AventureBoxExplore
Create your account
Carnaval no Sul do Espírito Santo

Carnaval no Sul do Espírito Santo

Relato da excursão de escalada e caminhada, realizada em março de 2019.

Mountaineering Climb Hiking

Este é o segundo relato que resgato nesse período de isolamento social devido à pandemia do coronavirus. No primeiro, contei sobre a expedição ao Kilimanjaro com amigos do Centro Excursionista Brasileiro. Dessa vez, compartilho nossa experiência no carnaval de 2019 explorando montanhas no sul do Espírito Santo. Nos últimos anos temos ido para terras capixabas no período de carnaval e, em breve, postarei o relato sobre a experiência de 2020. Espero que sirva como estímulo para que outras pessoas também possam explorar esse canto do nosso país.



Relato publicado no Boletim do Centro Excursionista Brasileiro, edição Março/Abril de 2019. Disponível em www.ceb.org.br.

Siga o @centroexcursionistabrasileiro

Curtimos o carnaval de 2018 explorando as montanhas de Pancas, região norte do Espirito Santo. A região dos Pontões Capixabas é tão impressionante que estampa a capa da obra Escalada Capixaba, publicada no início daquele ano, através do grande esforço do escalador Oswaldo Baldin em reunir as escaladas de todo o estado em um único volume. O livro serviu como inspiração para explorarmos a região sul, agora no carnaval de 2019, nos municípios de Castelo, Cachoeiro de Itapemirim e Domingos Martins. A ideia ganhou corpo e acabamos unindo caminhantes e escaladores em uma grande atividade, com opções de escalada e caminhada para todos os dias.

A atividade foi liderada pela legião dos guias Ricardo Barros, Francisco Caetano, Francesco Berardi, Cláudia Bessa e Antônio Nicoli, contando também com a colaboração da Simone d’Oliveira como auxiliar de guia e a minha como monitor, para conduzir os dezoito cebenses e um agregado do CERJ. Ficamos hospedados no abrigo Bela Vista, localizado no distrito de Barra Alegre em Castelo, aproveitando toda a hospitalidade do Felipe e da Aline. De lá fazíamos os deslocamentos de carro para a maior parte das montanhas exploradas, sempre passando pelos cafezais típicos da região.

Pegando uma carona na aranha (Foto: Francisco Caetano)

Durante o carnaval entramos em cerca de dez diferentes vias de escalada. No Vale da Estrela do Norte, escalamos algumas vias na Pedra dos Planetas (Planeta Vermelho, 4º IV E2 D2 440 m) e na Pedra Pelada (Caracachenta 3º IV E2 D2 400 m e De Galho em Galho, 3º IVsup D2 450 m). Neste mesmo vale, também se localiza a Pedra da Sombra da Tarde, onde destaco a possível primeira repetição da via Amigos da Cachaça (4º VI E3/E4 D3 665 m), conquistada por escaladores do CEB. Tive o privilégio de participar dessa primeira repetição com o Nicoli, nativo de Castelo e um dos conquistadores da via. Outro ponto visitado foi a Falésia de Apeninos, um setor com quarenta e cinco vias de escalada esportiva, variando do IV ao VIIIc, em Castelo.

Também merece destaque a via Normal da Pedra Azul (3º IV E2 D2 370 m), que apesar de ser bastante tranquila, com poucas passadas delicadas em aderência, faz cume em um dos cartões-postais da região. O monolito da Pedra Azul tem 1822 metros de altitude e recebe esse nome devido à presença de líquens e musgos, que dependendo da incidência dos raios solares ao longo do dia, pode apresentar coloração azulada. Localizado em Domingos Martins, o Parque Estadual da Pedra Azul também abriga roteiros de caminhadas e poços para banho. A recepção por lá é bem-humorada com os “causos” do José Bellon, guarda ambiental que recebe os visitantes no parque.

Em Cachoeiro de Itapemirim fomos ao Complexo do Itabira, que além do imponente Pico do Itabira, possui outras três montanhas. Lá escalamos no Morro do Macaco (Via Principal, 5º VI E4 D3 500 m) e na Pedra do Tião (Via da Vania, 3º IV E2/E3 D1 170 m e 25 de Dezembro, 3º IIIsup E3 D1 190 m).

Escalada na Pedra do Tião. Sensacional! (Foto: William Nascimento)

Nas caminhadas, fizemos a Pedra do Cabrito e a Pedra do Fio, clássicos locais para a prática de BASE jumping, e o grande destaque: a caminhada do Forno Grande. Nesse dia todos os inscritos foram para a atividade, pois fizemos uma ação conjunta com o Parque Estadual do Forno Grande para ajuda na manutenção da trilha, que estava fechada há alguns anos. Para essa atividade, juntaram-se a nós outros montanhistas, inclusive alguns da Associação Capixaba de Escalada. A subida ao Forno Grande foi realmente especial, com os trinta e três montanhistas de diferentes clubes e gerações comemorando o cume (2039 metros de altitude). O desafio foi maior na descida, pois a chuva caiu enquanto ainda estávamos nos costões rochosos, nos obrigando a utilizar cordas e ter bastante cautela e paciência para trazer todos em segurança. Voltamos com setenta e quatro vergalhões de ferro, que apesar de já estarem removidos da pedra, precisavam ser carregados montanha a baixo.

Cume do Forno Grande (Foto: William Nascimento)

Para complementar as atividades, a sócia Naiara Tavares conduziu práticas de ioga em meio às belas montanhas ao redor do abrigo. Nesse mesmo local, aproveitávamos a distância da cidade e, com a escuridão bastante convidativa, contemplávamos as noites em nosso abrigo de milhões de estrelas, algumas cadentes! Um carnaval para ser lembrado por 100 anos!

Rafael Damiati
Rafael Damiati

Published on 03/31/2020 08:48

Performed from 03/02/2019 to 03/06/2019

2 Participants

Maria Fernanda May William Nascimento

Views

502

7
Marcelo A Ferreira
Marcelo A Ferreira 03/31/2020 08:52

Muito legal. Fiz uma Road trip no carnaval de 2018 se não me engano. Várias recordações olhando suas fotos. Lugar muito bonito.

Fabio Fliess
Fabio Fliess 03/31/2020 08:57

Sensacional Rafael. Confesso que conheço muito pouco do ES. Por isso, relatos como o seu e o material do Baldin servem como inspiração e norte. Parabéns.

Bruno Negreiros
Bruno Negreiros 03/31/2020 10:03

Preciso voltar na Pedra Azul para escalar.

Rafael Damiati
Rafael Damiati 03/31/2020 10:10

Legal, Marcelo! Os tais "pontões" capixabas são realmente muito bonitos e se espalham por boa parte do estado né?

Rafael Damiati
Rafael Damiati 03/31/2020 10:11

Fabio, o CEB deve ir pra algum canto do ES novamente no próximo carnaval. Agita um grupo do CEP e vamos juntos! hehe

Rafael Damiati
Rafael Damiati 03/31/2020 10:12

Sim Bruno, tem que voltar lá e fazer a Normal! =)

Fabio Fliess
Fabio Fliess 04/01/2020 10:46

Salve Rafael. Com certeza é uma excelente pedida! Vou comentar com o Luiz do CEP. Do jeito que ele é pilhado, vai topar fácil. rsrsrs Abs.