AventureBoxExplore
Create your account
Caiaque em São Luís do Maranhão

Caiaque em São Luís do Maranhão

Um dia conhecendo a cidade de São Luís por um ângulo diferente

Kayaking

Por conta de uma passagem rápida por São Luís do Maranhão, no meio de uma cicloviagem pelo estado (veja AQUI e AQUI), tiramos um dia para conhecer a cidade sob um ponto de vista diferente: o de quem olha do mar para terra.

O dia começou num encontro com a Neuza e o André, da agência Ecotrip Canoagem, na marina próxima ao Espigão da Ponta da Areia.

Fiquei um tempo ali me acostumando com os equipamentos, com os processos e ajeitando tudo e então caímos na água em um caiaque duplo.

Inicialmente fomos beirando toda a parte antiga da cidade, próximo da Av. Atlântica de São Luís, de onde pudemos apreciar muitos de seus cartões postais.

Dali, seguimos para a praia do Bonfim, onde estão as ruínas da primeira igreja da cidade. Avistamos também a praia do Amor e o terminal de onde parte o ferry boat que leva a Alcântara.

O mar estava bastante agitado e, como eu não sei nadar, fiquei com medo em vários momentos. E não por coincidência o nome da ilha onde paramos era: ilha do Medo! rsrs

Apesar do nome, essa ilha está situada próxima à cidade e permanece quase intocada até os dias atuais, salvaguardada da urbanização violenta da cidade grande. Lá há moradia de alguns pescadores com quem interagimos por um tempo. Fizemos um lanche e então partimos para um retorno em linha reta até a marina de onde saímos.

Foi bastante cansativo e exigiu bastante dos braços, ainda mais para mim que não faço esse tipo de atividade com frequência, rsrs. Mas fiquei feliz por ter dado conta do recado, mesmo com minha provável remada descompassada e desorientada, hahahaha.

Remamos cerca de 20 quilômetros no total nessa atividade que durou um dia inteiro (entre 9h e 16h, aproximadamente). Recomendo muito a experiência para quem busca uma São Luís diferente!

Bruna Fávaro
Bruna Fávaro

Published on 12/01/2018 18:36

Performed on 07/20/2018

Views

2824

2
Edson Maia
Edson Maia 12/02/2018 11:54

uma remadinha é massa! tb não sei nadar, mas de colete não existe perigo. É bom saber como sair do caiaque, desvirar e embarcar de volta no bicho se acontecer de capotar. ;)

Bruna Fávaro
Bruna Fávaro 12/02/2018 20:42

Eu não sei fazer nado disso aí, Edson hahahah Mas vambora mesmo assim! :D

Bruna Fávaro

Bruna Fávaro

São Paulo

Rox
2645

Montanhista, ciclo-mochila-viajante, professora e de bem com a vida!

Adventures Map
facebook.com/bruna.favarosilvio

1 Posts


3875 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Fabio Fliess, Renan Cavichi and 396 others support the Minimum Impact Manifest


Together
Inclusive Adventures
Rox

Bruno Negreiros, Bruna Fávaro and 150 others support the Together page.