AventureBoxExplore
Create your account
Travessia Marins x Itaguaré

Travessia Marins x Itaguaré

Trekking de dois dias na Serra da Mantiqueira, próximo a cidade de Piquete. Uma das travessias clássicas da região.

Mountaineering Trekking

No início da temporada de montanha de 2015, eu, Bruna Fávaro, Jeff Almeida e Leo Francini nos planejamos para conhecer uma das famosas travessias da Serra da Mantiqueira, a Marins x Itaguaré.

#LeoTotem

O Pico dos Marins, localizado no município de Piquete, é considerado o ponto culminante do estado de São Paulo. Com aproximadamente 2.400m de altitude, a montanha fica inteiramente dentro do estado, outros pontos de maior altitude estão localizados na Serra Fina, próximos da Pedra da Mina, que faz divisa com Minas Gerais.

O Pico do Itaguaré possui aproximadamente 2300m de altitude com formação de grandes escarpas e uma área pequena de cume. Fica localizado na divisa dos municípios de Passa Quatro - MG e Cruzeiro - SP, mas a zona urbana mais próxima é a cidade de Marmelópolis.

A travessia Marins Itaguaré foi aberta pelo Sr. Maeda em 1993, junto com uma equipe do Centro Excurcionista de Campinas. Com mais de 70 anos e muita história para contar, o Sr. Maeda possui uma pousada no pé da serra que abriga montanhistas que frequentam a Mantiqueira, onde guarda também um pequeno Museu de Montanhismo com lembranças de suas aventuras. Não conhecemos o Sr. Maeda nesta oportunidade, mas fica a dica para quem for se aventurar na região.

Com aproximadamente 13 quilômetros de extensão a travessia liga os dois picos, não considerando a subida aos cumes. O trekking possui grandes desafios como: clima inóspido, escassez de aguá, trechos de vegetação um pouco fechados e escalaminhadas em rocha. Um prato cheio para os amantes da aventura! :)

Logística

Nos encontramos no dia anterior ao início da trilha em São José dos Campos e seguimos para cidade de Piquete, saída 51 da Rodovia Presidente Dutra, BR 116, em direção ao Sul de Minas, BR 459 que segue até Piquete.

Em Piquete passamos a noite no Hotel Pousada Cidade Paisagem no centro da cidade, um lugar simples mas bem localizado.

O translado de ida e volta, como estavamos em um grupo pequeno, foi feita de carro com um "Uno Rover" :) pelo Milton, que gosta de um booom papo, conhece bem a região e por alguns anos foi responsável pelo abrigo base do Marins. O translado incluiu a saída da pousada no centro de Piquete até a porteira na base do Marins e o resgate na estrada no final da descida do Itaguaré com retorno até a pousada.

Relato

Depois de um café da manhã na pousada partimos em direção ao Sul de Minas pela BR 459, até uma saída que segue por uma estrada de terra bem acidentada, por aproximadamente 1h até a porteira onde se inicia a trilha.

A trilha começa com uma bela subida até o Morro do Careca, com tempo bom, temos uma linda vista do Pico dos Marins e do Vale do Paraíba.

Seguindo alguns metros, encontramos a placa com informações sobre a trilha até o Pico dos Marins.

Depois de um pequeno trecho de mata, a trilha segue bem marcada por uma vegetação baixa em direção as formações rochosas da montanha.

Deste ponto em diante o tempo fechou e, com pouca visibilidade, um pouco de chuva e muito vento, seguimos por vários trechos de escalaminhada nas rochas, alguns que exigiam muita atenção. Sem visibilidade e a trilha pouco marcada devido ao início da temporada, perdemos por diversas vezes o caminho, seria muito complicado seguir sem a ajuda do GPS.

Depois de algumas horas chegamos a um ponto de água (não confiável) e logo em seguida o trecho que bifurca em direção ao cume pela direira e em direção ao Itaguaré pela esquerda.

O trecho seguindo pela esquerda passa pelo Marinzinho, mas não demos muita sorte, o tempo continuava fechado dificultando a navegação. Alguns quilomêtros depois encontramos outra bifurcação e sinalizações da descida que leva até a pousada do Sr. Maeda, uma saída que pode ser usada em caso de emergência na travessia.

Passamos por um trecho onde foi necessário a ajuda de cordas, que já estavam instaladas, para descer uma rocha. Com muita atenção, descemos primeiro as mochilas e depois um de cada vez devagar. O vento e a neblina criaram um clima cinistro nesta hora. [Veja no vídeo]

Com pouco mais de 9h de trilha a noite começou a cair, encontramos um ponto pequeno de camping e como já estávamos exaustos achamos melhor passar a noite ali mesmo. O plano inicial era chegar até a Pedra Redonda no primeiro dia, mas foi providencial naquele momento esta área pequena de acampamento.

No final do dia o tempo abriu um pouco e a noite fria com um pouco de vento logo chegou.

Acampamento montado, começamos a preparar um arroz carreteiro para o grupo, acompanhado por alguns goles de vinho tinto para ajudar na desidratação rsrs ...mas valeu o pequeno esforço para celebrar a noite na montanha com os bravos amigos :D

Com frio suficiente para esfriar a panela mais do que o fogo conseguia esquentar, comemos um carreteiro gourmet com arroz al dente, paio, calabresa defumada, milho verde e especiarias, também conhecido popularmente como arroz frio e duro com qualquer coisa que dê gosto. rsrs

No dia seguinte fomos presentiados com o tempo aberto e uma vista linda do amanhecer no Sul de Minas e do Pico dos Marins e Marinzinho. Descobrimos que estávamos cerca de 20 minutos antes da Pedra Redonda.

Todo esse percurso que segue pela crista da montanha em direção ao Itaguaré passa por muitos trechos de escalaminhada nas rochas e vegetação fechada. Não foi nada fácil!

Levamos toda água necessária para os dois dias e só fomos abastecer na base do Itaguaré.

Nosso plano era terminar a trilha por volta das 14h - 15h, mas neste horário ainda estávamos chegando na base do Itaguaré, principalmente pela dificuldade de navegação e trechos bem fechados de vegetação.

Abastecidos e com o tempo fechando novamente começamos a descida infinita pela mata rsrs, torcendo para nosso resgate ainda estar esperando com mais de duas horas de atraso.

Com muita chuva no final da trilha, chegamos na estrada onde encontramos com o Milton, que pacientemente nos aguardou para retornar ao centro de Piquete! Ufa!

Fechamos a noite celebrando a conquista com gélidas cervejas e lanches gigantes merecidos! :)

Considerações Finais

Fácil é uma ova! rsrs Achamos que essa seria uma travessia bem light pelos 13km, no fim das contas fizemos mais três travessias nessa temporada, incluindo a Serra Fina e Petrópolis Teresópolis, e concordamos que foi uma das mais difíceis.

Considere a dificuldade do tempo fechado e o início de temporada, o mato cresce rápido com as chuvas e a visualização dos totens fica bem prejudicada com a neblina. Não recomendo fazer essa trilha sem um bom GPS e pilhas reservas.

Planeje muito bem a quantidade de água que vai levar, o tempo aberto com muito sol pode ser um problema nesta travessia devido a escassez de água.

A região é muito linda e com um visual incrível, fazer a travessia em 3 dias pode ser interessante para curtir bem a montanha.

Contatos

Milton (translado): (11) 99770 1991 - (12) 99773 5366
facebook.com/milton.gouveafranco

Hotel Cidade Paisagem: (12) 3156 4506
hotelcidadepaisagem.com.br

Patrícia (translado): (35) 99133 7585 Tim e Whatsaap - (35) 99888 9368 Vivo

Boas aventuras!

Renan Cavichi
Renan Cavichi

Published on 10/23/2015 16:21

Performed from 04/18/2015 to 04/19/2015

3 Participants

Bruna Fávaro Jeff Almeida Leo Francini

Views

6747

17
Robson D. Oliveira
Robson D. Oliveira 11/09/2015 20:24

Muito bom! alguém sabe como está o tempo por lá nesta semana, estou acompanhando todos os dias, vou fazer essa trip neste 14 e 15 de Nov.

Jonathan Magalhaes
Jonathan Magalhaes 11/13/2015 19:16

Muito boa essa vou com vc hein Fabio! Não esqueça de mim

Marcia Cristina Nunes
Marcia Cristina Nunes 11/15/2015 21:58

Brunaaaaa!! Tbm qro fazer qdo vc for!! Me dá um toque!

Bruna Fávaro
Bruna Fávaro 11/16/2015 06:50

Podexá, Marcinha! Já tá convidada! ;)

Zaney Mattos
Zaney Mattos 08/01/2016 17:26

pretendo fazer a travessia nos dias 13 e 14 de agosto, porem os contatos do milton ( do acampamento base ) parecem estar desatualizados.... alguém pode me ajudar?

Rodrigo Silva
Rodrigo Silva 09/14/2016 12:23

Cara que foto linda! Sexta feira agora vou subir o itaguaré de madrugada para pegar o nascer!

Bruna Fávaro
Bruna Fávaro 10/12/2016 08:39

Olha aqui novos ctt pra resgate, o da Patrícia, que foi super bem recomendada: (35)991337585 Tim e zap (35)998889368 vivo

Renan Cavichi
Renan Cavichi 10/12/2016 14:54

Valeu Bruna, atualizei o relato!

Renan Cavichi

Renan Cavichi

Caraguatatuba - SP

Rox
4932

Apaixonado por atividades outdoor e aventuras. Explorar as belezas naturais do nosso mundo na companhia dos amigos é uma das minhas maiores felicidades na vida.

Adventures Map
www.linkedin.com/in/renancavichi

5 Posts

See More

6258 Following



Minimum Impact
Manifesto
Rox

Fabio Fliess, Dri @Drilify and 405 others support the Minimum Impact Manifest


Together
Inclusive Adventures
Rox

Peter Tofte, Fabio Fliess and 156 others support the Together page.