AventureBoxExplore
Create your account

Dica - Máscara Fiber Knit Air

Experiência de uso a Máscara Fiber Knit Air e comparação com máscaras de tecido, descartáveis, entre outras em atividades outdoor

(Vale ressaltar que estou aqui compartilhando uma opinião criada por experiências de uso das máscaras relacionadas ao conforto e à perfomance durante atividades outdoor, e deixo claro que qualquer máscara que atenda os protocolos da legislação sanitária vigente é eficiente em termos de proteção contra a Covid-19. Inclusive, disponibilizo AQUI o link de acesso às orientações para máscaras de uso não profissional da ANVISA.)

.

.

Com a pandemia do Covid-19, muitas atividades outdoor ficaram suspensas até que pudéssemos entender qual seria a forma segura de agir, de nos relacionar com o próximo e com o meio ambiente.

De fato, ainda há muito estudo e pesquisas acerca do contágio pelo coronavírus, mas é certo que precisamos sim nos cuidar e nos prevenir não apenas pelo nosso bem estar, mas também prezando por aqueles que convivem conosco, que temos algum contato mais direto no dia a dia.

Com isso, o uso de máscara, ainda que num ambiente aberto ao ar livre, se tornou imprescindível. Mesmo que o ar esteja circulando e que mantenhamos algum distanciamento, há riscos. Com frequência cruzamos com pessoas nas trilhas e não podemos nos expor tanto para não passar nada para ninguém como também não pegar nada.

Desta forma, sempre venho usando algum tipo de proteção: bandanas tubulares, máscaras de pano, máscaras descartáveis... Esses têm sido itens indispensáveis nas minhas caminhadas e escaladas por aí afora.

Bandana tubular utilizada num hiking de 21 km pelo PNI e Máscara de tecido usada durante escalada no Morro São João

.

Recentemente ganhei de presente a Fiber Knit Air. A máscara já vinha sendo muito falada, mas ganhou fama principalmente quando vimos inúmeros atletas de alta performance usando tranquilamente durante os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Essa máscara tem como diferencial um formato mais anatômico, além do suporte para filtros. Além disso, para nós, amantes da natureza, que pensamos sempre no mínimo impacto, a máscara tem o ponto alto de ser sustentável, produzida sem geração de resíduos, através da reciclagem de garrafas PET.

.

.

Sobre a experiência de uso e comparações:

Em relação às demais máscaras (tecido reutilizável, descartáveis, etc), com exceção da bandana tubular, senti bastante dificuldade para respirar pois o tecido ficava bem próximo ao nariz e à boca, fazendo com que, ao respirar, eu meio que sugasse a máscara ao invés de puxar o ar corretamente. Dessa forma, acabava me sentindo sufocada e precisava parar para ajustar, ou eventualmente levantar a máscara e conseguir respirar um pouco melhor.

Outro ponto que observei foi que, por vezes, ao me comunicar com algum companheiro durante a atividade, as máscaras também se moviam bastante no meu rosto, deixando algumas áreas não vedadas.
No caso da bandana tubular, há anos utilizo como proteção do frio, para evitar queimaduras na boca por exemplo. Nesse caso, pra mim só é possível fazer esse uso porque prendo o tecido da bandana entre os meus óculos e o nariz (como pode ser visto na foto acima). Vale ressaltar que há diversas amarrações e formas de prender a bandana na cabeça, eu particularmente só uso para essa finalidade de proteção da boca e nariz da forma que mencionei.

.

Falando um pouco sobre a Fiber Knit Air, segundo o site do fabricante:

"Testada e aprovada por atletas de todo o mundo, com um tecido estruturado e com suporte de filtro 3D, a máscara fica distante da boca, melhorando sua performance" e "A máscara se adapta ao rosto dando mais estabilidade durante o uso. Mesmo em movimento, uma área da boca e do nariz permanecerá corretamente vedada."

Máscara Fiber Knit Air utilizada durante o hiking ao Seio da Mulher de Pedra

.

Na minha experiência de uso pude comprovar a veracidade dessas informações. Realmente a Fiber Knit Air se adaptou bem no meu rosto por conta do seu tecido mais armado, porém confortável, e também do suporte de filtro que, na minha opinião, faz toda a diferença. O suporte impede que durante a respiração o tecido seja sugado causando a sensação de sufocamento que descrevi anteriormente. Também percebi que a máscara envolve boa parte do meu rosto, fazendo com que, ao falar, ela não saia do lugar.

Como ponto negativo, apesar de ter o tecido bem confortável, como tenho o nariz razoavelmente grande, a ponta ficou em contato com a máscara o tempo todo. Com alguma frequência eu parava para tentar coçar a ponta do nariz e, ao chegar em casa, verifiquei que estava bem vermelhinho por conta do contato de horas do tecido com a pele. Apesar disso, não deu alergia e, no dia seguinte, já não tinha mais vermelhidão alguma.

Outro ponto contra é o valor da máscara. Enquanto as de tecido custam cerca de R$6,00 a unidade e as descartáveis, como a KN95, por volta de R$4,00 a unidade, o kit da Fiber Knit Air com suporte 3D e 30 filtros custa a partir de R$69,90 em buscas recentes (última pesquisa que fiz foi em 07/09/21). Entretanto, para tomar uma decisão é necessário levar em conta o custo-benefício do produto.

.

Em um panorama geral, agora adotei a Fiber Knit Air como a minha máscara para prática de esportes. Minha decisão foi tomada levando em conta que, quando comparada às demais, é bastante diferenciada principalmente por não causar a sensação de sufocamento que outras máscaras acabam proporcionando.

.

FAÇA A SUA PARTE: USE MÁSCARA E LEVE ÁLCOOL GEL. RESPEITE O DISTANCIAMENTO SOCIAL E EVITE AGLOMERAÇÕES.

(Foto de capa: Will Nascimento. Foto da Escalada: Bruno Negreiros. A selfie é minha mesmo.)

11
Nicole Pierotti
Nicole Pierotti 09/09/2021 19:40

Esse era um review que a gente precisava mto

Danielle Hepner
Danielle Hepner 09/09/2021 20:30

Obrigada benzinho!! Só foi possível a matéria por conta do seu presentinho (:

Danielle Hepner
Danielle Hepner 09/09/2021 20:34

Obrigada Nicole! Eu andei um tempo muito perdida nas máscaras pra uso nas trilhas e demais atividades outdoor, daí foi testando essa máscara que vi a oportunidade de compartilhar a experiência aqui na plataforma. Feliz por compartilhar e possivelmente ajudar a galera de alguma forma nesse momento em que os cuidados são tão essenciais!

Fabio Fliess
Fabio Fliess 09/10/2021 11:56

Eu comprei faz tempo essa máscara, pensando nas atividades físicas. Me decepcionei bastante. A proposta é boa, mas na real a máscara é incômoda, machuca, embaça demais meus óculos e não veda totalmente.

Danielle Hepner
Danielle Hepner 09/10/2021 13:48

Vish Fliess, que bosta! Eu achei que os tamanhos que eles colocam lá são meio fora da realidade... Meu rosto é pequeno, mas uso G... Talvez se eles pensassem em fazer tamanhos maiores ficasse melhor e mais confortável, não sei... Tem usado que tipo?

Fabio Fliess
Fabio Fliess 09/10/2021 13:54

Não sei dizer Dani. A alça acho que fica frouxa na minha cabeça. Mas o que mais me incomoda é a vedação. Pra quem usa óculos é um saco. Nas atividades outdoor tenho usado máscaras mais simples, de pano, mas com tripla camada. Não embaça tanto se eu ajustar direitinho. E na academia tenho usado PFF2. Essa veda de verdade. Como ponto contra, acaba esquentando demais.

Danielle Hepner
Danielle Hepner 09/13/2021 12:27

Fliess, andei pensando aqui... O modelo que você comprou e testou é o que tem a tira da cabeça ou o que possui elástico pra orelha? Esse que eu escrevi é o das orelhas... Esse da tira da cabeça sempre me pareceu muito incômodo.

Fabio Fliess
Fabio Fliess 09/13/2021 21:05

Dani, a que eu comprei é o primeiro modelo deles, com a tira pra cabeça. E sim, é incômodo principalmente para quem usa óculos. Não fica bem ajustado no rosto, embaça e/ou o óculos não fica bem encaixado. Pra quem usa multifocal, é péssimo.

Danielle Hepner

Danielle Hepner

Rio de Janeiro - RJ

Rox
2153

nerd! professora de matemática apaixonada por montanhas, viagens, doguinhos e ukulele.

Adventures Map

8 Posts

See More

1252 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Renan Cavichi, Bruna Fávaro and 405 others support the Minimum Impact Manifest


Together
Inclusive Adventures
Rox

Bruno Negreiros, Peter Tofte and 156 others support the Together page.