AventureBoxExplore
Create your account
Chapada Diamantina- Vale do Pati 5 Dias

Chapada Diamantina- Vale do Pati 5 Dias

Trekking do vale do pati na chapada Diamantina no coração da Bahia.

Roteiro Vale do Pati em 5 dias

Agosto 2018

18/08

Saímos de Andaraí o ônibus da Novo Horizonte (pior empresa que existe) sai a partir das 14hs do terminal, na verdade ele sempre atrasa, nunca sai às 14hs, tanto é que os funcionários da empresa quando indagados sobre o horário do mesmo sempre respondem que é a partir das 14 h, uma tamanha falta de respeito com seus clientes, que muitas vezes ficam esperando por horas.

A passagem de Andaraí até entroncamento de Palmeiras é 22,50, chegando ao entroncamento você pode pedir carona, a distancia do entroncamento até Palmeiras é de 8 km e de Palmeiras até o capão é 20 km. Contratamos um Carro, do entroncamento até o vale do capão por 150,00 reais. Lembrando que de Palmeiras sai vans para capao, o valor gira em torno de 12,00 a 20,00 reais, tem um horário de vans que sai a noite, depois das 19hs, esse horário é especial, pois o loteiro fica esperando a chegada de um ônibus que vem de Salvador, se chegar com turistas indo pro capão a vam vai, do contrario o preço vai ser mais alto devido a falta de passageiros.

Contatos de transporte em Palmeiras:

  • Gilson: 75 992574770
  • Cid: 75 9229-0256
  • Guia pra fazer esse trekking: 73 99932 9930

Obs.: Em Palmeiras a operadora é TIM, em Andaraí somente a CLARO.

Dormimos na pousada camping sempre viva camping 20,00 reais quarto 40,00, tem wifi e cozinha coletiva, os quartos tem banheiro com água quente.

1° Dia Inicio da trilha19/08

Fizemos o café na cozinha do pousada camping sempre viva, nas proximidades do mesmo tem uma padaria, muito boa por sinal, mas como havíamos levado massas de pizzas, tapioca e outros produtos para levar a trilha, decidimos que seria muita coisa pra carregar nas mochilas, por isso começamos a comer as coisas ainda no capão.

Contratamos um carro para levarmos até o bomba (local de inicio da trilha), pagamos 70,00 reais, não é difícil contratar esse tipo de serviço na hora. Saímos as 09h00minhs para o bomba!

No primeiro dia, caminhamos até a igrejinha, fizemos uma parada pro lanche no rancho e no mirante de onde se a vista a igrejinha e toda trilha que iríamos percorrer até chegar La onde seria nosso primeiro pernoite.

Chegamos na igrejinha já era final de tarde, isso vai muito do ritmo do grupo, nossa turma caminhava mais devagar.

2° Dia Cachoeirão por cima 20/08

Como estava dormindo no camping e precisava desmontar acampamento, acordei mais cedo e logo as 07h00minhs já estava pronto, o café na igrejinha só começa a ser serviço as 07h00minhs, a menos que o guia combine com o pessoal da casa ele pode conseguir que o mesmo seja servido mais cedo.

Café tomado partimos rumo ao cachoeirão por cima e o mirante, chegamos La por volta de meio dia, lá fizemos um lanche e seguimos para casa de D. Raquel (lugar maravilhoso) por volta de 13h00minhs, chegamos em dona Raquel já era fim de tarde.

Mesmo estando no camping e fazendo minha própria comida, D. Raquel foi muito gentil e me ofereceu janta na primeira noite. Achei isso uma gentileza incrível, e claro como bom mochileiro eu aproveitei a boa comida.

3º Dia Castelo e Cachoeira dos Funis

Acordamos e depois do café partimos rumo ao castelo, a subida é bem puxada e exige muito do praticante de trekking, mas cada um no seu ritmo consegue chegar ao topo. Chegando lá em cima existem duas cavernas/ grutas, uma o acesso é pela direita, numa fenda bem pequena, mas logo em seguida você sai dentro de um enorme salão, vai andando tranquilo até sair no primeiro mirante do castelo, seguimos para o segundo mirante, é como se estivesse dando a volta até sair em outra vista maravilhosa.

A volta do castelo entra em outra fenda e sair à esquerda no mesmo lugar que acessamos a primeira gruta, essa segunda gruta por onde retornamos é menor.

Devido o tempo não conseguimos ir à cachoeira dos funis, assim retornamos para casa de D. Raquel onde dormimos mais uma noite.

4° Dia Prefeitura/Jailson (filho de D. Raquel) chamado pati do meio

Saindo de D. Raquel passamos pela prefeitura e pela casa de Jailson que é filho de D. Raquel, a maioria ali é tudo família, filhos tios e sobrinhos que vivem no pati há muitos anos.

Depois de uma parada pra fotos e um bom café em jailson, nossa próxima parada foi no posso das árvores, onde fizemos almoço/lanche e banho. Saindo do poço das árvores fomos direto pra casa de Sr Eduardo.

5° Dia Ladeira do Império e chegada em Andaraí

Saímos da casa do Sr Eduardo e seguimos com destino a cidade de Andaraí, passando antes pela ladeira do império, parte mais íngreme do nosso ultimo dia.

Depois do termino da ladeira começa a descer até chegar ao destino final, Andaraí.

Mochileiro Frois
Mochileiro Frois

Published on 08/29/2018 16:26

Performed from 08/19/2018 to 08/23/2018

Views

1982

Mochileiro Frois

Mochileiro Frois

Teixeira de Freitas - Ba

Rox
210

Eternamente jovem, com muita vontade de viajar por aqui ou por ai onde você mora. Prefiro estar em meio a natureza sempre, mas tambem curto o agito das grandes metropoles.

Adventures Map
mochileirofrois.blogspot.com.br/

781 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Renan Cavichi, Bruno Negreiros and 405 others support the Minimum Impact Manifest