AventureBoxExplore
Create your account
Nilov 11/17/2015 14:24
Dossiê Chapada dos Veadeiros #1- Santa Bárbara Cavalcante GO

Dossiê Chapada dos Veadeiros #1- Santa Bárbara Cavalcante GO

Uma das cachoeiras mais belas do Brasil, localizada perto da comunidade do Engenho 2, em Cavalcante no território do Sítio Histórico Kalunga

Agora é a vez de falar do meu lugar, do cerrado, da Chapada dos Veadeiros e pra começar vou logo apresentando o que muitos consideram seu mais belo atrativo: a deslumbrante cachoeira Santa Bárbara e com direito a um vídeo que editei. Mas quero antes dizer um pouco mais sobre Cavalcante pois quando se fala em Chapada dos Veadeiros logo se pensa em São Jorge e Alto Paraíso. Cavalcante é parte mais selvagem e desconhecida e foi onde conheci pela primeira vez a Chapada dos Veadeiros. Durante muito tempo (muito mesmo!) eu fiquei estudando a região pensando em possíveis trilhas e aventuras, não foi algo inesperado conhecê-la. Mesmo assim quando chegamos a lugares como esse não deixa de ser bem impactante. Hoje conheço como poucos a Chapada dos Veadeiros como um todo, mas certos lugares de acesso difícil e as raras informações disponíveis e desencontradas ainda guardam alguns tesouros desconhecidos a serem desbravados. Em Cavalcante isso é mais empolgante ainda!

Seria bom esclarecer umas coisas, como o fato do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros ter a maior parte de seu território no município de Cavalcante, apesar da entrada oficial do parque ser em São Jorge, distrito de Alto Paraíso. Diferentemente da Diamantina o parque nacional em Veadeiros não pega a maior parte dos atrativos da região. São muitos atrativos fora do parque tão ou mais impressionantes que os preservados pela unidade administrada pelo ICMBio: Vale da Lua, Raizama, cachoeira do Segredo e Macaquinhos, além de Catarata dos Couros, Sertão Zen, Macaco recentemente anexados ao Parque só pra ficar pelas redondezas. Em Cavalcante fora a Ponte de Pedra praticamente tudo está fora do território do parque, boa parte dos atrativos estão em terras do Sítio Histórico do Patrimônio Cultural Kalunga, inclusive a cachoeira Santa Bárbara. E o que seria esse Sítio Histórico Kalunga?

Durante muito tempo as serras de Cavalcante abrigaram remanescentes de quilombolas vindos de vários lugares do país. Reunidos ao longo do rio Paranã, iIsolados em um trecho protegido por serras e vãos os Kalungas, assim denominados por estarem protegidos em um território sagrado (Kalunga tem vários significados e em lingua bantu pode significar sagrado), passaram a viver nesse lugar paradisíaco mas ao mesmo tempo um tanto hostil a presença humana por mais de duzentos anos. Desenvolveram sua cultura própria baseada nas tradições de matrizes africanas mas fortemente influenciada pelo cristianismo também e alguma miscigenação com índios e fazendeiros. São várias procissões e festejos em dias de santos católicos numa área maior inclusive que o próprio Sítio Histórico. Por isso quando estiver nessa região tenha todo cuidado e respeito às pessoas que ali habitam, pois não foi nada fácil viver isolado e esquecido do restante do país durante tanto tempo e ameaçados por onças e "coronéis" . São basicamente cinco grandes comunidades no território Kalunga: do lado direito do Paranã os Vãos do Kalunga (principalmente à beira da Serra da Contenda, Riachão, Tinguizal), do outro lado Moleque e o Vão de Almas, e as Comunidades do Prata e do Engenho 2, a maior de todas e onde ficam belas cachoeiras inclusive a Santa Bárbara. Antigamente existiam quem considere essas duas últimas comunidades parte do Vâo do Moleque, mas a proximidade de Cavalcante e das principais cachoeiras fizeram o Engenho crescer muito recentemente.

A comunidade do Engenho 2 está a 142 km da cidade de Alto Paraíso de Goiás e 27 km de Cavalcante sendo este trecho por estrada de terra. Depois de passar pelo engenho 2, no Centro de Atendimento ao Turista e devidamente acompanhado por um guia kalunga local (que você já pode contratar no CAT em Cavalcante se preferir), você pode andar por toda uma estrada de terra até o início propriamente da trilha, que é bem pequena a partir deste local, para a primeira queda. Alguns arriscam ir de carro até esse ponto e acabam perdendo a placa do carro na travessia do rio Capivara, bem antes das suas quedas famosas. Logo no começo encontramos uma pequena queda de água cristalina onde se pode tomar um banho refrescante. Alguns metros subindo rio acima encontramos a Santa Bárbara que tem água azul turquesa transparente e em dias de sol (melhor chegar bem cedo) fica com um poço mais bonito ainda. A queda tem por volta de 35 metros e a natureza em volta é igualmente deslumbrante. Em dias de maior procura é provável que o tempo para visitação seja limitado em torno duas horas ou menos. Por isso recomendo ir em épocas fora da alta temporada para curtir o tanto que achar necessário e, vai por mim, você não vai se contentar com pouco tempo. A beleza chaga a ser hipnotizante, irreal aos olhos mais incrédulos; momentos de contemplação silenciosa são obrigatórios. É muito difícil o poço não estar cheio na alta temporada, principalmente no período da tarde, pois muitos vêm direto de Alto pra cachoeira. É comum pessoas com bóias e equipamentos de mergulho pra aproveitarem toda cachoeira nesses dias. Uma boa dica é ir o mais cedo possível sem deixar uma refeição previamente reservada nos restaurantes do Engenho 2 pra quando estiver voltando da cachoeira. Muita gente emenda a visitação com outras duas cachoeiras perto do Engenho, Tiririca e Capivara. Se quiser conhecer mais, como a cachoeira Candaru recomenda-se ficar mais de um dia, hospedado em Cavalcante ou Acampado no Engenho2.

Cavalcante possui ainda muita coisa a ser descoberta, o próprio rio Capivara é uma delas. Tem ainda os longínquos vãos e suas difíceis travessias, onde o acesso mais difícil esconde preciosidades que raramente são exploradas como o Cânion do Curriola e os saltos dos rios Corrente e Correntinho. Relativamente próximo e mais conhecido é o vale do Rio do Prata, onde as inúmeras sequências de quedas são tão deslumbrantes quanto a água da Santa Bárbara, igualmente cristalinas só que num tom mais esverdeado. Esse outro paraíso em Cavalcante merece um relato à parte. É por esses lugares maravilhosos que minha mente percorre quando estou sem nada pra fazer, com lembranças e imaginação fico planejando futuras expedições pra um dos lugares mais bonitos do Brasil. Vale a pena todo sacrifício, os kalungas que o digam.

Nilov
Nilov

Published on 11/17/2015 14:24

Performed on 07/14/2015

Views

2729

1
Caroline de Jesus
Caroline de Jesus 07/30/2021 15:57

Que lugar lindo!!!

Nilov

Nilov

Goiânia - GO

Rox
83

Bicho do cerrado, trekker autônomo, apaixonado pela natureza e "ecoturismo de aventura", especialmente o trekking de longa distância. Amo minha filha, comida, cinema e MC Escher tb

Adventures Map
www.wikiloc.com/wikiloc/user.do?id=1170814&from=10&to=20

125 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Bruna Fávaro, Bruno Negreiros and 396 others support the Minimum Impact Manifest