AventureBoxExplore
Create your account
Pico do Tira Chapéu - Serra da Bocaina

Pico do Tira Chapéu - Serra da Bocaina

Localizado dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaina, o Pico do Tira Chapéu possui 2.088 metros de altitude.

Hiking Mountaineering 4 x 4

Localizado dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaina, mais precisamente no município de São José do Barreiro/SP, o Pico do Tira Chapéu com seus 2.088 metros de altitude está entre os 10 pontos mais altos do estado de São Paulo e é o ponto culminante da Serra da Bocaina.

Características:

Dificuldade: Moderada / nível 4 – Entenda
Distância: 11,4 km
Altitude Máxima: 2.088 m
Circular: Sim

Parque Nacional da Serra da Bocaina

A trilha esta dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaina, porém, diferente de quem pretende fazer a trilha do ouro, não é necessário solicitar autorização.

Caso queira mais informações sobre o parque, entre em contato com a secretaria do PNSB em São José do Barreiro pelo telefone (12) 3117.2143 ou pelo e-mail pnsb.rj@icmbio.gov.br.

O que tem por lá?

Os atrativos dessa trilha começam já na estrada que da acesso ao parque e a bifurcação para o Tira Chapéu, durante os 26 km que ligam a cidade de São José do Barreiro a portaria, existem inúmeros mirantes com vista para a Serra da Mantiqueira e a represa do funil, vale a pena parar o carro para apreciar.

É possível avistar o Vale do Paraíba, Vale do Mambucaba e Paraitinga, além disso avista-se também uma parte da Serra da mantiqueira que se estende do Marins e Itaguaré, Serra Fina e Planalto de Itatiaia. Com sorte e em dias ensolarados da para avistar também parte das baias de Ilha Grande e Parati.

O nascer e o pôr do sol apreciados do cume do Tira Chapéu também são espetáculos a parte.

Da para ir sozinho ou precisa de guia?

A trilha não apresenta trechos técnicos e nem muito grau de dificuldade para navegação, por outro lado, não é uma trilha popular e é comum realiza-la sem ninguém por perto, então se por algum motivo você se perder pode não ter ninguém para ter uma referência.

Outro ponto importante é que ela pode ser realizada de varias formas, as duas mais conhecidas são pela fazenda Cincerro, no sentido da Cabana do Pai Tomás que é tratada aqui nesse post e pela fazenda Pinheirinho, vizinha ao Parque.

Agora se você tem preparo físico mas não tem experiencia e não quer correr nenhum risco, existem essas agências que oferecem esse roteiro:

OBS: Não nos responsabilizamos pelos valores cobrados e nem pela qualidade dos serviços.

Quando ir?

Essa é uma decisão difícil de ser tomada, no verão é ótimo para fazer a trilha e ainda aproveitar algumas cachoeiras próximas, porém, é a época com mais possibilidade de chuva e acredite, quando chove na Bocaina, chove de verdade. Então se for acampar por lá preste muita atenção a previsão do tempo e se possivel no inverno, seguindo a temporada de montanha no Brasil que vai de abril a outubro quando chove menos.

Como chegar e voltar?

Para chegar ao inicio da trilha é necessário pegar a estrada em São José do Barreiro que vai em direção a portaria do Parque Nacional que fica localizado a 26 km do centro da cidade. Cerca de 1,5 km antes da portaria existe uma placa indicando a saida a direita para ir em direção ao Pico do Tira Chapéu.

Saia então a direita e continue na estrada até a placa que mostra o caminho para o Tira Chapéu a esquerda e para a Casa de Pedra a direita, saia a esquerda e siga até o fim da estrada em uma porteira de ferro.

Depois dessa porteira, siga na estrada de terra até encontrar outra porteira de madeira e uma placa escrito Cabana do Pai Tomaz, é nesse ponto que realmente começa a trilha até o tira chapéu do lado saindo para o lado direito da estrada.

Da para acampar?

O espaço para acampar por lá não é muito grande mas ele existe, a secretaria do PNSB também informa que para pernoitar dentro dos limites do parque é necessário pedir autorização, não de bobeira e caso pretenda pernoitar não custa se informar na secretaria do parque quais os procedimentos corretos.

Dicas e observações

  • Não existem pontos de água durante a trilha, então leve tudo que for precisar.
  • Quase toda a trilha é exposta ao sol, não esqueça do protetor solar.
  • Traga todo seu lixo de volta, se você conseguiu carregar até lá, consegue carregar de volta.
  • Não faça fogueira, no ano passado (2016) um bom trecho da trilha pegou fogo, não de chance para o azar.
  • Você estará dentro de um Parque Nacional, se comporte de maneira adequada, não faça bagunça, não solte fogos de artifícios (acredite tem gente que faz isso), seja uma pessoa consciente e aproveite seu contato com a natureza.
Tiago Borges
Tiago Borges

Published on 10/02/2017 16:57

Performed on 06/10/2017

Views

4006

1
Fabio Fliess
Fabio Fliess 10/03/2017 17:31

Irado brother... Eu tô me "auto-devendo" essa trilha! kkkkkkkkkkkkkk