AventureBoxExplore
Create your account
Araçatuba X Monte Crista-Campos Do Quiriri

Araçatuba X Monte Crista-Campos Do Quiriri

Quiriri na língua tupi guarani significa “Silêncio. Araçatuba x Monte Crista ⛺️🎒⛰🥾

Camping Mountaineering Trekking

Araçatuba x Monte Crista 🎒🥾⛺️⛰

Quando escolhemos uma montanha nunca imaginamos a história que já passou por aquelas terras.

O andarilho espanhol Cabeza de Vaca usou essa trilha para ir do litoral de Santa Catarina ao Peru, ida e volta no século 17.(detalhes no livro "O andarilho das Americas" de Olavo Soares).

Caminho do Peabiru, O peabiru (na língua tupi, "pe" – caminho; "abiru" - gramado amassado) são antigos caminhos utilizados pelos indígenas sul-americanos desde muito antes do descobrimento pelos europeus, ligando o litoral ao interior do continente. A designação Caminho do Peabiru foi empregada pela primeira vez pelo jesuíta Pedro Lozano[1] em sua obra "História da Conquista do Paraguai, Rio da Prata e Tucumán"

Viajar não é só viver intensamente o Lugar e sim aprender sua história.

Dia 1- Saída de Garuva/SC as 5:10
Após uns 50km nos encontramos no início da subida 6h da manhã partimos da fazenda Araçá rumo ao cume do ARAÇATUBA.

Araçatuba fica à sudeste do Paraná, quase na divisa com Santa Catarina, em Tijucas do Sul. É uma das montanhas mais frias do Estado, pois recebe o vento sul diretamente sem nenhuma barreira.

No início a trilha é íngreme mas aberta, depois iniciamos a parte da montanha, na qual a trilha é bem demarcada mas com subidas mais íngremes e uma rampa de pedra, percorremos 5km em 2h30min até o cume do ARAÇATUBA com 1673m.

curtimos a vista linda e partimos para a parte mais difícil do treking ultrapassar o Inferno verde, o nome já fala tudo, mata fechada, molhada, barro, descidas escorregadias, a cargueira trancava em tudo, muitos bambus.

quando finalmente vencemos este obstáculo, uma neblina nos pegou, tudo fechado o marco da divisa das cidades Guaratuba e Tijucas do Sul Estava quase coberto pela neblina.

descansamos, recuperamos energia e seguimos rumo as montanhas BALEIA com 1556m e MORÉIA 1526m.

após esta parte entramos nas estradas de reflorestamento de pinus, onde encontramos um casal de Lontras, atravessando a estrada a caminho do riacho.

passando pelo atalho do diabo, (outro que o nome fala por si) porém esta é uma subida que não acaba nunca, em pleno sol das 12h, se não desisti ali, não desistiria mais 😫 caminhamos muito nesse dia, encontramos trabalhandores cortando os Pinos, tratores puxando as árvores, conversamos com todos, esperando ganhar uma carona no trator kkk mas isso não aconteceu, como eu e o Alan (meu guia) já vínhamos de 3 dias de montanhas estávamos desgastados fisicamente, e mesmo assim caminhamos 18km até chegar ao nosso acampamento dentro do reflorestamento, 10h30 min de caminhada.

Dia 2 - alvorada as 6h, saindo 7:30 comecamos o dia subindo, tinhamos que chegar nos campos de altitude, quase 2h subindo dentro das trilhas de reflorestamento, alcançamos nosso destino principal, os CAMPOS do QUIRIRI, começamos com o tempo limpo porém do nada veio uma neblina forte com vento, quase não se visualizava nada, deixamos as cargueiras escondidas e fomos de ataque ao marco da divisa das cidades, Campo Alegre, Garuva e Guaratuba, que marca a divisão dos estados, Paraná e Santa Catarina. O MARCO DA DIVISA é um monumento histórico, instalado em 1916 em virtude da Guerra do Contestado, quando não tem neblina é possível avistar o Morro dos Perdidos, o Morro do Bradador, a Baía de Guaratuba, a Pedra Branca do Araraquara e a face oculta da Pedra da divisa.

Retornando do Marco da divisa, passamos pela nascente do RIO NEGRO, que divide o Estado de Santa Catarina e Paraná.

Continuamos caminhando pelos campos esperando dissipar a neblina para tentar ir até a pedra da tartaruga, como isto não aconteceu achamos um local protegido do vento para acampamento, tínhamos caminhado em torno de 8km e a neblina não se dissipava, e como o Alan sempre tem um plano B além de ser um exímio conhecer da região 🔝 acampamos atrás de uma montanha mais protegida, aproveitamos para almoçar e descansar, pois ambos estávamos cansados, como sempre digo, "nada é por acaso” dormimos depois do almoço, jantamos e dormimos de novo 😴 descanso merecido 🏃🏼‍♀️.

Dia 3 - alvorada 6:00 saída 7:15, pensem num dia lindo, sem neblina, sol, nem parecia o dia anterior e nós dois cheios de energia para caminhar e vencer os obstáculos dos Campos do Quiriri, para não perder o preparo fisico, uma longa subida, 😥 passamos ao lado do Morro CASCAVEL 1423m e fomos em direção Pico do QUIRIRI 1438m, passamos pela sua lateral, mais a frente o Monte SCHMALZ 1510m, depois Monte SHULTZ 1435m.

Caminhar entre essas montanhas e uma beleza inexplicavel e incrível, me senti no Filme do Senhor dos Anéis, as paisagens das montanhas muito parecidas com o filme.
O vale encantado 1, antes de chegar na pedra da tartaruga é realmente encantador 🔝.

Todas essas montanhas estão no caminho para a pedra da tartaruga, após uns 9km e 2h30 de uma Linda caminhada chegamos a Imponente PEDRA DA TARTARUGA 1357m.

de lá avistamos o mar de Guaratuba e os Picos VENTANIA 1325m, Morro dos VENTOS UIVANTES 1392m ao lado fica o vale encantado 2, retornamos da tartaruga rumo ao lagarto, passando pelo Pico PADRE RAULINO 1506m, avistamos o Morro TIJUCO PRETO 1422m, Morro AMBROSIO 1485m, Pico do BRADADOR 1527m.

Toda a região onde está os campos do Quiriri é de propriedade particular, tinhamos autorização por escrito dos proprietários e pagamos as taxas, para passarmos pelas suas propriedades.
em algumas propriedades a porteira fica trancada, é necessário entregar a autorização ao capataz da fazenda, passamos pela pedra do WILSON (igual a Bola do filme Naufrago), Morro dos ALEMÃES 1363m, Morro CAMPO ALEGRE ou IGREJINHA 1395m, Pedra do LAGARTO 1340m.

Morro do TOTEM 1260m e GRUTA dos JESUÍTAS ou PICOLÉ, tem uma pedra igual a um picolé antes da descida para a gruta, onde será nosso acampamos após uns 22km de caminhada, chegamos as 16h.

A gruta é linda, bem protegida e tem até mesa para cozinhar e fazer o jantar 😍

Dia 4 - alvorada as 5:16 saída 6:15 rumo a cabeluda, local de acampamento tradicional ao lado do Rio Três Barras, e um pouco antes do Monte Crista.

Passando a cabeluda entramos na parte histórica da trilha pelo caminho Peabiru, estrada de pedras que os índios utilizavam para ir do litoral até o Peru, foi utilizado como rota de intercâmbio e comercio entre Incas e Guaranis durante séculos até a chegada dos europeus à América.

Subimos mais um pouco e começamos a avistar de longe o Monte Crista.

Caminhamos mais um pouco e chegamos no Platô 900.

nos aproximamos mais do MONTE CRISTA 967m, de onde temos um visão mais nítida do VIGIA.

início da trilha dentro da mata rumo a descida sem fim do Monte Crista😩começa a escadaria, partes com degraus de pedra, partes com escada de terra, pedras para descer, fazendo esquibunda, diminuindo o impacto no joelho, quando falo descida sem fim, realmente é sem fim, descemos pela trilha velha.

Passamos o Rio do Crista.

Quando se chega no Rio sabemos que nossa jornada de 4 dias está chegando ao final, encontramos uma cobra neste trajeto do caminho, ainda bem que foi a única 😬 nesta parte o caminho já está mais plano, quando vejo os cabos de aço da ponte pencil, fico feliz por ter realizado mais está travessia, com sucesso e com o melhor guia (Alan).

Ponte pencil sobre o Rio Três Barras.

Caminhamos uns 14Km em torno de 7h no último dia, chegamos ao Camping do seu Harry as 13:30, e claro que tomamos uma cerveja bem gelada para comemorar a conquista 💪🏻⛰.

Percorremos 68 km nestes 4 dias de travessia.

.

A travessia é possível somente com Guia autorizado pelo proprietários das fazendas.

Guia Alan Jacob (47) 9.9208.3701 @brasilmontanhiso @alanjacb

.

@marina_ggabi (intagran) para quem quiser ver novas aventuras 🥾

.

O conjunto de montanhas que compreende o Quiriri possui mais de 40 cumes, cuja altura varia entre 1.100 a 1.700 metros.

Lembrando que a travessia passa por três serras.

⛰ Serra da Papanduva;

⛰ Serra da Imbira;

⛰ Serra ou Campos do Quiriri.

Relação dos picos que se passa na travessia. Alguns se passa pelo cume e outros ao lado ou próximo com visual para eles.

⛰Serra da Papanduva/PR
✔️ Araçatuba 1673m;
✔️ Morro da Baleia 1556m;
✔️ Morro da Moreia 1526m;
✔️ Morro Cerrinho 1258m;

⛰Serra dos Campos da Imbira/PR
✔️ Morro do Atalho do Diabo 1479m
✔️ Morro da Imbira 1414m;

⛰Serra ou Campos do Quiriri/SC
✔️Morro dos Munhoz ou Morro do Marco 1423m;
✔️ Pedra da Divisa 1436m;
✔️ Pico da Cascavel 1423m;
✔️ Pendurado dos Solais 1269m;
✔️ Rincão Velho 1211m;
✔️ Rincão Bonito 1349m;
✔️ Morro Ambrosio 1485m;
✔️ Morro Encantado 1340m;
✔️ Morro do Quiriri 1438m;
✔️ Monte Padre Raulino 1506m;
✔️ Monte Klein ou CEBV 1438m;
✔️ Monte Schmalz 1 - 1510m;
✔️ Monte Shultz 1435m;
✔️ Pedra da Tartaruga 1357m;
✔️ Morro Ventania 1325m(Cânions);
✔️ Morro dos Ventos Uivantes 1392m (Cânions);
✔️ Pico do Bradador 1527m;
✔️ Morro Tabatinga 1480m;
✔️ Morro Fradinho 1401m;
✔️ Morro Grande 1378m;
✔️ Tijuco Preto 1422m;
✔️ Morro dos Alemães 1363m;
✔️ Morro do Salles 1246m;
✔️ Morro Campo Alegre ou da Igrejinha 1395m;
✔️ Pedra do Lagarto 1340m;
✔️ Morro 6 de julho1208m;
✔️ Morro da Lage 1210m;
✔️ Morro Sinistro 1120m;
✔️ Pico Araçá 1170m;
✔️ Morro Campestre 1203m;
✔️ Morro do Totem 1260m;
✔️ Pico Bracinho 1332m;
✔️ Monte Schmalz 2- 1329m;
✔️ Pico Garuva 1292m;
✔️ Pico Jurema 1239m;
✔️ Pico Urubuquara 1085m;
✔️ Crista da Lâmpada 1250m;
✔️ Pico 1200 – 1200m;
✔️ Morro dos Jesuítas 1125m;
✔️ Monte Crista 967m.

⛰🎒🥾⛺️🍃

Cada um tem a vista da Montanha que conquista ⛰

Marina Brum
Marina Brum

Published on 10/01/2020 17:57

Performed from 09/08/2020 to 09/12/2020

Views

336

1
Bruno Negreiros
Bruno Negreiros 10/02/2020 07:57

Inferno Verde e Atalho do Diabo são nomes bem convidativos....hahahahahah 🤟🏼