AventureBoxExplore
Create your account
Trilha praia Bonete - Ilhabela/SP

Trilha praia Bonete - Ilhabela/SP

A praia do Bonete fica no lado sul de Ilhabela e só é possível chegar de barco ou por trilha.

Trekking Waterfall Camping

A praia do Bonete fica no lado sul de Ilhabela e só é possível chegar de barco ou por trilha (ou de helicóptero, paraquedas, essas coisas), a praia de areias claras e mar agitado foi considerada pelo jornal britânico “The Guardian” como uma das dez praias mais bonitas do Brasil. Esse é um passeio que tem que entrar na sua lista.

Características

Dificuldade: Média
Distância: 25 km
Altitude Máxima: 189 m
Circular: Sim

OBS: Você pode optar por ir ou voltar de barco e fazer apenas a trilha em um sentido, tornando assim a distancia caminhada em 12,5 km, no fim do post vou deixar os telefones dos barqueiros.

Como Chegar

Ilhabela está localizada no eixo São Paulo – Rio, próxima de cidades como Ubatuba, Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande. Distante 210 quilômetros da capital paulista, e a 440 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro. Há várias maneiras de chegar à ilha.

Saindo da capital paulista, você tem a opção de pegar as rodovias Ayrton Senna / Carvalho Pinto (SP 70) ou Presidente Dutra (BR 116) no sentido norte. Na altura da cidade de São José dos Campos, deverá utilizar a saída para a Rodovia dos Tamoios (SP 99), no sentido Litoral (Caraguatatuba e São Sebastião). Essa via, dá acesso à Rodovia Rio-Santos (BR 101), em Caraguatatuba. seguir sentido sul, em direção a São Sebastião, onde há a balsa para Ilhabela.

A partir do Rio de Janeiro, outro caminho indicado é pela Rodovia Rio-Santos, com direito as paradas nas belas cidades do litoral sul fluminense e litoral norte paulista.

O acesso à Ilhabela é feito por balsa para pedestres, automóveis e ônibus. O tempo médio de travessia é de 15 minutos e as saídas acontecem a cada 30 minutos, das 6h às 24h, após este horário de uma em uma hora até as 6h do dia seguinte.

Para quem não vem com carro próprio, o ideal é pegar um ônibus até São Sebastião e atravessar a balsa a pé.

A trilha fica no lado sul da ilha, então saindo da balsa pegue a avenida principal da ilha saindo pela direita.Se você optar ir de carro existem 2 estacionamentos próximos da trilha, um lado do restaurante Nova York no Borrifos que fica a 2km do inicio da trilha e o outro é o estacionamento do Zé da Sepituba que fica a 10m do começo da trilha, ambos na beira da estrada. Deixamos os carros lado do restaurante e pagamos R$20,00. Agora se decidir ir de ônibus, ao sair da balsa pare no primeiro ponto de ônibus a direita e pegue o Borrifos, o ponto final dele fica a 1 km do inicio da trilha.

A Trilha

Realizamos a trilha do Bonete nos dias 8 e 9 de agosto e me acompanharam nessa minha esposa Sheron e meus amigos (e novos amigos) Renato, Luan, Rafael, Helena, Larissa, Julian e Felipe, depois chegaram o Carlos, a Constanza e a Abigail, amigos do Julian que acabaram fazendo a trilha sozinhos.

Chegamos na trilha um pouco tarde para o que eu havia previsto, a ideia era iniciar por volta das 11:00h, mas só começamos ela por volta das 13:20h. Alguns dias antes o Regis e sua esposa Paula que moram na ilha me explicaram como chegar no buraco do cação por cima, já que toda vez vejo ele de longe quando volto de barco. O buraco do cação é uma fenda na rocha da encosta que acaba formando uma especie de caverna de frente para o mar, então a ideia já era ir lá visitar mesmo com o atraso do inicio da trilha.

Se você quer conhecer o buraco do cação, com pouco mais de 20 minutos de trilha você vai encontrar um placa a direita indicando a fazenda da lage e uma trilha. Essa é uma trilha bem ingrime, se estiver com mochila cargueira, aconselho esconder ela para não gastar energia desnecessária.

Desça a trilha, na primeira bifurcação vire a direita (existe uma placa indicando mirante e buraco do cação), na segunda bifurcação, a esquerda leva até o mirante na encosta e a direita leva até a parte de cima do buraco do cação.

Confesso que esperava uma vista melhor do buraco do cação, mas não deixa de ser um baita visual tanto do mirante quanto da parte de cima do buraco. Bom não preciso avisar para tomar cuidado ao visitar esse trecho né? você estará na encosta, sem nenhuma barreira de proteção.

Volte pelo mesmo caminho que desceu até a trilha principal e siga em direção ao Bonete, essa é uma trilha que não tem nenhum segredo de navegação, ela foi uma tentativa de construir uma estrada até o Bonete lá na década de 1980 que não deu certo e como eu costumo brincar, o perfil de altitude dela parece batimento cardíaco, se você não esta subindo, esta descendo, mesmo que pequenas altitudes.

Como nosso tempo estava apertado, praticamente não paramos nas atrações da trilha, logo no começo, a 2,3 km da entrada da trilha você chega na cachoeira da lage, esse é um ponto que geralmente tem mais gente devido a proximidade com a entrada, as pessoas vão até ela e voltam embora. Paramos ali 5 minutos para fotos e algumas pessoas entrarem na água e já partimos. Na lateral esquerda existe um trilha que leva até a ponte sobre o rio, siga ela.

Mais 4 km para frente esta o rio areado, esse não tem como, você terá que passar por dentro para atravessar mesmo. Devido ao tempo passamos direto por ele e 5 metros a frente o Felipe deu de cara com uma cobra Caninana, Ilhabela é cheia delas, então sempre tome cuidado.

Mais algumas subidas e descidas cheias de pedra e chegamos no mirante de onde é possível avistar o Bonete já quase sem luz do dia, dali para frente faltam pouco mais de 2,5 km até a praia e só descida, apertamos o passo para aproveitar ao máximo os últimos raios de sol.

Nesse trecho o grupo já havia se separado um pouco, quando cheguei aqui o Renato e o Rafael já estavam praticamente na areia da praia e fiquei com o Luan junto com os que estavam em um ritmo mais lento.

Antes de chegar no Bonete ainda tem a cachoeira do saquinho que fica a 1,5 km da praia, mas já chegamos nela no escuro.

Chegamos todos no camping juntos por volta das 18:30h e já começamos a montar acampamento para depois ir comer, o camping ficou R$ 15,00 por pessoa com direito a banho de chuveiro gelado. Quando terminamos de montar as barracas fui com o Luan dar uma olhada nas opções de jantar na comunidade caiçara e nesse momento o céu estava espetacular, prometia belas fotos madrugada a dentro.

No Camping mesmo serve jantar, o valor é de R$ 25,00 e o prato serve duas pessoas, passando a igrejinha em direção ao centro da vila, antes da ponte tem mais um restaurante onde o prato também é R$ 25,00 e passando a ponte e virando a direita na pousada da Rosa os pratos variam de R$ 20,00 a R$ 65,00 e como haviam algumas opções decidimos jantar ali. Peixe, frango, carne de soja, vinho, muito bate papo e risadas, mas era hora de ir para a praia apreciar aquele céu estrelado espetacular.

Voltamos para a praia quase as 22:00h e adivinhem só? O tempo virou, encheu de nuvens, ficamos um tempo ainda tentando algumas fotos quando as nuvens davam um brecha mas logo começou a chover e corremos para as barracas.

Durante a noite choveu um pouco, mas estava tão confortável dormir naquela areia fofa que eu nem vi muita coisa, só acordei no outro dia mesmo.

Pela manhã conforme o pessoal foi acordando cada um foi dar seu passeio pela vila e o Luan e eu fomos tomar um banho de mar antes de ir tomar café da manhã. Voltamos na pousada da Rosa para tomar café e depois fomos conversar com o Junior do Taxi Bonete sobre como estava o mar e se daria para voltar de barco, quando for para lá, tenha em mente que se o mar estiver “bravo” os barcos não saem. Ele nos disse que não estava calmo, mas não estava tão ruim a ponto de impedir a volta de barco, acertamos então de ir embora as 12:00h, o preço normal é R$ 50,00 por pessoa e como estávamos em 12 ele acabou fazendo R$ 40,00 por pessoa.

O Julian, Felipe, Carlos, Constanza e Abigail saíram para ir na cachoeira do saquinho e no mirante do outro lado da praia, enquanto que o resto de nós ficou ali na praia e explorando a vila até dar o horário de ir embora.

Por volta das 11:45h todo mundo se reuniu de novo e era hora de ir embora, pausa para o foto final e partimos em direção a outra ponta da praia de onde saem os barcos.

O pessoal do Taxi Bonete nos separou em 3 barcos e partimos em direção ao cais que fica na encosta atras do restaurante Nova York, o mar não estava tão revolto, mas também não estava tão calmo, de todas as vezes que voltei do Bonete essa foi a que o mar estava mais agitado, mas foi tudo tranquilo.

Contatos

Taxi Bonete: (12) 99126.4032 / (12) 99211.6346 / contato@taxibonete.com.br

Pousada da Rosa: contato@pousadadarosa.com

Tiago Borges
Tiago Borges

Published on 09/21/2015 09:26

Performed from 08/08/2015 to 08/09/2015

Views

2690

2
Vera Balata
Vera Balata 08/31/2016 11:26

Bacana Tiago! Gostei muito.

Kleber Alceu dos Santos
Kleber Alceu dos Santos 10/06/2017 14:39

Legal Tiago. Vou fazer logo ! Abraço !