AventureBoxExplore
Create your account
Pedra Selada

Pedra Selada

Detalhes sobre a trilha e o amanhecer no Pico da Pedra Selada

Hiking Mountaineering

**PEDRA SELADA**

Com 1755m de altura e uma trilha de 2,8km de extensão, a Pedra Selada, que tem esse nome por lembrar a sela de um cavalo, é o ponto mais alto de Visconde Mauá e cada centímetro de caminhada vale a pena.

A trilha começa no estacionamento de uma área particular (Fazenda do Sr. Alcebíades). Encontrar o ponto de início não é difícil. Fomos pelo Google Maps e ao chegar em Mauá, as placas de sinalização são fartas e o local é bastante tranquilo. A trilha fica em uma propriedade particular e no início dela há estacionamento (R$15,00), banheiros e uma pequena venda. A entrada para trilha é paga (R$12,00). Se você subir muito cedo, paga na volta. Todo o trajeto é extremamente bem sinalizado. Há placas que podem ser muito bem vistas de dia e de noite. Fomos para o amanhecer então subimos de madrugada e as placas nos conduziram muito bem em todo trecho.

A subida é íngreme. Classificada como semi pesada. Há obstáculos pelo caminho e no final da trilha, alguns trechos com corda (já estão lá). As cordas facilitam pontos escorregadios e com muitas pedras. Em média, leva-se 2 horas para subir. É possível fazer em mais ou menos tempo, vai depender do condicionamento físico de cada um. Mas é uma subida majoritariamente por dentro da mata, ou seja, ela é fresca. Se você fizer de madrugada, como eu fiz (leve um casaco e um gorrinho) porque as temperaturas baixam bastante. Não precisa ser nada muito pesado porque quando começa a subir, começa a esquentar. Então, não exagere. Se for pra pernoitar, aí recomendo que leve roupas mais apropriadas pra baixas temperaturas porque ficará mais tempo no frio.

Na volta, vimos o sol agir. Sim, há um trecho da trilha bem exposto _ o início dela. E depois que o sol sobe, ele faz a festa. Sendo assim, boné, chapéu, filtro solar… são itens indispensáveis porque se o sol não te encontrar na subida, na descida ele cobra a conta com juros, hahahahahaha… Como existem pontos de areia bem fina e escorregadia, bota é o melhor calçado. Há um ponto de água pelo caminho, não fiz uso dele. Levei 3lt de água e 1lt de isotônico, não consumi nem metade. Levei lanche leve e comi muito pouco também. Dica pra você não subir com mochila pesada, sem necessidade. No início da Trilha tem a Cachoeira do Chuveiro e você pode se refrescar nela na volta.

A vista é de pirar. O cume tem visão de 360º e nele é possível avistar a Serra da Bocaina, o Pico das Agulhas Negras e outros lugares muito lindos. Fomos abençoados com um solzão laranja, um tapetão de nuvens e um mar de montanhas. Eu não poderia ser mais grata. Foi muito mais que pedi. Se você quiser contemplar o amanhecer e subir com tranquilidade e sem pressa, verifique o horário do nascer do sol na região e comece a subir 2h e meia antes. Lá no topo, contemple a criação e seja grata por ser parte viva e atuante dela.

2
Bruno Negreiros
Bruno Negreiros 09/23/2020 14:08

Bateu saudade ali da região. Valeu pelo relato, Pâmela.

Pâmela Rodrigues
Pâmela Rodrigues 09/23/2020 14:09

Obrigada, gostei muito de ter ido