AventureBoxExplore
Create your account
Vibe em Bueno Brandão

Vibe em Bueno Brandão

Muitas águas e amizades

Vibe em Bueno Brandão

Bom já começo que vou dispensar alguns termos técnicos pela ótima emoção vivida e comemorativa de após quase um ano ter o privilégio de trilhar com a Marlu (Marlucia Nunes), para esses detalhes deixo o mapa autoguiado da cidade em excelência de Turismo Sustentável.

Entra em cena uma nova etapa dessa amizade cordial mas também sem perde o rebolado da trip do grupo "Natureza de Amigos" que uma das fundadoras é a Marlu, vale um breve retorno para tais leitores entender a lógica enfatizada.

Conheci a Marlu assim como conheci a maioria da galera que trilha comigo; bendita tecnologia, onde todos conhece todos e ainda para "melhorar' conhecem cada passo seu na trilha enfim...sim tem coisa boa nisso. Através de um conhecido fui para nesse grupo quem fez a minha recepção foi a Marlu desde então conseguimos apenas fazer um tour no Centro histórico de SP e trilha que foi bom nesse tempo nada!
Quando eu podia ela não podia e vice e versa, o que tambem vale ser citado é que por alguns motivo lá de concreto as trilhas e roteiros de ambas não batem tanto, então sempre fica naquele ioiô, uma tentado convencer a outra, pelo tempo e condições de Marlu ela gosta de pegar um roteiro turístico já no meu caso gosto de ver as alternativas seria difícil mesmo achar algo q entrasse no gosto das donzelas, mas se tem Deus no céu que prepara tudo no momento e pessoas certas então forá lá se cumprindo.
Desanimada com a mudança brusca da minha folga e recebendo as mensagens diária de Marlu na transmissão via wattszapp começou minhas lamentações, então a mesma disse que teve duas desistência na Toyota (van) do simpático Sr° Luciano, estava eu do outro lado da tela pouco lá animada observando as elevações possiveis para dar uma pernada. Animei um pouco porque o roteiro estava recheado de Cachoeiras mas nenhum morrinho a vista, mesmo assim reservei meu lugar, pouco lá de atraso de algumas partes, inclusive da Marlu, mas é perdoada pela galera por causa de seu bom humor.
Seguimos fielmente para Bueno Brandão, a Marlu seguia a frente comandando a discoteca , quase na metade do caminho alguém saca da garrafa de café e aquele cheiro começa a desperta nossos miolos, não dispensei o café e por sinal estava ótimo.

A primeira Cachoeira fica localizada no parque do fênix, onde leva o mesmo nome.
Local bem preservado e faz jus ao Turismo Sustentável com apoio da Porto Seguro (Na TPA está incluso o acesso, seguro e ainda um brinde de enfeite que é uma moeda de $3 podendo consumir algo no parque ou levar embora como lembrança de Bueno Brandão) diz ser a mais atrativa do quadrante da região (No roteiro que fizemos dos 3 complexos diferentes da cachoeira realmente achei essa a melhor)
Fomos descendo pelo parque segue a rasteira a menos de 500mts e já está na Cachoeira segui o percurso para ver as corredeiras e valeu a pena.

A cena mais engraçada foi levar a Marlu para a queda da cachoeira, ficou encantada com o vesto de arco-íris que formava na água e invocou comigo para foto, foto eita mas que foto Marlu haha...
Depois de um bom tempo na água recebemos uma folga das fotos e enfim curtimos a cachu apesar de demorar a entrar só queria ficar sentada na Pedra molhando os pés rsrs..

Depois saí da água e a galera continuou curtindo, fui até a loja do parque troquei minha moeda por um sorvete delicioso.
Enquanto apreciava o sorvete a galera ficou se arrumando para seguir rumo a Cachoeira do sossego,sua TPA é $7, e põe sossego nisso ambiente organizado e familiar fizemos a trilha e depois descansamos, enquanto isso conversava com o Sr.Valdir, que está de passagem por SP ele gosta de downhill e sua mochila me chamou atenção do armazenamento de água então num bom papo ele explicou e deu algumas dicas preciosas de mochilas de ataq, retornamos quase o início da estrada que vai sentido Socorro-SP

Para a Cachoeira do Machado I, como estava tarde e não tinha mais objetivo de entrar na água preferi conhecer os chalés do local, uma simpatia só, a Marlu já estava comprando o lote de queijos frescos fomos procurar queijos e a vendedora referiu que uma moça tinha levado para todos.

Agora todos trocados limpos e bem cansados e satisfeitos da bela aventura desse dia embarcamos na rumo a capital de SP, o retorno ocorreu bem mas fora o trânsito ali por Mairiporã que estava previsto.
Deixo minha gratidão ao grupo, a tia Marlu e a todas amizades que fiz com a galera.

Obs: As fotos foram cedidas pelo grupo.