AventureBoxExplore
Create your account

Até o momento discutimos aqui, no Sobre Mapas e Montanhas, a importância dos mapas para realização do planejamento e orientação em atividades ao ar livre. Também indicamos onde podem ser baixados os principais mapas de referência para essas atividades. No entanto, somente tratamos dos mapas tradicionais, feitos para visualização em papel. Nesta edição, falaremos sobre os dados geográficos digitais.

Os mapas e a cartografia passaram por uma profunda revolução a partir dos anos 70. Foi nessa época em que começaram a se difundir os primeiros softwares chamados de Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e os programas CAD (Computer Aided Design) (CÂMARA & DAVIS, 2001). Esses dois tipos de sistemas, aliados a crescente utilização de satélites para observação terrestre, transformaram a produção cartográfica tradicional, analógica, para o mundo digital.

Todavia, foi a partir da virada do século XXI, com a difusão e barateamento dos microcomputadores e a internet de alta velocidade, que as transformações na cartografia passaram a ter um impacto significativo na vida das pessoas, tornando a utilização de mapas algo corriqueiro. Desde então, houve o surgimento de uma série de softwares, sites e aplicativos que se valem da utilização de bases cartográficas digitais para disponibilizar ao usuário mapas personalizáveis e interativos.

Muitos dos aplicativos que utilizamos atualmente possibilitam a execução de tarefas simples, tais como consultas e navegação, até a realização de análises mais detalhadas, a partir de bases de dados geoespaciais. Essas bases são compostas por conjuntos de dados digitais que podem ser visualizados, selecionados e editados de acordo com o interesse dos usuários. Apresentamos a seguir duas plataformas para a simples manipulação e compartilhamento de dados muito utilizadas pelos montanhistas: Wikiloc e Google Earth.

Wikiloc (wikiloc.com) é uma plataforma de registro de trilhas, rotas ou pontos de interesse a partir de dados de localização coletados por um GPS de navegação ou celular. Nela é possível fazer edições simples e compartilhar os dados para toda a rede de usuários. Dentre muitas outras, representa uma importante fonte de dados para o planejamento de sua aventura. Entretanto, é preciso ter o cuidado de avaliar as melhores informações considerando, por exemplo, o nível de detalhamento, a concisão da rota, o ano de gravação e até mesmo o ranqueamento do usuário produtor.

Uso do Wikiloc para download de informações.

Google Earth é uma plataforma que representa o globo terrestre coberto por imagens de satélites. O software permite edições básicas de dados de localização provenientes de um GPS de navegação, celular, ou mesmo representações criadas diretamente na tela. Também permite a importação de dados oriundos de outras fontes, tais como camadas de bases cartográficas digitais. Dessa forma, é possível consultar e extrair informações, principalmente aquelas relacionadas às características da região e os perfis do relevo. Além disso, você pode planejar as melhores rotas logísticas e utilizar a ferramenta “Street View”, navegando virtualmente por ruas e trilhas mapeadas através de fotografias. Vale ressaltar que a disponibilidade e a data das imagens variam de acordo com a região.

Visualização de dados no Google Earth.

Acreditamos que um bom planejamento, combinando o uso de mapas tradicionais e digitais, pode ser a chave para o sucesso de uma expedição e para a vivência de grandes aventuras. Por isso, na próxima edição falaremos um pouco mais sobre o processo de download e de utilização dos dados geográficos digitais. Até a próxima!

---

O projeto Sobre Mapas e Montanhas é publicado periodicamente nos boletins do Centro Excursionista Brasileiro - CEB e replicado aqui no AventureBox. Para acessar o boletim na íntegra, acesse: https://www.ceb.org.br/category/boletins/

Referências

CÂMARA, G., DAVIS, C. Introdução. In: CÂMARA, G., DAVIS, C., MONTEIRO, A. M. V. (Org.). Introdução à Ciência da Geoinformação. São José dos Campos: INPE, p. 1 - 4, 2001.Referências

Por Bruno Negreiros, Gabriel Lousada e Rafael Damiati.

4
Marcelo Tartari
Marcelo Tartari 02/04/2021 19:45

Matéria excelente , é o avanço da tecnologia nas montanhas. Eu ainda gosto das cartas topográficas do IBGE

Sobre Mapas E Montanhas
Sobre Mapas E Montanhas 02/04/2021 19:47

Tartari, obrigado pelo apoio. Sobre os mapas do IBGE, escrevemos uma matéria super legal sobre onde encontrá-los para download. Se liga lá em: Onde encontramos os mapas? https://aventurebox.com/sobre-mapas/onde-encontramos-os-mapas

Jose Antonio Seng
Jose Antonio Seng 02/04/2021 22:36

Muito bom, meus amigos ! Com relação ao Wikiloc, tb faço assim: selecionando o ano e o ranqueamento do usuário. Além de olhar como ficou a trilha dele, antes de baixar a minha.

Sobre Mapas E Montanhas
Sobre Mapas E Montanhas 02/04/2021 23:43

Ótimas dicas José. Como qualquer informação geográfica, a fonte, a data e a qualidade dos dados são pontos importantíssimos.

Unfollow Cancel
Sobre Mapas E Montanhas

Sobre Mapas E Montanhas

Rio de Janeiro

Publications
4
Rox
154

Apresentação e discussão de temas relevantes das geociências, suas tecnologias e áreas afins, no contexto do montanhismo. Por Bruno Negreiros, Gabriel Lousada e Rafael Damiati


4 Posts

Sobre Mapas E Montanhas Manipulando dados geoespaciais
Sobre Mapas E Montanhas Cartografia Digital
Sobre Mapas E Montanhas Onde encontramos os mapas?
Sobre Mapas E Montanhas Sobre Mapas e Montanhas
See More

2623 Following