AventureBoxExplore
Create your account
Morro Do Saboó

Morro Do Saboó

Morros SP: Plano B ativado no misterioso Dragão

Morro do Saboó

A Lenda do Dragão

Tem o povo, num relato
Que se deu estranho fato
Muitos séculos atrás.
Muitos julgam-nos por lenda,
Mas há gente que o entenda
Como história bem veraz.

Certo dia, todo o céu
De nuvens negras se encheu
Um perigo a prenunciar
E irresistíveis desmaios
Fendiam as nuvens e raios
Vinham os olhos pregar.

Longos e fundos gemidos
De gigantes esquecidos
Na ventania fatal.
Mas, silêncio repentino
Inspira dor, desatino,
De tragédia era sinal

O solo todo se abala,
Um terremoto que estala
Baba lavas pelo chão.
E de enorme fenda aberta
Um monstro louco desperta
Era um terrível dragão.

E salta em chamas desfeito,
E urros que saem do peito
Matam os homens de horror
O monstro sai caminhando
E vai consigo levando
Destruição e furor

Dias se passam de medo.
Mas o dragão muito cedo
Sem o berço onde viveu
Anda sem rumo, sem norte
Já sente o peso da morte
Sua força arrefeceu

Busca então repouso. E à vida
Leva a morte vencida
E ninguém por lhe chorar
Porém, o céu constelando
E vagalumes em bando
Como estrelas a bailar

Canta o galo da alvorada
E o vento da madrugada
Soprou dos astros o pó
E o sol mostrou destacado
O dragão já transformado
No morro do Saboó.

(Ratib Buchala)