AventureBoxExplore
Create your account
Rumo ao Sul: BR 116 - São Paulo (SP) - Set/08

Rumo ao Sul: BR 116 - São Paulo (SP) - Set/08

Perna 16: Fim da trip, de volta à São Paulo. Conhecer o Brasil por via rodoviária, com tempo para parar e desfrutar, não tem preço!! Valeu!!

Muriaé a São Paulo - (27/09)

Depois de uma noite bem dormida, chegou a manhã com o nosso último trecho a ser percorrido: ir para São Paulo. Tomamos um bom café da manhã no hotel, arrumamos as nossas coisas e tocamos em direção à BR 116. O dia estava claro, pouco lembrava a chuva de ontem. A BR 116 aqui tem muitas curvas, muitas serrinhas e visuais incríveis.

Estamos na região do P.E. Serra do Brigadeiro, e vemos a todo momento o relevo que é abundante lá. A estrada vai descendo, e passando por várias cidadezinhas, uma que me chamou a atenção foi Leopoldina (MG), a cidade onde meu avô Luís, pai da minha mãe, nasceu. Foi um encontro com raízes, interessante.

Abastecemos o carro para cumprir essa última perna até Sampa, a gasolina pelo interior é mais barata que pela costa, sempre: pagamos R$ 2,47 o litro. Quando cruzamos a divisa de MG / RJ, mudamos automaticamente de estrada, saímos da BR 116 e entramos na BR 393, cheia de caminhões que vão até Volta Redonda (RJ) e Barra Mansa (RJ), que também seria o nosso destino, para dali pegar de novo a BR 116. Cruzamos diversas vezes o rio Paraíba do Sul, numa região que foi muito importante durante o ciclo do café no séc. XIX, o que significa dizer que se consegue ver diversas fazendas da época, que hoje são usadas para o chamado turismo rural. Passamos por Volta Redonda e sua imagem meio enfumaçada por causa da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), e lá quase tivemos um acidente num cruzamento. Seria muito azar acontecer isso depois de rodar quase 6 mil km...graças a Deus, foi só um susto.

Seguindo adiante, entramos de novo na BR 116, agora já com o nome de Presidente Dutra. Daí em diante, foi só tocar mais 293 km até Sampa, já sentindo saudades das coisas que vi, ouvi e provei. Como diz a canção do rei do baião, mestre Luis Gonzaga : “Minha vida é andar por esse país / Pra ver se um dia descanso feliz / Guardando as recordações/Das terras onde passei”.

Dica: Se você puder, fique alguns dias a mais na região de Muriaé explorando as cidadezinhas. Te garanto que não se arrependerá: visuais de montanha, cachoeiras, comida boa, queijo, doces, uma prosa gostosa...cidades como Ubá, Miradouro, Fervedouro e Cataguases reservam boas surpresas.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista

Published on 12/03/2016 18:53

Performed from 09/02/2008 to 09/30/2008

Views

2256

Marcelo Baptista

Marcelo Baptista

São Paulo

Rox
885

Montanhista, mochileiro, viajante, pai, conectado com as boas vibes do universo e com disposição ainda para descobrir os mistérios da vida.

Adventures Map
cantinhodogibson.blogspot.com.br/

297 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Fabio Fliess, Dri @Drilify and 405 others support the Minimum Impact Manifest