AventureBoxExplore
Create your account
Subida ao Escalavrado - Teresópolis

Subida ao Escalavrado - Teresópolis

Bate e volta no Escalavrado localizado em Teresópolis - PARNASO

Hiking Abseiling Mountaineering

Se você já fez a famosa Travessia de Petrópolis a Teresópolis com certeza ficou admirando o Escalavrado (e outros picos) quando estava indo embora do parque, a vista da estrada do Escalavrado impressiona e intimida até os mais experientes e acostumados com aventuras, você sai do parque já pensando em quando vai voltar lá para realizar a subida ao pico.

Porém realizar tal feito não é das tarefas mais simples principalmente para quem não é do RJ. Para nós Paulistas o PARNASO fica a uma distância considerável e são poucas as pessoas daqui que fizeram o pico, por isso quando fui convidado por um amigo de trilhas não pensei duas vezes mesmo sabendo que seria puxado. Estávamos indo em dois carros e 9 pessoas e voltaríamos no domingo de Páscoa ou seja iríamos pegar um trânsito grande na volta.

Como sempre o fotógrafo não saiu na foto.

Depois de nos encontrarmos no famoso ponto de trilheiros aqui em SP na estação Tatuapé seguimos durante a noite toda dirigindo, e chegamos no destino por volta das 05 horas da manhã. Após tomar um café da manhã preparado as pressas era hora de dar início a pernada.

Deixamos os carros no estacionamento no restaurante que fica próximo ao Escalavrado e nossa "trilha" começou na estrada, com o nascer do Sol o sono de ficar acordado toda a noite foi indo embora. Andamos por vinte minutos em ritmo tranquilo e tirando fotos até sair da estrada e começar a subida.

Como dissemos durante a subida não tem aquecimento, o Escalavrado já mostra o porque poucas pessoas se atrevem a subi-lo logo de cara, na minha opinião o começo é o pior trecho da subida, depois ele até se torna mais exposto mas o começo é mais técnico e ingrime.

Devido ao grande desnível a estrada vai ficando para baixo rapidamente.

Começamos a subida um pouco depois das 06 da manhã, queríamos subir o mais cedo possível para evitar o sol forte que estava prometido para o dia.

Gastamos um pouco menos de 3 horas contando desde o ponto que começamos a caminhar no estacionamento até o cume do Escalavrado.

Próximo ao cume o Sol já estava bem forte mas ainda agradável, na minha opinião pelo menos haha.

A subida tem poucos lances que sejam técnicos, li em algum lugar que é considerado uma escalada de grau 1. O maior desafio está na parte psicológica devido a exposição de vários trechos. Todos do grupo estavam com equipamentos de segurança e eu ainda estava com uma cargueira com 50 metros de corda o que sempre dificulta um pouco a mais.

Durante a subida todos subiram sem a ajuda dos equipos mas na descida em alguns trechos decidimos utilizar a corda e cadeirinhas.

Adriane e Julia descendo um lance de rapel... já que trouxemos vamos usar.

A previsão não decepcionou e tivemos o céu azul o tempo todo Além do pico todo só para nós. Encontramos um grupo quando já estávamos na metade da descida, na minha opinião já estava um pouco tarde para estar subindo, acredito que o ideal é começar bem cedo.

Apesar da subida não ser tão técnica é importante que quem for subir já tenha uma boa experiência com escalaminhadas e não tenha problemas com altura. Ficar atento a previsão do tempo é outro fator crucial para uma subida com sucesso já que não é recomendável subir com a possibilidade de chuva.

Deve-se levar equipamentos verticais para segurança e comunicar o parque antes de realizar a subida, de resto é perna e coração para aguentar.

ROOTS - Raízes da Aventura
CADASTUR 28.897.892/0001-94
Guia de Turismo 25.392081.97-4

Case Aquino
Case Aquino

Published on 04/24/2019 08:59

Performed on 04/21/2019

Views

1672

1
David Sousa
David Sousa 04/17/2021 07:26

Trilha linda !🙌

Case Aquino

Case Aquino

Mairiporã

Rox
201

Guia de Turismo de Aventura apaixonado por Montanhismo. Instrutor do GPM e proprietário da empresa Roots Raízes da Aventura.

Adventures Map
www.facebook.com/rootsraizeseaventura/

203 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Renan Cavichi, Bruno Negreiros and 405 others support the Minimum Impact Manifest