AventureBoxExplore
Create your account
Expedição Argentina: São Paulo a Foz do Iguaçu (PR) - Out/07

Expedição Argentina: São Paulo a Foz do Iguaçu (PR) - Out/07

Capitulo I: Uma trip mochilando pela Argentina tem que começar por algum lugar. Eu comecei em Foz do Iguaçu, visitando o parque nacional!

São Paulo a Foz do Iguaçu (1º e 2/10)

Peguei o ônibus às 16h40, saindo da rodoviária da Barra Funda, vinte minutos atrasado do horário original. A viagem foi relativamente tranquila, durou "só" 16 horas: a porra do motorista parava em qualquer luz acesa à beira da estrada, até para tomar café na Polícia Rodoviária ele parou.

Enfim, às 8h20 do dia 2/10, cheguei em Foz do Iguaçu. Cidade quente, calor úmido, mas com muita disposição. Logo me informei sobre hospedagem na Central de Informações Turísticas da Rodoviária. Lá falei com o Reywerson, um conhecido da minha amiga da Thais (de Ribeirão Preto), um cara bem legal. Mundo pequeno!

Fiquei no quarto 5 do Hostel Paudimar (Rua Antonio Raposo, 820. Tel.: 45 3028 5503), coloquei minhas coisas, e saí direto para explorar o Parque Nacional do Iguaçu. Que lugar fantástico!! Conheci um casal muito simpático lá, Ana e Marcos, do Rio Grande do Sul; fizemos uma boa amizade.

O parque é coisa de primeiro mundo, hiper organizado. Você paga, se for brasileiro, R$ 34 (ingresso + transporte + fundo voluntário) e tem direito a um traslado até um dos três pontos de parada principais. Caso o visitante seja do Mercosul, paga R$ 46; preço integral é de R$ 57,30. Desci na penúltima parada, e fiz a trilha de 1,2 km até Porto Canoas, sempre acompanhado do casal Ana e Marcos, além de sacar muitas fotos. O parque é fabuloso, as cataratas melhor ainda.

De volta ao hostel (que fica no Centro) comecei a puxar assunto com a turma lá. Havia pessoas de várias partes do mundo, entre brasileiros e estrangeiros. Um japones maluco chamado Shinpei que estava fazendo um toru pela America do Sul; dois irmãos de São Paulo que vieram comprar muamba em Ciudad del Este; em alemão que estava cruzando o Brasil de norte a sul. Altas risadas até a madrugada.

Amanhã continuo a trip.

Ciudad del Este (3/10)

Decidi ir até Ciudad del Este (PAR) para comprar memory stick para minha máquina. Ao invés de ficar baixando fotos em todo lugar que eu ficar, preferi comprar os cartões de memória. Peguei o ônibus em companhia de Flávio, Paulo e um espanhol; pegamos o ônibus e vinte minutos depois, estávamos em Ciudad del Este, Paraguai.

Para você que é paulistano: pense na 25 de Março, no fim do ano! Ciudad del Este é duas vezes pior, muita confusão, insegurança. Entrei numa galeria e dei de cara com um capanga armado com uma escopeta a tira colo. O fulano não tinha lá uma cara muito boa... Consegui fazer bons negócios lá, mas a impressão que ficou foi ruim. Só pra se ter uma idéia, em Ciudad del Este tem uma loja chamada China, que obriga as funcionárias a usar umas micro saias, que fariam as meninas do Bahamas (famoso puteiro de São Paulo) ficarem coradas...(rsrs). A Absolut lá custa US$ 10 (cerca de 16 reais!!).

Amanhã sigo para Puerto Iguazú (ARG).

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista

Published on 02/29/2016 13:19

Performed from 10/01/2007 to 10/29/2007

Views

1676

Marcelo Baptista

Marcelo Baptista

São Paulo

Rox
890

Montanhista, mochileiro, viajante, pai, conectado com as boas vibes do universo e com disposição ainda para descobrir os mistérios da vida.

Adventures Map
cantinhodogibson.blogspot.com.br/

298 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Bruno Negreiros, Fabio Fliess and 407 others support the Minimum Impact Manifest