AventureBoxExplore
Create your account
Patagônia El Chalten - Part 2

Patagônia El Chalten - Part 2

Relato da segunda parte do mochilão para El Chalten na Patagônia Argentina

Blog Mochilão América do Sul
www.meumochilao.com

Depois de alguns dias de trilha e tempo fechado, ficamos um dia em el chalten sem fazer quase nada além de descansar, comer e conversar. A Internet de el chalten é péssima e ficamos quase uma semana sem comunicação. Nesse dia no final da tarde conheci duas meninas da argentina que tinham ido fazer a trilha nesse dia para laguna de los 3 e me contarão que na volta pegarão uma tempestade de neve e quase se perderam. Elas me contarão que pegarão neve até no joelho. Fiquei meio desconfiado pois achei meio exagerado.

No outro dia acordei bem cedo e quando sai pra fora do hostel levei um susto, quando olhei para trás do hostel parecia que eu estava em outra cidade, era possível ver todas as montanhas e o fitz roy estava lá lindo e maravilhoso. Na hora eu leo e Gustavo resolvemos sair para fazer a trilha até a laguna capri e saímos com uma pequena mochila agua e barras de cereal e um sanduiche. Agora nós iriamos fazer a trilha que fizemos em baixo do temporal onde apenas baixamos a cabeça e caminhamos, então era praticamente uma trilha nova.

No inicio da trilha ela é só de subida e logo você já para em um mirador que é possível ver toda a cidade de el chalten. Paramos um pouco e fizemos algumas fotos. Alias nesse dia eu tiraria o dia para fazer minhas fotos.

A Trilha desse dia já de inicio foi perfeita, lugares que antes não tinham graça alguma agora se revelavam com uma beleza incrível. Já de El chalten era possível ver que as montanhas estavam cobertas de neve relevando uma paisagem única e privilegiada

Logo de inicio já notamos que a temperatura tinha caído muito, no nosso marcador fazia 5 graus as 8:30am. E pouco tempo depois que iniciamos já foi possível notar que alguns pontos da trilha já tinha neve o que nos deixou bastante feliz.

Nosso objetivo era ir até a laguna capri que fica bem perto cerca de 1:30 de caminhada. De lá seria possível ver o fitz roy.

Estávamos muitos ansiosos para chegar a laguna pois o tempo estava perfeito e como estava friozinho estava ótimo para caminhar. Nesse dia não tinha quase nada de vento o que era raridade na patagônia.

De longe já pude avistar o fitz roy e apurei o passo pra chegar logo no primeiro local onde se poderia ver o primeiro mirante. Quando chegamos lá botamos um sorriso gigante no rosto e comemoramos. O Fitz roy é lindo mesmo de longe ele era imponente e para ficar ainda mais lindo estava coberto de neve. Paramos nesse local e fizemos algumas fotos antes de avançar para a laguna capri.

A Laguna estava bem pertinho desse mirante e logo chegamos nela. Cada passo era uma imagem mais linda que a outra, eu parecia uma criança em um parque de diversões, não sabia para onde olhar primeiro o que fazer primeiro. Qualquer pessoa com uma câmera na mão ficaria doida para sair fotografando.

A Laguna estava linda pois além do tempo limpo todas as montanhas ao seu redor estavam cobertas por neve o que criava um constate perfeito.

Nossa meta era chegar apenas até a laguna mas obviamente iriamos continuar. Estávamos com energia de sobra e dopados de motivação para chegar até a laguna de los 3 e ter a oportunidade de ficar pertinho do fitz roy com o tempo perfeito. A triha é longa seria 8h ida e volta.

Ficamos pela laguna capri tirando algumas fotos e caminhamos até onde seria nosso acampamento que tivemos que abortar devido a chuva. O Local é bem legal e é bem protegido pelas arvores

Iniciamos nosso deslocamento até o acampamento poincenot. Esse trajeto da Laguna Capri até o Poincenot foi a trilha mais linda que já fiz. Conforme fomos avançando a quantidade de neve ia aumentando e o contraste verde com as montanhas coberto de gelo era incrível. O Frio também começou aumentar e o Gustavo tinha saído apenas com a jaqueta impermeavel e uma camisa manga curta por baixo e já começava a sentir frio. Quando estávamos caminhando era tranquilo mas era só parar que o bicho pegava.

Eu estava muito empolgado e caminhava olhando para todos os lados tentando fotografar tudo e ao mesmo tento admirar e agradecer a Deus pela oportunidade. Logo chegamos ao acampamento e encontramos uma colega Francesa que conhecemos no Hostel. Nossa amiga estava com seu tornozelo machucado e teve que desistir de uma escalada que iria fazer pela região e para não ficar de bobeira resolveu fazer a trilha. Ela muito querida emprestou uma blusa que estava sobrando para meu irmão que nesse momento estava tremendo de frio.

Nesse ponto nós precisaríamos decidir se iriamos subir até a laguna de los 3 ou voltar. A Subida era de 1h porem a montanha estava completamente cheia de gelo e não saberíamos como seria subir. Mesmo assim com toda a dificuldade e frio resolvemos subir. Eu e Gustavo fomos na frente e o Leo ficou acompanhando a Francesa pois ela estava mais lenta

A Subida foi algo surreal, pois não sentimos o cansaço e a cada momento ela ficava mais linda e divertida. Muitas pessoas subiam a montanha sem preparo algum com tênis de usar em shopping e sem roupa adequada. Da para imaginar o show de tombos.

Conforme íamos subindo a paisagem abaixo de nós ficava perfeita e a quantidade de neve ia aumentando muito.


O Engraçado que estávamos subindo essa montanha pela segunda vez. Na primeira vez relatado no outro Post foi um inferno pois o vento era absurdo e também não tinha neve. Nessa segunda vez parecia que estávamos fazendo outra trilha pois estava totalmente diferente. Subimos em 1h conforme o programado.

Quando chegamos ao topo e tivemos a vista do fitz roy e a laguna eu fiquei em choque, congelado de emoção...e agradecendo a Deus por ter deixado a montanha mais linda do que eu esperava ver. Fui para lá achando que veria o fitz roy mas não com ele coberto de neve em um dia perfeito.

Depois de bater milhares de fotos fomos até a laguna para ver tudo mais de pertinho. Por conta da neve não existia mais a trilha principal então achamos um local onde achamos que seria e iniciamos a descida.

Quando chegamos na lagoa vi algo que julguei ser impossível. Um cidadão tomando banho na lagoa. A Lagoa deveria estar com uns 2graus e o cara lá bem faceiro provavelmente pagando alguma promessa.

Passamos bastante tempo na lagoa e tiramos muitas fotos. Seria difícil nào fazer uma foto boa nesse ambiente pois tudo ajudava.

Depois de algum tempo o Leo e a Francesa chegaram e ficamos um pouco com eles. Leo estava muito feliz como sempre, ele era uma pessoa sempre apontando para algum canto e contando histórias sobre o lugar todo empolgado. Sua frase típica era...CARACAAA olha aquilo..

Nossa descida foi mais legal ainda. Estava megaaa escorregadio e para varias meu irmão começou a tentar fazer sky bunda por um tempo e não deu certo pois ele ralou toda a bunda hehhee e depois tentou ir deslizando com o pé até cair alguns tombos. Além dos perigos de cair a todo instante e bater contra uma pedra era preciso se cuidar das guerras de gelo que eu e meu irmão travávamos em alguns momentos, geralmente quando um não estava olhando.

Quando chegamos novamente ao Poincenot a neve já tinha derretido na parte mais baixa deixando o cenário ainda mais bonito. Era impressionante como as mesmas paisagens conseguiam ficar cada vez mais linda.

Nossa volta foi uma mistura de felicidade, agradecimento e tristeza. A todo momento parávamos e sentávamos para admirar aquele cenário que parecia uma pintura. Agradecíamos a Deus e uns aos outros pela ótima cia e por tudo ter dado certo e ficamos tristes pois precisávamos deixar aquele lugar.

A Trilha que fizemos nesse dia é a mais popular na cidade podendo ser feita por qualquer pessoa que tenha um condicionamento físico médio, que as vezes saia caminhar ou correr. Ela possui um grau de dificuldade médio e tem um tempo estimado de 8h ida e volta sendo que o trecho de subida é bem pesado levando cerca de 1h pra subir. Para descer é cerca de 30mim e força muito o joelho.

É isso pessoal , essa foi minha aventura na cidade de El Chalten que espero um dia voltar lá e reviver todas essas emoções.

Willian Fae
Willian Fae

Published on 10/06/2015 08:49

Performed from 03/03/2015 to 03/10/2015

Views

2554

Willian Fae

Willian Fae

Chapecó - SC

Rox
124

Sou um mochileiro nas horas vagas, e tenho uma paixão por viajar, conhecer novas culturas, apreciar a boa qualidade que todos os países tem.

Adventures Map
www.meumochilao.com

146 Following