AventureBoxExplore
Create your account
Aiuruoca/MG – O Paraíso Das Cachoeiras

Aiuruoca/MG – O Paraíso Das Cachoeiras

Uma tipica cidadezinha do sul de Minas Gerais,que faz parte do circuito Terras Altas da Mantiqueira e do Parque Estadual da Serra do Papag

Hiking Waterfall

Aiuruoca é uma tipica cidadezinha do sul de Minas Gerais, localizada a 1.050 metros de altitude que faz parte do circuito Terras Altas da Mantiqueira e do Parque Estadual da Serra do Papagaio. O nome Mantiqueira (ou amantikir) significa serra que chora e Aiuruoca reflete bem o quanto essa serra “chora” águas geladas e cristalinas. Existem 42 cachoeiras catalogadas oficialmente e tantas outras que não estão nos guias da cidade, os moradores nos falaram em 80 cachoeiras.

O nome Aiuruoca deriva do tupi e significa “casa de papagaio”, através da junção das palavras aîuru (“papagaio”) e oka (“casa”). Visitando a zona rural da cidade é muito fácil perceber o porque.

Um dos pontos turísticos da cidade é o Pico do Papagaio, com 2.105 metros de altitude, se estiver com tempo e com folego vale muito uma visita.

Subindo a avenida ao lado da Igreja matriz até o fim se inicia a estrada de terra que leva até o Vale do Matutu, um pequeno povoado com pousadas, restaurantes, uma comunidade alternativa e o espaço ideal para aquele turismo contemplativo com tanta beleza.

O Matutu fica a 17 km do inicio da estrada de terra, não tem erro, basta seguir a estrada até o fim e no caminho até ele são inúmeras cachoeiras.

Logo no comecinho da estrada, cerca de 3 km esta o pocinho, uma propriedade particular com um restaurante e algumas pequenas quedas bem gostosas.

Logo em frente ao Pocinho existe um estacionamento, no fundo dele tem uma entrada na cerca, passando por ela e andando um pouquinho (pouco mesmo) já chega um poço bem tranquilo para nadar e caminhando seguindo rio acima tem as corredeiras do papagaio e a cachoeira do tombo, essas com águas bem forte.

Passando o pocinho, mais 1 km em direção ao Matutu, a direita esta a entrada da cachoeira Deus me Livre, uma das mais bonitas, com 3 quedas de 15 metros. Para chegar até ela, deixe o carro na estrada, entre na porteira onde a placa indica e siga o caminho do gado no pasto e vá pegando a direita já para ir se aproximando do rio, quando entrar na mata, na primeira bifurcação pegue a direita onde terá uma pinguela sobre o rio, passando a pinguela só seguir a trilha.

Não se esqueça que você estará na Serra da Mantiqueira, existem animais peçonhentos, no caminho até essa cachoeira, a Sheron pisou em uma cobra urutu filhote que deu um bote no tênis dela, então vá curtir, mas fique sempre alerta

Voltando para a estrada e seguindo em direção ao Matutu, esta a cachoeira dos Macacos, essa não tem sinalização, quando você avistar a placa Ananda Matutu do lado direito da estrada, pare o carro bem em frente a entrada dessa pousada e procure uma entradinha na cerca a esquerda poucos metros a frente. Siga a trilha descendo por dentro da mata e chegue até essa cachoeira com algumas quedas e alguns poços para banho.

Continuando a estrada existem alguns riachos e o destino final com carro é o Vale do Matutu, no povoado existe um grande casarão que é o centro de visitante, ao chegar lá, de uma passada para conhecer não só o casarão mas as regras da comunidade.

A cachoeira mais próxima dali é o poço das fadas, com acesso muito fácil e vários poços espetaculares para banho.

No casarão você pode se informar sobre as demais cachoeiras ali da região, se estiver no pique visite a cachoeira do Fundo, uma cachoeira com 130 metros de altura, sendo essa a maior de Aiuruoca.

Voltando lá para a entrada da cidade de Aiuruoca, ao invés de entrar no trevo em direção a cidade, entrando do outro lado com placas indicando Portão e Lage, estão mais algumas cachoeiras, essas bem isoladas, não achamos ninguém nem no caminho e nem nas cachoeiras, ficamos completamente sozinho na cachoeira das Duas Quedas, uma cachoeira a poucos metros da estrada, muito rasa, com uma queda maior e um “chuveirinho” menor do lado, super indicada para crianças.

Bom essas são algumas das cachoeiras da cidade, existem muitas e muitas outras a serem exploradas. Pegue o mapa e não deixe de aproveitar essa pequena cidade mineira na Serra da Mantiqueira o/

Tiago Borges
Tiago Borges

Published on 11/30/2016 12:17

Performed from 01/17/2016 to 01/20/2016

Views

5603

3
Fabio Fliess
Fabio Fliess 11/30/2016 14:18

Muito bom Tiago!!! Já fui a Aiuruoca umas 4x e vou voltar outras vezes. As cachoeiras da região são demais!!! Sem contar na quantidade enorme de belas montanhas nas cidades do entorno. Show de bola o relato. PS: o lance das cobras é fato. Quando estive a primeira vez na Cachoeira do Deus me Livre, havia uma jararaca escondida entre as pedras! Não dá para chegar de bobeira não... rs

Tiago Borges
Tiago Borges 12/01/2016 12:20

Eu raramente faço trilha sem estar de bota...fico de bobeira ao ver o pessoal indo de chinelo fazer essas trilhas mais bobinhas. Nesse caso por exemplo era um filhote que eu pulei e gritei olha a cobra, nisso a Sheron se assustou e pulou exatamente em cima, a cobra deu o bote no tênis dela, o barulho é muito alto, se não fosse um filhote ou se ela estivesse de chinelo ia dar merda.

Carla Nogueira
Carla Nogueira 12/29/2016 16:30

Preciso conhecer!!!! ;)