AventureBoxExplore
Create your account
Taís 11/16/2015 21:44
Morro do Alicate - Serra dos Órgãos/Petrópolis

Morro do Alicate - Serra dos Órgãos/Petrópolis

O Morro do Alicate é uma montanha localizada no Vale do Bonfim. Seu acesso é pela portaria do Parque Nac da Serra dos Órgãos, em Petrópolis.

Morro do Alicate

Primeiramente quero aqui relatar que não sou atleta (rs) e que este relato se trata de um registro de experiência que quero compartilhar com pessoas, experientes ou não, atletas ou não, mas que assim como eu amam estar nas montanhas.

Vamos lá! O Morro do Alicate é uma montanha localizada no Vale do Bonfim. Seu acesso é pela portaria do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, em Petrópolis. Posso dizer que a subida demora de 2 a 3 horas e que o nível de dificuldade é médio já que se trata de uma trilha curtinha, porém com alguns trechos bem íngremes e escorregadios.

Iniciei a caminhada na companhia de dois amigos, Mariana e Luiz (Rafael, vc fez muita falta!!!!), por volta das 08h30. Seguimos a trilha que leva ao Morro do Açú. A manhã estava nublada e com clima propício para fazer a trilha que segue em sua maior parte fechada. Ao chegar na bifurcação do Véu da Noiva (ver placa indicativa à esquerda) seguimos à direita em sentido ao Açú. No trecho que segue iniciou-se uma forte subida em zigue-zagues com algumas elevações. É importante estar atento ao final da segunda elevação pois é nesse ponto que se encontra a discreta entrada (não sinalizada) para o Alicate que justamente por não ser sinalizada, ficamos na dúvida se realmente estávamos no local certo. A referência que ajuda neste momento é que é possível ouvir o som de uma cachoeira. Pois bem, você está no lugar certo!

A trilha inicia com uma descida bem íngreme (gente, é ingreme mesmo!!!rs) Prepara-se para uma “escalaminhada” nesse momento pois foi o que fizemos. Após algumas escorregadas de leve chegamos ao final da rápida descida e cruzamos um belo riacho. Enchemos nossa garrafas d’água e atravessamos o riacho onde continua a trilha que neste momento ficou bem fechada e com subidas igualmente íngremes e escorregadias. Num determinado ponto contornamos uma grande pedra à nossa esquerda e o caminho continuou fechado com bastante vegetação nativa e alguns discretos bambus (não tínhamos facão nem nada parecido o que facilitaria bastante nessa hora. Por isso recomendo levar).Ah, não poderia deixar de relatar que nesse momento fomos surpreendidos por alguns moradores locais: os JACUS!!!Logo após diminuiu a elevação e a subida ficou mais tranquila e em seguida – por volta das 11h00 - nos deparamos finalmente com o cume do Alicate, marcado por uma laje de pedra sinalizada com um totem.

O visual é nada menos que deslumbrante e compensa qualquer possível tombo e arranhões ao longo do trajeto.

Hora de relaxar e contemplar o que o lugar tem de mais belo.

Alguns passos à esquerda chegamos a um mirante que nos permite uma visão panorâmica das montanhas ao redor, da cachoeira do Alicate e do Véu da Noiva, que nesse dia estava com pouca água devido a falta de chuvas na região.

No caminho de volta o céu nos presenteou com um imponente Sol e um belíssimo azul. Aproveitamos para um mergulho no Poço Paraíso para recarregar as energias.

Taís
Taís

Published on 11/16/2015 21:44

Performed on 11/14/2015

Views

3853

6
Fabio Fliess
Fabio Fliess 11/15/2016 12:09

Muito legal Taís... Uma das mais bonitas vistas do Vale do Bonfim!!! :)

Taís
Taís 01/02/2017 19:32

Concordo, Fabio! Precisando voltar!

Magnus
Magnus 08/03/2017 13:00

Legal ein! Já havia notado essa entrada, aí vc falou em barulho de cachoeira e tive a certeza. Na próxima vou dar uma explorada.

Carlos Araújo
Carlos Araújo 08/06/2017 01:51

Que imagens incríveis!!!

Taís
Taís 08/08/2017 21:16

N deixe de ir Magnus! Vai curtir o visual!

Taís
Taís 08/08/2017 21:16

Gratidão, Carlos!

Taís

Taís

Rio de Janeiro - RJ

Rox
45

Moro na região serrana do Rio, sou educadora e adoro o que faço! Sou apaixonada por montanhas e cachoeiras!


89 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Renan Cavichi, Fabio Fliess and 396 others support the Minimum Impact Manifest