AventureBoxExplore
Create your account
Rumo ao Norte: BR 101 - Marataízes (ES) - Set/08

Rumo ao Norte: BR 101 - Marataízes (ES) - Set/08

Perna 2: Saindo de Rio das Ostras, seguimos para o norte. Decidimos parar em Marataízes (ES), mas a cidade não é lá muito atrativa não!

Rio das Ostras a Marataízes - (4/9)

Acordamos cedo, mais uma vez, hoje por necessidade de estrada: até Marataízes (ES) são, teoricamente, 4 horas e meia de viagem. Tomamos café mais uma vez bem, pagamos os R$60 da diária, e seguimos. A missão agora era outra, encontrar um posto de gasolina com boa relação custo x benefício para encher o tanque. Imaginei que Macaé (RJ) fosse a melhor opção, já que lá está sediada uma enorme refinaria da Petrobrás, mas me enganei redondamente...

Macaé sofre do mal de toda cidade que vive de royalties do petróleo: grana sobrando, cidade mal cuidada. A ganância política faz estragos grandes aqui. Não no centro da cidade, que é vivo e interessante, mas no seu entorno, na perifa. Fora que o custo de vida lá é muito alto. Eu e Iara rodamos a cidade inteira atrás de um posto onde a gasolina fosse menos de R$2,76, mas não encontramos, um absurdo! Ironia da vida, cidade onde a Petrobrás tem sede, a gasolina é um assalto.

Abastecemos e seguimos. Uma placa me chamou a atenção: “Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba”. Pedi a Iara que entrasse. A estrada que dá acesso ao parque é de terra, e é acesso também para um bairro, na divisa com o parque nacional. A guarita na entrada está destruída, entra quem quer. Eu quis, e seguimos até onde deu, uma lagoa cor negra chamada Jurubatiba. Linda. Depois das dunas, o mar. Lindo também. Fiquei decepcionado é com o estado do parque, largado, abandonado. Ainda volto pra caminhar ali.

Tocamos de volta à estrada. Estrada adentro, a mesma cena na BR 101: gente louca querendo ultrapassar a qualquer custo. Para quê? O sol rachando mamona, e já dentro dos limites do município de Campos (RJ), resolvemos fazer uma parada. São 13h, e o sol arde como numa fornalha. A BR 101 está muito bem conservada, talvez o único problema seja mesmo o fato de ser mão dupla; o calor que enfrentamos hoje foi o grande adversário, fiquei desgastado ao volante, Iara já vinha tocando no trecho anterior, e não havia outra coisa a fazer senão encarar a estrada embaixo daquele Sol...

Fizemos diversas paradas, uma que vale destaque: um lugar chamado Natureza´s, à beira da BR 101 em Mimoso do Sul (ES). Sucos, pães artesanais, tudo muito natural. Foi bom parar ali. Adiante 60 km, e chegamos em Marataízes (ES). Marataízes é uma cidade estranha, de cara bastante feia. As praias tem uma estreita faixa de areia, quando tem areia. Ficamos hospedados numa pousada chamada Vista Oceânica (Av. Beira Mar, 702 tel: 28 3532 4268), simples mas muito boa. Preço honesto de R$60. Fomos recepcionados pela Dona Elma, muito simpática. Mas o centro não tem nenhuma atração, tirando a Igreja de Nsa. Sra. da Penha, bonita. Comemos numa padoca e nos rendemos ao cansaço e à falta de opções na cidade.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista

Published on 04/30/2016 16:24

Performed from 09/02/2008 to 09/27/2008

Views

1333

Marcelo Baptista

Marcelo Baptista

São Paulo

Rox
890

Montanhista, mochileiro, viajante, pai, conectado com as boas vibes do universo e com disposição ainda para descobrir os mistérios da vida.

Adventures Map
cantinhodogibson.blogspot.com.br/

298 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Bruna Fávaro, Fabio Fliess and 408 others support the Minimum Impact Manifest