqueles.

Passado o susto, retomamos o caminho, entramos na trilha do Ferreiro e começamos a subir. A trilha muda completamente, é cheia de bambus e o medo de encontrar as jararacas volta. Nessa hora nem dava para pensar muito no bicho que estava lá na Picada do Cristóvão. A trilha do Ferreiro é um pouco fechada, mas tem marcações, difícil de se perder se percorrer o caminho com atenção. Ela é um tanto aeróbica, mas não é tão longa, também não tem muitas janelas.

Quando a trilha abre e podemos avistar o falso cume, é lindo. Simplesmente uma das vistas mais bonitas que conheço na Serra do Ibitiraquire. É engraçado pensar que tão pouca gente conhece um lugar desses.

Algumas passagens pelo falso cume e podemos avistar o cume do Ferreiro com uma bela vista para o Ferraria, simplesmente impressionante! Fiquei só na vontade de atacar o Ferraria por ali, mas não havia tempo nesse dia, ficará para a próxima!

Dados Gerais:

Distância: 13,27 km

Ganho de elevação: 928 m

Luisa Mazarotto
Luisa Mazarotto

Published on 10/01/2018 16:05

Performed on 09/22/2018

Views

1984

10
Renan Cavichi
Renan Cavichi 10/05/2018 03:24

Demais Luisa! Começamos a conhecer algumas montanhas por aí esse ano! Região incrível! Bem-vinda! 🤘🏼

Luisa Mazarotto
Luisa Mazarotto 10/10/2018 09:05

Obrigada Ana e Renan!! :)

Luisa Mazarotto
Luisa Mazarotto 10/10/2018 09:06

Edu, eu nunca uso mesmo, hahaha! As picadas geralmente acontecem da coxa pra cima em trilhas, então prefiro andar com mais cuidado e mais rápido, à moda do trail running, haha!! Valeu!!

Sabrina Marques
Sabrina Marques 04/08/2019 10:39

Show Luisa, as montanhas do Paraná são incríveis......

Gustavo Paterlini
Gustavo Paterlini 07/22/2019 12:21

Demais, região linda de montanhas...

Diego Taques
Diego Taques 08/27/2019 17:19

Sensacional

Marcelo
Marcelo 12/11/2020 15:14

Adorei o lema: Mais leve, mais longe, mais rápido 👏🏻

Liliam Pereira
Liliam Pereira 03/11/2021 16:35

👏🏻👏🏻👏🏻

Luisa Mazarotto

Luisa Mazarotto

Curitiba - PR

Rox
66

Montanhista, praticante de trekking, corrida de montanha e escalada em rocha. Sigo o lema patagônico: Mais leve, mais longe, mais rápido. Curitiba | PR

Adventures Map
blog.thenorthface.com.br/inspiracao/curitibana-transforma-experiencias-na-montanha-em-obras-d

641 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Peter Tofte, Fabio Fliess and 396 others support the Minimum Impact Manifest