AventureBoxExplore
Create your account

Dentre os tópicos do Mínimo Impacto Manifesto, que reúne os valores que cultivamos no AventureBox em respeito à natureza, às pessoas e à vida, encontra-se a Conservação do Ambiente.

Nesta matéria iremos aprofundar esse valor, bem como a sua importância nas atividades outdoor. Ao mesmo tempo, apresentar ações práticas de conservação que podemos adotar durante nossas aventuras.

Primeiro, precisamos compreender de fato o que é conservação. Podemos entendê-la como sendo a preservação do ambiente natural e de todos os seus processos envolvidos, mantendo a sobrevivência de todos os seres vivos, o uso humano consciente e a restauração de locais degradados, de forma a manter todos os seus benefícios presentes e futuros.

O que conservamos? Toda a biodiversidade ali presente, representada por diversos tipos de seres vivos, sejam esses animais, insetos, plantas etc. Além disso, também os aspectos não bióticos da paisagem, como os solos, rochas e as outras formas de relevo.

Em sua evolução como praticante de alguma atividade outdoor é importante conhecer os principais problemas e as práticas de mínimo impacto que precisam de maior atenção em relação à conservação do ambiente.

PRINCIPAIS PROBLEMAS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES

Saiba o que podemos fazer frente a alguns dos principais problemas causados por nossas atividades em relação à conservação dos ambientes naturais:

  • Resíduos (Lixo): Infelizmente, é comum encontrar resíduos plásticos, orgânicos e até mesmo restos de equipamentos deixados para trás por algum esportista sem preparo e sem educação ambiental. Alguns resíduos podem levar milhares de anos para se decompor. Além de poluir o ambiente, a poluição visual gera uma experiência negativa para todos que buscam um contato com a natureza.
    Evite levar embalagens desnecessárias. Traga todo o seu lixo de volta e evite descartá-lo em qualquer lixeira próxima. O ideal é que ele retorne e seja descartado em um local com sistema de coleta, transporte e destinação eficiente e adequada. Além disso, procure reciclar ou reparar o que puder.

  • Lixo orgânico: muitos aventureiros ainda acreditam que não há problema em descartar cascas de frutas ou outro resíduo orgânico qualquer no ambiente onde ocorre a sua aventura. Muitos acham que aquele resíduo será degradado com rapidez e facilidade. Isso está errado. Cascas de laranja ou banana, por exemplo, podem levar quase 1 ano para serem degradadas totalmente. Em muitos casos, o lixo orgânico não compõe aquele ecossistema, desequilibrando a dinâmica natural daquele ambiente. Esse fato é ainda pior com sementes, pois elas podem germinar e, assim, introduzir uma espécie exótica naquele sistema.

  • Fezes: da mesma forma que o resíduo orgânico, além de gerar uma experiência negativa para todos que frequentam o local, o excesso de fezes em um ambiente sensível pode desequilibrar o ecossistema. Por isso, entenda a ética, as regras e as características ambientais do local de sua atividade e esteja preparado para lidar com as suas fezes. Traga-a de volta de locais ambientalmente sensíveis usando recipientes apropriados (como Shit Tube) ou enterre-as a aproximadamente 20 cm de profundidade usando uma pá, em locais permitidos. Se usar papel higiênico, sempre traga-o de volta em embalagem apropriada e o descarte-o de maneira adequada.

  • Pichação: um problema muito comum em rochas ou até mesmo troncos de árvores, principalmente aqueles que estão localizados em ambientes naturais próximos de centros urbanos. Muitos aventureiros já se depararam com nomes, siglas ou sinais. grafados em elementos que compõem a paisagem de sua aventura. Uma enorme poluição visual e uma grande falta de ética que mancham a beleza natural do ambiente. Não faça nenhum tipo de pichação. Converse, eduque e conscientize a todos à sua volta para que façam o mesmo. Caso veja algum tipo de nova depredação, comunique os órgãos gestores responsáveis.
    Registre suas conquistas no AventureBox! :)

  • Fogueira: um dos problemas mais delicados quando falamos em conservação. Fogueiras feitas em locais não permitidos e sem controle podem gerar grandes incêndios, levando à destruição de grandes áreas de um ecossistema e à morte de diversas espécies ali presentes. Além disso, enfraquecem o solo e deixam resíduos onde são criadas. Evite-as ao máximo. Faça-as estritamente em locais onde são permitidas e seguindo todos os princípios de mínimo impacto e de segurança. Esteja preparado e com os equipamentos adequados para cozinhar ou aquecer-se.

  • Retirada de plantas e outros elementos naturais: Um dano direto ao ambiente natural e à vida ali presente. Não remova nada que encontrar pelo caminho. Aqueles itens fazem parte de toda a história natural daquele local. Leve consigo somente as fotos e as lembranças de grandes experiências.

  • Poluição das águas: muitos dos ambientes naturais em que caminhamos abrigam nascentes, rios ou canais de drenagem de suma importância para o equilíbrio natural de grande área de abrangência. Muitos destes abastecem ou são abastecidos por rios importantes em escala regional, nacional ou internacional. Além disso, podem servir de abastecimento para alguns moradores locais. Por isso, não jogue nada nos rios, evite entrar com produtos cosméticos no corpo, lave panelas com 60 metros de distância de corpos hídricos e não descarte nenhum resíduo sólido deste processo.

  • Erosão: o pisoteamento ou o alargamento de uma trilha promove a degradação do solo, acelerando os processos erosivos do local. Isso também altera o fluxo de escoamento da água que, em conjunto com outros fatores, pode levar a verdadeiros desabamentos e/ou danos irreversíveis. Por isso, evite sair da trilha ou pegar atalhos, essas atitudes podem acelerar o processo de degradação, principalmente em locais muito frequentados. As trilhas já estabelecidas recebem o adequado manejo e já se configuram como uma área destinada a receber esse dano. Por isso, se manter no caminho proposto é uma verdadeira atitude de mínimo impacto.

  • Remoção da vegetação para acampamentos: muitos aventureiros despreparados não atingem as áreas de camping estabelecidas e, por isso, acabam por improvisar uma área para descansar, efetuando a remoção da vegetação local. Muitos ambientes não contam com gestão e manejo adequados, recebendo um excessivo número de visitantes, o que promove o aparecimento de novas áreas de acampamento sem nenhum controle. Isso tem se tornado um problema sério em ambientes sensíveis. Por isso, não crie ou amplie as áreas de acampamento removendo a vegetação. Além de acelerar a degradação local, pode fazer com que vegetação ali presente nunca se recupere. Esteja devidamente preparado e com o planejamento logístico adequado para o seu desafio.

Se você pratica alguma atividade em meio à natureza, é muito importante que suas atitudes preservem ao máximo não só a fauna e a flora ali presentes, mas também as rochas e o terreno por onde irá se aventurar.

Lembre-se, todo praticante de atividade outdoor carrega consigo uma grande responsabilidade: cuidar do local que tanto ama.

Obrigado pela leitura!
Ajude-nos a compartilhar essa matéria com amigos e novos aventureiros.
Boas Aventuras!

Leia Também:
Sobre o Mínimo Impacto Manifesto
Respeito aos Animais


Contribuição: Bruno Negreiros e Renan Cavichi

8
Online Pelo Mundo
Online Pelo Mundo 07/22/2021 21:40

Excelente! 👏

Clube Outdoor
Clube Outdoor 07/22/2021 22:05

Reflexão extremamente importante!!

Edson Maia
Edson Maia 07/23/2021 08:07

Essa matéria tem que ser espalhada ao quatro ventos. 🤘🏽

Bruno Negreiros
Bruno Negreiros 07/23/2021 08:25

Feliz demais de poder contribuir de alguma forma para esse estilo de vida que tanto amo.

Nos Alpes
Nos Alpes 07/26/2021 16:14

Excelente publicação!

Ana Retore
Ana Retore 08/17/2021 11:45

Concordo com Edson, a matéria resume bem os principais tópicos para quem vai praticar atividade na natureza.

Elias Maio
Elias Maio 08/17/2021 15:40

Muito bom! Vamos compartilhar!

Bruna Fávaro
Bruna Fávaro 08/17/2021 18:31

Assino embaixo e compartilho! Excelentes informações!

Mínimo Impacto

Mínimo Impacto

Brasil

Rox
144

Página oficial da plataforma AventureBox sobre práticas de mínimo impacto em atividades outdoor e aventuras.

aventurebox.com/minimum-impact-manifesto

3 Posts


39 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Renan Cavichi, Dri @Drilify and 405 others support the Minimum Impact Manifest


Together
Inclusive Adventures
Rox

Fabio Fliess, Bruno Negreiros and 156 others support the Together page.