AventureBoxExplore
Sign Up

Parque Nacional Sempre - Vivas

Circuito no Parna Sempre-vivas em Curimataí, rota circular não convencional.

Trekking Camping

Travessia/Circuito no Parque Nacional Sempre - Vivas iniciado e finalizado na cidade de Curimataí - MG.
Corpus christ, 2019

Viajamos de SP para BH pela viação cometa uma noite toda e da rodoviária de BH havíamos já contratado uma van que chegou cerca de 12h na cidadezinha (saida umas 7hs da rodoviária), viagem longa de uma noite e metade de um dia praticamente, que valeu cada minutos, para chegar nesse paraíso tão lindo e inóspito! 

O parque não tem ainda estrutura, mas é exatamente esse o nosso interesse, ver a natureza mais crua... e foi o que vimos, ninguém em nosso trajeto, algumas pegadas, algumas cobras, só o que muda a paisagem são alguns ranchos no caminho e bois ou cavalos que são criados no meio do nada e vez ou outra cavaleiros seguem para esses ranchos para cuidar creio eu. 

O trajeto foi visto num dos poucos ou únicos relatos existentes de lá, do Chico Trekking e a partir dele com outras referências do amigo Rodrigo Rodrigues, o Cristiano Julianetti traçou uma rota circular para nós explorarmos - Deu certo, Karine e Amarildo ajudaram navegar e foi excelente, nenhum grande problema, o desenho do Cris estava muito bom! 

Como há esses bichos em algumas partes do trajeto, soubemos que a travessia teria tanta beleza quanto carrapatos (rs) e por isso passamos nas nossas roupas, mochila, bota um liquido de permetrina, no meu caso Vaponex, e deu certo, não peguei nenhum carrapato andando 4 dias perto deles! 

Nosso intuito era no terceiro dia ir na cachoeira de Santa Rita, mas como a Van chegou meio tarde no primeiro dia, isso foi atrasando nossa caminhada e acumulando Kms e não foi possível o ataque a cachu, no entanto ficamos no Rio preto algumas horas e era muito bonito e refrescante também. 

No mais, as únicas pessoas que vimos ao longo de 4 dias foram 4 senhores do grupo Sertão Veredas em um dos ranchos, muito simpáticos, um deles com 83 anos, vindos de curimataí também, ofereceram para lie e eu café e broa, aceitei rsrs

A paisagem do cerrado, ou "serrado", na estrada do sertão ou não, já que o sertão é só dentro da gente... como alguns conterrâneos me falaram é o que mais me impressionou, suas flores, o fato de ser tão seco e ter grandes rios, a areia que na verdade não é areia é a corrosão do quartzito existente, por um tempo caminhamos por pedras branquinhas ou até rosadas, depois areia branca, areia marrom, a paisagem muda rápido e drasticamente.

Lendo um pouco antes e depois da travessia descubro que estamos em meio a formação Galho do Miguel que tem mais de um bilhão de anos, cercados de cavernas, pinturas rupestres, animais como anta/mocó/lobo-guará/onça pintada e sitios arqueológicos, realmente vc se sente o indiana jones andando nesse parque rsrs!

Isso sem descrever a imensidão dos "paredões" ao redor em alguns momentos, muito similares aos da chapada diamantina uma prima ou irmã do Sempre-vivas também no espinhaço. 

O grupo era fantástico, agradeço á todos, agradeço as fotos, bom humor, amizade, que venham muitas mais exploratórias!!!

O grupo nasceu do Amigos T&T trekking, desde sempre aprendo muito com cada um deles, obrigada! 

Com 
Cristiano Julianetti, Karine Variane, Ronald Colombini, Laércio Bittencourt, Amarildo Bittencourt, Rodrigo Bittencourt, Yuki Nez, Lie Tamaoki, Patricia Bianca, Carmen Nagano e eu! 

PS: Caso vá para esses lados, peça autorização ao parque via e-mail ;)

FOTOS COM CRÉDITOS no canto superior esquerdo para Carmen Nagano e Karine Variane Angeline, outras fotos são minhas mesmo e outras do celular do Amarildo Schemes. 

Nathachi_Aventureira
Nathachi_Aventureira

Published on 07/01/2019 13:29

Performed from 06/20/2019 to 06/23/2019

Views

662

4
André Leopoldino (Dino)
André Leopoldino (Dino) 07/01/2019 14:05

Belo relato Nathachi! Esse parque é bem lindo mesmo! Ainda tem muita coisa selvagem... Bati de frente com um tamanduá mirim e com uma onça parda quando estive por lá em 2016. Bons ventos!

Fabio Fliess
Fabio Fliess 07/01/2019 14:42

Show Nathachi. Que lugar lindo!!! Desde que fui para Diamantina em 2017 que tenho mais e mais vontade de explorar aquelas bandas. Parabéns pela trip. E pelas fotos!!!!

Nathachi_Aventureira
Nathachi_Aventureira 07/01/2019 19:54

Que Sensacional André!, vimos pegadas de Anta, outras não soubemos identificar e um mocó, vimos algumas cobras também, todas meio assustadas e tão lindas, creio que passando uns dias mais teríamos outras surpresas, ansiosa para voltar!

Nathachi_Aventureira
Nathachi_Aventureira 07/01/2019 19:55

Valeu Fábio! O Sempre-vivas é um belo lugar para você explorar, vai sim, muitas possibilidades, obrigada!

Nathachi_Aventureira

Nathachi_Aventureira

São Paulo

Adventures
9
Rox
330

Apaixonada por trekking e aventuras! Formada em condução de turismo de aventura pelo Senac SBC, nos times do: projeto Mochila de Batom e da Outward bound Brasil.

Map
www.instagram.com/nathachi_aventureira/

427 Contacts



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Renan Cavichi, Fabio Fliess and 256 others support the Minimum Impact Manifest